Ceará

Comunidades de Beberibe recebem sistema de abastecimento de água

Posted on

 ARI5811 web“Sabemos que não há nada mais digno para uma família do que ter água encanada em casa, principalmente em um período de crise hídrica. Por isso, estamos trabalhando para garantir o abastecimento no Estado do Ceará e, assim, levar as comunidades mais distantes água limpa e de qualidade”. Assim afirmou o governador Camilo Santana, na noite desta quarta-feira (22), na entrega de cartas de créditos de dois sistemas de abastecimento de água para o município de Beberibe, distante 82 quilômetros de Fortaleza.

O benefício, que faz parte do Projeto São José III, vai contemplar 119 famílias, sendo 71 da Comunidade Alto Alegre do Davi e 45 da comunidade Sussuarana. O investimento total é de R$ 805.865,60. Para 2016, ainda estão previstos, por meio do projeto, investimentos em 172 novos sistemas de abastecimento d´água.

A dona de casa Irineide Silva Pereira, representante da comunidade Alto Alegre do Davi, destacou a chegada do benefício. “Acordar todos os dias sem saber se vamos ou não ter água é uma batalha diária que enfrentávamos por aqui. Agora, com esse sistema, teremos a certeza que vamos receber água todos os dias nas nossas casas. E o melhor, encanada”, enfatizou, emocionada.

Camilo Santana lembrou ainda das medidas que o Estado vêm adotando para garantir água ao povo cearense.”Em 2015, estimulamos a redução de 10% no consumo e tivemos êxito, mas é preciso economizar ainda mais para garantir que não haja falta de água. Estamos estudando quais medidas podemos tomar para que a população de Fortaleza e Região Metropolitana não fiquem sem água”, salientou.

Na ocasião, o governador participou da inauguração da nova Praça da Matriz de Beberibe e destacou a importância do local para a cidade. “O espaço público é uma importante ação de urbanização para aproximar as pessoas e diminuir a violência. Além de deixar a cidade mais bonita, essa praça vai proporcionar as crianças, os jovens e os adultos se encontrarem no dia-a-dia, deixando o local familiar”, disse.

O equipamento recebeu novo paisagismo, com parquinho infantil, iluminação, acessibilidade e lixeiras de coleta seletiva. Os bancos foram distribuídos de forma que, em pouco tempo, recebam cercas vivas de árvores e caramanchões, construção utilizada em espaços públicos.

A doméstica Zulene Augusto da Silva, de 33 anos, disse que o novo espaço oferece diversão para todos os beberibenses. “Antes, quando não existia essa estrutura, a diversão das crianças era correr pela rua. Agora, tem diversão não só para os pequenos, mas para os grandes também, que aproveitam todo o espaço oferecido pela praça”, afirmou.

A solenidade contou também com a participação do secretário Dedé Teixeira (SDA); do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Zezinho Albuquerque;  dos deputados federais Arnon Bezerra e José Airton Cirilo; dos deputados estaduais Bruno Gonçalves e Tin Gomes; dos prefeitos Ivan Silvério (Aracati), Michele Queiroz (Beberibe), Ivonete Queiroz (Cascavel) e Zarlul Kalil (Madalena); do presidente da ABIH-CE, o empresário Darlan Leite; além de ex-prefeitos e vereadores de Beberibe.

Cine Ceará apresenta programação especial para população em situação de rua

Posted on Updated on

A 26ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema conta com uma programação diferenciada na Praça do Ferreira, com a exibição de curtas e longas em um telão, todas as noites, especialmente para a população em situação de rua e para o público em geral. Além disso, usuários do Centro de Convivência para Pessoas em Situação de Rua, equipamento da Secretaria do Trabalho Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Setra), apresentam trabalhos desenvolvidos nas oficinas de artesanato, todas as noites, de 19h às 21h. O festival teve início no dia 16 de junho e segue

O  Cine Ceará reúne diversas manifestações da linguagem das artes audiovisuais do mundo ibero-americano e preza pela valorização e preservação do patrimônio cinematográfico brasileiro, apresentando mostras competitivas Ibero-Americana de Longas-Metragens e Brasileira de Curtas-Metragens, Mostra de Cinema Mexicano, Olhar do Ceará, mostras sociais Melhor Idade, Acessibilidade e O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece. São mais de 100 filmes em exibição, 87 dos quais nas salas de cinema e mais de dez filmes, entre curtas e longas, projetados na Praça do Ferreira. Toda a programação é gratuita.

O festival é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio da Casa Amarela Eusélio Oliveira, e conta com o apoio do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, Prefeitura Municipal de Fortaleza, via Secretaria da Cultura, e Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual (Lei Federal de Incentivo à Cultura).

Serviço
26° Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema
De 16 a 22 de junho de 2016
Local: Cineteatro São Luiz e Cinema do Dragão – Fundação Joaquim Nabuco,
Programação: www.cineceara.com

Da Prefeitura de Fortaleza.

TJA encerra comemorações aos 106 anos com reencenação da primeira peça

Posted on

TJA
O Theatro José de Alencar (TJA), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), comemora nesta sexta-feira (17) 106 anos oferecendo ao público uma programação especial. O destaque do dia é a peça “O Dote”, de Artur Azevedo, com a Comédia Cearense. Trata-se de uma remontagem da primeira peça teatral apresentada no TJA, em 1910, quando da inauguração do Theatro. O espetáculo tem início às 20h, com ingressos a R$30,00 e R$15,00 (meia). Todas as demais atrações da programação especial desta sexta-feira no têm entrada franca, incluindo os shows dos grupos Marimbanda (a mais aplaudida formação da música instrumental cearense), Trio Bossampop e Coral Soul Cantor, que acontecem na calçada do Theatro, a partir de 16h, e atrações em todos os espaços do grande complexo cultural do TJA.

Reencenação de “O Dote”

Como forma de homenagear o aniversário do Theatro José de Alencar, a Comédia Cearense apresenta o espetáculo “O Dote”, primeira peça encenada no palco principal do equipamento cultural inaugurado em 1910. A peça será apresentada às 20h, nesta sexta-feira, com apresentações também no sábado e domingo (18 e 19). Ingressos à venda na bilheteria do TJA, a R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia).

“O Dote” é uma comédia em três atos de Artur Azevedo, que fez grande sucesso em 1907. Conta a história de Ângelo, aborrecido com as constantes despesas de sua mulher, Henriqueta. Ele devolve o dote recebido no casamento e separam-se. Os dois acabam adoecendo de tristeza e Ângelo descobre que Henriqueta está grávida.

O centenário TJA

O Theatro José de Alencar, inaugurado em 1910, desempenha importantes papéis na vida cultural cearense. Na qualidade de teatro-monumento, oferece, além da destaca programação cênica, também a mais ativa e diversificada pauta de atividades culturais e artísticas do Centro de Fortaleza. Com a dinâmica possibilitada pelo Centro de Artes Cênicas do Ceará (CENA) – unidade multifuncional anexa, o Theatro José de Alencar se afirma como espaço aglutinador de pesquisa, formação, produção e difusão artística, se consolida como palco de inclusão social e firma seu compromisso com o futuro.

Curioso exemplar da arquitetura eclética no Brasil, o Theatro José de Alencar, além da sala de espetáculo em estilo “art noveau”, dispõe de auditório de 120 lugares, foyeur, espaço cênico a céu aberto e o prédio anexo, com 2.600 metros quadrados. No grande complexo cultural do TJA estão localizados o Centro de Artes Cênicas (CENA), o Teatro Morro do Ouro, com capacidade para 90 pessoas, a Praça Mestre Pedro Boca Rica, com palco ao ar livre e capacidade para 600 pessoas, a Biblioteca Carlos Câmara, a Galeria Ramos Cotoco, quatro salas de estudos e ensaios, oficinas de cenotécnica, de figurino e de iluminação. O Theatro também abriga a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho e o Curso Princípios Básicos de Teatro e Circo.

Clique aqui e veja programação completa

Petróleo sobe após pesquisa sugerir permanência do Reino Unido na UE

Posted on

Os futuros de petróleo começaram a semana em tom positivo, com o Brent superando US$ 50 por barril, em meio ao forte avanço dos mercados acionários globais, que reagem a pesquisas indicando que o Reino Unido deverá permanecer na União Europeia. Na quinta-feira (23), os britânicos vão realizar um plebiscito para votar sobre o assunto.

Sondagem publicada no jornal inglês Mail on Sunday aponta que 45% dos eleitores apoiam a permanência do Reino Unido na UE, ante 42% que defendem a saída do país do bloco europeu. Enquanto isso, uma média das últimas seis pesquisas feitas antes do plebiscito sugere uma votação dividida, em 50% a 50%.

Diante da maior perspectiva de que o Reino Unido continue na UE, as bolsas europeias operam em forte alta nesta manhã e a libra chegou a se valorizar mais de 2% frente ao dólar. O dia também foi de ganhos nos mercados acionários asiáticos.

O bom humor nos mercados financeiros ajuda a impulsionar as commodities, como o petróleo e o cobre.

A fraqueza do dólar ante várias outras moedas, incluindo a própria libra, o euro, o dólar australiano e emergentes como a lira turca e o rand sul-africano, também contribui para o bom desempenho dos preços do petróleo.

Às 7h47 (de Brasília), o petróleo Brent para entrega em agosto subia 1,77% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 50,04 por barril, após tocar a máxima intraday de US$ 50,30. Já na New York Mercantile Exchange (Nymex), o WTI para agosto, que já é o contrato mais líquido, avançava 1,69%, a US$ 49,38 por barril, enquanto o futuro de julho, que vence amanhã, tinha alta de 1,71%, a US$ 48,80 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: Portal da Classe Contábil.

Arrecadação de impostos e tributos federais em maio é o pior para o mês desde 2010

Posted on

Com a contínua queda da atividade econômica, a arrecadação de impostos e contribuições federais voltou a recuar em maio e fechou o mês em R$ 95,219 bilhões. Esse é o pior resultado desde 2010 e representa uma queda real de 4,81% em relação a 2015. No período acumulado entre janeiro e maio, o total pago pela sociedade em tributos somou R$ 519,128 bilhões, o que equivale a uma redução de 7,36% sobre o ano passado. Esse também é resultado mais baixo dos últimos sete anos.

Relatório divulgado ontem pela Receita Federal mostra que a recessão econômica continuou a prejudicar o desempenho dos principais tributos. A arrecadação do PIS/Cofins, por exemplo, apresentou queda real de 7,09% em maio e fechou o mês em R$ 21,206 bilhões. Já as receitas previdenciárias, que refletem o comportamento do mercado de trabalho, caíram 4,83%, somando R$ 30,367 bilhões.

O Imposto de Importação e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) vinculado à importação tiveram redução de 19,02% e chegaram a R$ 3,655 bilhões. Neste caso, segundo a Receita, o número se deve principalmente à redução no valor em dólar das importações. Em maio, apenas o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) mostraram crescimento entre os tributos mais importantes. O total arrecadado foi de R$ 10,887 bilhões, uma alta de 4,67%. Isso porque instituições financeiras que fazem recolhimento por estimativa mensal apresentaram uma alta de 81,68% no valor pago.

No acumulado do ano, no entanto, todos os principais impostos apresentaram queda. O PIS/Cofins recuou 6,66% (somando R$ 109,485 bilhões), a receita previdenciária, 5,43% (R$ 152,969 bilhões) e o Imposto de Importação e o IPI vinculado, 25,22% (R$ 19,360 bilhões). Já o IRPJ e a CSLL apresentaram queda de 5,75% e fecharam os cinco primeiros meses do ano em R$ 93,695 bilhões.
Desonerações Ainda de acordo com a Receita, as desonerações concedidas nos últimos anos para estimular a economia continuam a impactar a arrecadação. Entre janeiro e maio, o total somou R$ 37,748 bilhões. Somente no mês passado, o valor foi de R$ 7,575 bilhões. A desoneração de folha de pagamentos custou R$ 1,211 bilhão em maio e R$ 6,054 bilhões nos cinco primeiros meses do ano. A redução do benefício foi muito criticada pelo setor privado quando o governo enviou o pedido ao Congresso Nacional, ainda no ano passado.

Com a queda na arrecadação, a Receita Federal montou uma força-tarefa com a elite dos auditores fiscais do país para investigar fraudes tributárias praticadas pelas empresas que foram contempladas com desoneração da folha de pagamentos. Para a Receita, a complexidade do modelo de desoneração da folha criado no país abriu brechas para a sonegação fiscal. O governo federal arrecadou ainda R$ 597 milhões com o Refis no mês passado, programa de parcelamento concedido através da lei 12.996 de 2014. A arrecadação com o programa de janeiro a maio foi de R$ 2,858 bilhões.

Fonte: Estado de Minas

Ampliação do Simples reduz arrecadação de tributos pagos por pequenas empresas

Posted on

Uma das principais razões para a queda real (descontada a inflação) de 7,36% na arrecadação federal em 2016, a redução no pagamento dos tributos sobre os lucros das empresas ganhou impulso por causa de um incentivo do governo para as micro e pequenas empresas. A ampliação do Simples Nacional – regime simplificado de pagamento de tributos – impactou negativamente o caixa do governo em R$ 2,9 bilhões nos cinco primeiros meses do ano.

No fim de 2014, o Congresso aprovou a inclusão de todo o setor de serviços no Simples Nacional. A mudança permitiu que empresas de 140 atividades pudessem ser enquadradas no programa, que unifica o pagamento de tributos federais, estaduais e municipais em uma única guia para negócios que faturam até R$ 3,6 milhões por ano.

De acordo com estatísticas da Receita Federal, a ampliação do regime especial permitiu a inclusão de 859,7 mil empresas no programa em 2015. Em 2016, mais 530,7 mil micro e pequenas empresas pediram o enquadramento, o que elevou para 10,9 milhões o total de pessoas jurídicas que pagam tributos de forma simplificada.

Impostos
Antes das mudanças, essas empresas pagavam Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) pelo lucro presumido, em que a companhia desembolsa um percentual sobre o faturamento. A migração para o Simples reduz as receitas do governo porque as empresas pagam menos tributos no regime simplificado.

As novas regras fizeram a arrecadação de IRPJ e de CSLL pelo lucro presumido cair R$ 3,258 bilhões (-13,09%) de janeiro a maio deste ano em relação ao mesmo período de 2015. A variação desconta a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Apesar da inclusão de pouco mais de meio milhão de micro e pequenas empresas apenas este ano, a arrecadação do Simples Nacional subiu R$ 331 milhões na comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo o chefe do Centro de Estudos Tributários da Receita Federal, Claudemir Malaquias, o fato de as adesões ao Simples Nacional não terem parado um ano e meio após a ampliação do regime decorre de dois fatores: a demora natural de as micro e pequenas empresas pedirem a inclusão no modelo e a recessão que o país enfrenta.

“Em relação ao Simples Nacional, os efeitos práticos de qualquer mudança se dão gradualmente. As empresas pedem, pouco a pouco, a inclusão no regime, o que ainda está ocorrendo este ano”, disse Malaquias.

O técnico da Receita, no entanto, também culpa a crise econômica pela continuidade nos pedidos de enquadramento. “Com a crise, muitas empresas de médio porte, que declaravam pelo lucro presumido, têm decidido simplificar os negócios e reduzir de tamanho para se adequarem à demanda e pagarem menos tributos”, explicou.

Grandes empresas
Apesar de interferir na queda da arrecadação do IRPJ e da CSLL, o Simples Nacional não é o único fator que explica a queda no desempenho dos dois tributos, cuja arrecadação acumula perda de R$ 5,711 bilhões (-5,75%) em relação ao mesmo período do ano passado, descontado o IPCA. A queda no lucro das grandes empresas, que declaram pelo lucro real, também colabora para o recuo.

De acordo com a Receita, as companhias que declaram IRPJ e CSLL pelo lucro real pagaram 10,64% a menos pela estimativa mensal de lucros de janeiro a maio do que no mesmo período de 2015 em valores corrigidos pela inflação. Para Malaquias, o motivo é a queda nos lucros das companhias de maior porte provocada pela recessão.

No modelo de lucro real, que abrange cerca de 130 mil companhias que faturam mais de R$ 78 milhões por ano, as empresas pagam com base em uma estimativa mensal de lucro. Caso a expectativa não se confirme, as companhias acertam as contas com o Fisco na declaração de ajuste.

Fonte: Economia IG

Tupperware promove ação de recrutamento em Pacatuba

Posted on

TupperwareA Distribuição Ciranda, distribuidora exclusiva da marca Tupperware no Ceará, realiza no dia 22 de junho, quarta-feira, a partir das 9h, na Praça da Juventude de Pacatuba, ação de recrutamento de novas consultoras para a marca.

A iniciativa, chamada de Dia D, promove cadastro para as pessoas que queiram torna-se uma consultora Tupperware e reativação de cadastro para as consultoras que estão inativas. A equipe da Ciranda vai estar presente na ação para orientar e esclarecer as dúvidas sobre os lucros e vendas dos produtos, campanhas e brindes.

A ideia é dar oportunidade de trabalho e renda extra com ganhos reais em horários flexíveis, para as pessoas que buscam uma atividade remunerada de acordo com a sua disponibilidade.

 

Obras na Praça Portugal estão com 40% de conclusão

Posted on

praça portugalA revitalização da Praça Portugal já está com 40% dos trabalhos concluídos. Equipes da Prefeitura de Fortaleza receberam, nesta terça-feira (14/06), no canteiro de obras, jornalistas para acompanhar o cronograma de serviços. A medida reforça o compromisso da gestão com a transparência na realização de projetos e obras de infraestrutura. A previsão é que o equipamento seja concluído em setembro.

De acordo com o engenheiro da obra, Eduardo Costa, todo o processo de infraestrutura elétrica e a tubulação já foram finalizados e cerca de 80% do novo piso já foram implantados nos quatro espaços laterais. Na área central, foram iniciados os serviços de instalação do piso e infraestrutura elétrica. O recuo da praça central também foi concluído com a pavimentação e toda a movimentação de terra necessária para execução da obra. A expectativa é que nas próximas semanas os espaços laterais recebam os mobiliários, como caramanchão, bancos e mesas de jogos.

Técnicos da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e da Autarquia de urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (Urbfor) acompanharam todos os transplantios das árvores, que já foram finalizados. Segundo a coordenadora de políticas ambientais da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Edilene Oliveira, um dos destaques da obra é em relação à área verde, que será ampliada. A Praça Portugal conta com 114 árvores no total e pelo menos outras 15 espécies nativas serão plantadas no espaço central. “Tivemos todo um cuidado em relação às árvores da praça. Queremos transformar o local em um espaço adequado para as espécies, ampliando a área verde”, explicou.

A nova Praça Portugal atenderá quatro pontos essenciais: urbanidade e maior acessibilidade; potencial de lazer e de turismo; prioridade e rapidez para o transporte público e vias acessíveis para todos os modais. “Queremos devolver uma nova praça para a cidade, que seja um equipamento que desenha um novo espaço, com mais área de lazer e acessibilidade para todos”, comentou Manuela Nogueira, coordenadora de Elaboração de Projetos da Secretaria de Infraestrutura (Seinf).

Da Prefeitura de Fortaleza.

Prefeitura alcança cobertura vacinal de 94% contra a Influenza

Posted on

Fortaleza superou a meta da campanha de vacinação contra a Influenza, alcançando 93,63% do público alvo, tendo aplicado aproximadamente 454 mil doses. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), durante esse período, intensificou as ações, com a realização do dia “D”, com abertura dos postos de saúde aos sábados e atividades de imunização em pontos estratégicos da Capital.

A cobertura entre o público-alvo ficou em 82,27% nas crianças e em 87,39% em gestantes, enquanto entre puérperas alcançou uma cobertura de 115% e, entre idosos, 93,78%. Durante a campanha, foram vacinados ainda profissionais da área da saúde, além de portadores de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes.

Para a coordenadora de Imunização da SMS, Vanessa Soldatelli, a superação da meta na Capital resulta na garantia de uma melhor proteção para a população de Fortaleza.

“Superamos a meta da campanha, logo garantimos uma maior cobertura e a redução no índice de complicações causados pela Influenza entre o público-alvo da campanha, que foram gestantes, crianças, idosos e trabalhadores de saúde”, destacou Vanessa.

As crianças que foram vacinadas pela primeira vez neste ano contra a Influenza precisam receber uma dose de reforço com 30 dias após a aplicação, destacando que o prazo encerra-se em dia 10 de julho. A campanha esse ano não será estendida para a população fora do grupo prioritário uma vez que a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde foi superada.

Os postos de saúde ofertam gratuitamente vacinas para crianças de 0 a 10 anos, adolescentes de 11 a 19 anos, gestantes, adultos acima de 19 anos e idosos a partir de 60 anos. As unidades funcionam no horário de 7h às 19h, de segunda à sexta-feira. A sala de imunização inicia os trabalhos às 7h30 e encerra às 18h30, tempo necessário para estabilizar a temperatura para aplicação e armazenamento.

Da Prefeitura de Fortaleza.

Quadra chuvosa de 2016 teve chuvas 45,2% abaixo da média

Posted on

O presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins, iniciou a coletiva de imprensa desta manhã (13), comunicando a consolidação do quinto ano se seca no Ceará. Entre os meses de fevereiro e maio, as precipitações observadas foram de 329,3mm. A média para o período é de 600,7mm, ou seja, choveu 45,2% abaixo da média.

“O principal fator para mais este ano de baixas precipitações foi o El Niño. A Funceme já tratava isso como uma preocupação desde dezembro de 2014, devido às perspectivas de que o fenômeno se estabeleceria com intensidade. Foi o que aconteceu. Agora, já estamos monitorando um provável resfriamento das águas do Pacífico Equatorial, que dissiparia o El Niño e, talvez, configuraria uma La Niña. Ainda é cedo pra uma previsão, mas há possibilidade de um cenário mais positivo em 2017”, explicou Martins.

Durante a apresentação nesta segunda, na sede da Funceme, ele mostrou que as regiões mais afetadas com as poucas chuvas foram Jaguaribana, Sertão Central e Inhamuns. Na faixa litorânea as precipitações tiveram desvios negativos menores, conforme a tabela abaixo.

Além do El Niño no Pacífico, as condições do Oceano Atlântico não estiveram favoráveis na maior parte da quadra chuvosa, o que manteve a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) mais afastada do Ceará. Quando esse sistema atua pouco no Estado a qualidade do nosso principal período de precipitações fica comprometida.