Conheça os “Inovadores em série”, profissionais que podem ganhar até R$ 29 mil por mês

Devido à crise da covid-19, a inovação se tornou necessidade real para o crescimento e até mesmo sobrevivência das empresas no mercado atual. Segundo levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 83% das empresas, entre as mais de 400 entrevistadas, revelam que precisam inovar para garantir crescimento no mundo pós-pandemia. Por isso, a procura por profissionais de inovação e tecnologia aumenta cada vez mais. Entre os mais cobiçados, estão os Inovadores em Série (Serial Innovators), que ainda são raros no Brasil e podem ganhar de R$ 10 mil a R$ 29 mil por mês, dependendo do seu grau de experiência no mercado. Capazes de trazer os diferenciais necessários para a inovação radical, criando e comercializando produtos e soluções repetidamente, esses profissionais estão ganhando destaque, expandindo processos internos e otimizando o intraempreendedorismo em organizações que buscam evoluir constantemente e revolucionar o mercado. 

Para Renata Horta, Sócia-fundadora e Diretora de Inovação e Conhecimento da Troposlab, ter um inovador em série na empresa pode trazer diversos benefícios para o negócio. “O Serial Innovator auxilia na geração de inovações radicais que podem trazer disrupção ao mercado, a criação de diferencial competitivo para a empresa, o aumento da performance financeira e o engajamento dos outros colaboradores a se dedicarem à inovação. Lembramos que tudo isso começa com uma ideia diferente e criativa, provavelmente uma ideia maluca ou fora da caixa, como costumamos ouvir em organizações ainda tradicionais”, afirma.

Os inovadores em série são responsáveis por desenvolver novos processos internos que viabilizem a geração de novos produtos inovadores a partir do problema definido. Dando seguimento após isso, é possível buscar a conexão e encontrar as redes que irão ajudá-los a pensar holisticamente a partir da perspectiva do cliente, do mercado, do técnico e dos concorrentes. Além disso, eles buscam atingir 5 objetivos principais dentro da empresa para gerar inovação: encontrar um problema interessante, entender o problema completamente, encontrar uma solução para o problema e validar essa solução com o cliente e a companhia, executar o processo de desenvolvimento formal da empresa para tornar a solução um produto vendável e criar aceitação do mercado para o produto.

Para a executiva, uma das habilidades diferenciais do Serial Innovator deve ser a sua técnica de influência. Para conseguir a aprovação do projeto de inovação radical, é necessário posicionar estrategicamente bem o projeto, plantar ideias dentro das áreas e mostrar o valor do negócio para a companhia a partir de dados e informações já coletadas nas fases anteriores. Ele pode desempenhar também o papel de líder, acompanhando as definições feitas para um projeto e a sua execução. “O papel do Inovador em Série é muito importante para gerar inovações radicais, assim, empresas que desejam se tornar inovadoras precisam realizar mudanças estruturais e culturais internas que possibilitem que novos Serial Innovators possam surgir”. 

“Entender o caminho que as ideias inovadoras percorrem na empresa é essencial para identificar os gaps da organização e definir melhorias para aumentar a geração de inovação. Toda empresa tem uma cadeia de valor da inovação, pois em toda empresa ideias são geradas e ela percorre um caminho interno para se desenvolver. Entretanto, muitas ideias morrem antes mesmo de se tornarem um produto ou serviço, por isso, identificar colaboradores com potencial de serem inovadores é o primeiro passo crucial” finaliza Horta.

Deixe uma resposta