Ceará

Leilão solidário conclui campanha de doações

Posted on Updated on

Para marcar encerramento da Campanha Amigos em Ação 2018, a Alessandro Belchior Imóveis realiza hoje (8.12), a 15ª edição do tradicional Leilão Filantrópico de Obras de Arte Amigos em Ação, no Hotel Gran Marquise, a partir das 12 horas, sob a condução do leiloeiro João Paulo Ferreira da Montenegro Leilões. Durante o evento serão leiloadas as 88 obras de arte que estão expostas desde o dia 14 de novembro e segue até 06 de dezembro na CDL de Fortaleza.

O leilão tem o objetivo de arrecadar fundos para manutenção das obras assistenciais do projeto Amigos em Ação, que beneficia anualmente entidades filantrópicas cearenses com doações de alimentos. O leilão valoriza artistas já celebrados, mas também abre espaço para talentos recém-descobertos das artes plásticas cearenses, todos unidos em prol da solidariedade. Entre os nomes que contribuíram neste ano, estão artistas como Arivânio Alves, Cecília Bichucher, Milton da Costa, Mano Alencar, Vando Figueirêdo,Totonho Laprovítera, Ascal, Sergei de Castro, Francisco Bandeira, Almeida Leite, Adriano Paz, Hirma Castro, Tarciso Viriato, Vlamir de Sousa, Welton Silva, Expedito Lima, J. Pinheiro, Geraldo Sérgio Teixeira, Fabiano Chaves, Ferreirinha, Sandra Montenegro, entre outros.

Todos os anos um artista plástico doa o direito do uso de imagem de uma obra de arte para a identidade visual da campanha. Esse ano, a obra tema desenvolvida foi um abstrato óleo sobre tela do artista plástico cearense Antônio Bandeira, datado de 1956. A homenagem ao artista, que deixou sua marca na história da arte nacional, acontece no ano seguinte em que se completou cinco décadas de sua morte. “Sem-título” de Antônio Bandeira ilustra todas as peças de divulgação, folders, cartazes, camisas e convites da campanha.

Em paralelo ao Leilão Filantrópico, a Campanha Amigos em Ação vem mobilizando os conselheiros e associados para a arrecadação de gêneros alimentícios. A expectativa dos organizadores é atingir a meta de 25 toneladas de alimentos não perecíveis. Este ano, cinco instituições serão beneficiadas com as doações: Lar Torres de Melo, Creche São Judas Tadeu, Associação Maria Mãe da Vida, Santa Casa da Misericórdia de Fortaleza e Lar Amigos de Jesus que receberão um troféu de reconhecimento de seus trabalhos.

Como forma de agradecimento, o Amigos em Ação irá revelar e homenagear com o Troféu Amigos em Ação, os três maiores doadores da campanha em 2018. O movimento Amigos em Ação conta com a colaboração de 1600 empresários de diversos setores e a dedicação voluntária dos diretores e conselheiros do projeto no desenvolvimento da campanha. Cada participante tem que doar, no mínimo, 60 Kg de alimentos não perecíveis. Nos seus 27 anos de existência, o Amigos em Ação já arrecadou e doou mais de 420 toneladas de alimentos não perecíveis beneficiando mais de 100 entidades filantrópicas e comunidades carentes. Nas edições de 2015, 2016 e 2017 foram arrecadados quase 73 toneladas de alimentos.

Prefeitura de Fortaleza capacita micros e pequenos empreendedores

Posted on Updated on

Para apoiar micros e pequenos empreendedores locais no aperfeiçoamento dos negócios, a Prefeitura de Fortaleza promove mensalmente, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), capacitações gratuitas como parte do Programa de Empreendedorismo Sustentável.

Neste mês de dezembro, são ofertadas capacitações para áreas como: Marketing e Vendas; Empreendimentos Econômicos Solidários; Primeiros Passos para Montar seu Negócio; Liderança e Gestão de Pessoas; Como Precificar Seu Produto; Como Aumentar e Gerenciar Suas Vendas; Empreendedorismo e MEI; Estratégias Mercadológicas entre outras. Cada oficina tem duração de duas a três horas, com até 20 vagas por turma.

Para participar, basta apresentar identidade (RG), CPF e comprovante de residência. Os interessados devem se dirigir às Salas do Empreendedor nas Secretarias Regionais Vapt Vupt Messejana e Antônio Bezerra, Casa de Economia Solidária (Ecosol) ou no Espaço do Artesanato da SDE, que fica localizado na avenida Santos Dumont, 2.500, loja 17, bairro Aldeota.

Esta é mais uma ação do Programa Fortaleza Competitiva, que engloba um pacote de medidas de estímulo à criação de um cenário qualificado para novos negócios, desenvolvimento econômico, geração de emprego e rend apoiar os micros e pequenos empreendedores locais no aperfeiçoamento do seu negócio, a Prefeitura de Fortaleza promove mensalmente, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), capacitações gratuitas como parte do Programa de Empreendedorismo Sustentável.

Festival de Holambra chega ao Cariri cearense

Posted on Updated on

A X edição do Festival das Flores de Holambra no Cariri chega a sete dias de realização, levando beleza e encantamento para o público caririense. Até o próximo domingo, 9.12, estarão disponíveis para comercialização em Juazeiro do Norte, na Praça do Cinquentenário (ao lado do Memorial Padre Cícero), flores e plantas ornamentais. São mais de 200 espécies à disposição do público.

No local de realização também estão sendo realizados shows, oficinas, dicas especiais para o público de como cultivar suas plantas e melhor ornamentar seus espaços em casa ou no trabalho. São mais de 100 mil pessoas, ao longo desses 10 anos, que já passaram pelo festival. A feira já é consolidada na região e demonstra a grande aceitação do público pelos produtos de Holambra, no interior de São Paulo.

Na última segunda-feira, um novo carregamento de plantas e flores ornamentais chegaram em Juazeiro do Norte, renovando o jardim, com as mais variadas espécies. Para o coordenador desta X edição do Festival, Júnior Sobreira, a feira tem sido um grande sucesso a cada ano. Mesmo estando noutro espaço ao lado do Memorial Padre Cícero, é recorde de público.

São crianças, idosos, adultos, que a cada ano participam do evento. No local, há pessoas que estarão à disposição para orientar sobre o cultivo das plantas que vêm de Holambra. Até o próximo domingo, das 8h às 20 horas os corredores de Holambra no Cariri estarão abertos para receber o público de toda a região e de estados vizinhos.

CDL de Fortaleza e BNB acertam financiamento para o comércio

Posted on Updated on

Os lojistas de Fortaleza têm um motivo especial para comemorar neste fim de ano. Em negociação do presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, com o presidente do Banco do Nordeste (BNB), Romildo Carneiro Rolim, e com o superintendente do banco no Ceará, Jorge Bagdeve, os comerciantes vão poder fazer empréstimos para capital de giro e parcelar em até 36 vezes, com juros a partir de 0,50% ao mês.

Em setembro, o BNB anunciou o convênio, mas havia estipulado número máximo de parcelas em 18 meses. Após conversas com os lojistas, Assis Cavalcante identificou a necessidade de um prazo maior e recorreu aos dirigentes da instituição bancária.

Romildo Rolim e Jorge Bagdeve solicitaram a ampliação junto aos Ministérios da Fazenda e da Integração Nacional, que atenderam o pleito.

Indústria cearense amplia horas trabalhadas

Posted on Updated on

Os Indicadores Industriais de outubro apontam aumento no Faturamento Total de 0,3% em comparação com o mês de setembro, na série livre de efeitos sazonais. Com efeito, as Horas Trabalhadas também registraram crescimento, de 1,7%, em relação ao mês anterior.
 
O Emprego, apesar da queda de 0,9% em outubro, ainda acumula crescimento de 0,9% no ano. A Massa Salarial Real apresentou queda de 0,5% em relação a setembro, embora ainda apresente crescimento de 2,2% no ano. 
 
A atividade industrial em outubro no Ceará ficou em 81,1% da Utilização da Capacidade Instalada. Essas constatações foram possíveis a partir de uma análise dos dados oriundos da Pesquisa dos Indicadores Industriais, realizada pelo Observatório da Indústria, da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria – CNI.  

Nova empresa vai gerir ativos do Governo do Ceará

Posted on Updated on

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou a Lei que cria a Companhia de Participação de Ativos do Ceará (CearaPar),  empresa de economia mista vinculada à Secretaria da Fazenda, que vai gerir os bens do Estado. Atualmente, a administração desses bens é feita pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), mas segundo o secretário da pasta, Maia Júnior, é necessário especializar ainda mais esse trabalho. “Acreditamos ser melhor para o Estado montar uma estrutura que gerencie esses ativos com maior eficiência do que acontece hoje”, afirmou.

A matéria está no pacote de 11 mensagens enviadas pelo governador Camilo Santana(PT) à Assembleia Legislativa na semana passada e tramitou em regime de urgência. O intuito é valorizar e criar riqueza a partir dos ativos que o Estado já possui por meio de uma gestão administrativa, financeira e patrimonial eficiente, garantindo maior sustentabilidade no curto, médio e longo prazos.

A Companhia terá como um dos principais objetivos dar suporte à Previdência Estadual, que possui déficit de mais de R$ 1,8 bilhão por ano. Segundo a Seplag, isso se dará por meio dos recursos obtidos com a venda de imóveis, ativos mobiliários e cobrança da dívida pública a serem geridas pela CearaPar.

A ideia é que a CearaPar faça um levantamento de todos 7 mil imóveis do estado (terrenos e prédios estatais) e faça estudos de valores. E, a partir daí, o Estado poderá vendê-los ou alugá-los. “A comercialização desses imóveis que não são utilizados pode gerar uma receita extra-orçamentária que vai ajudar no déficit da nossa Previdência”, ressaltou o secretário Maia Junior.

A CearaPar será administrada por um Conselho de Administração e um Diretoria, submetidos a um Conselho Fiscal. Poderá contar com servidores cedidos da administração pública direta e indireta do Governo, além de serviços especializados de terceiros e instituir quadro próprio de pessoal. Ao recomendar uma venda de ativo, o Governo terá que submeter à Assembleia Legislativa para aprovação. Só então poderá dar encaminhamento ao processo.

Eunício: cessão onerosa ainda não tem acordo

Posted on Updated on

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse que ainda não há acordo para votação do projeto que estabelece a cessão onerosa (PLC 78/2018). Os senadores querem compartilhar com estados e municípios parte dos recursos da venda do pré-sal. Mas não querem que o projeto volte à Câmara dos Deputados como consequência dessas mudanças.

O líder do governo, senador Romero Jucá (MDB-RR) espera uma solução para os próximos dias a tempo de votar o projeto neste ano. Ele explicou que falta encontrar um mecanismo que impeça que o dinheiro da venda do pré-sal impacte no teto de gastos.

Artesanato do Ceará busca mais espaços na Europa

Posted on Updated on

Onélia: artitulação pelo artesanato

Começou sábado (1º) e segue até domingo (9.12), em Milão, na Itália, a “L’ Artigiano on Feira”, 23ª Mostra Mercado Internacional do Artesanato. O rico e legítimo artesanato cearense está sendo exposto e comercializado nessa que é a maior feira mundial dedicada ao segmento artesanal, gastronômico e de turismo. A participação do Ceará no evento tem o intuito de promover e divulgar o trabalho dos artesãos do Estado com foco na ampliação de mercado, principalmente o europeu.

A primeira-dama do Estado, Onélia Santana, o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Francisco Ibiapina, o secretário adjunto do Esporte, Marcos Lage, e a coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA), Amanaci Diógenes, estiveram na abertura do evento.

“Como cearense e filha do Cariri, berço da cultura do nosso Estado, fico muito orgulhosa em saber que nosso artesanato está ganhando o mundo. Esse reconhecimento é graças a uma política de investimentos do Governo do Ceará ao segmento artesanal. Para nós é uma responsabilidade grande dá continuidade ao sucesso que conquistamos durante esses quatros anos de gestão do governador Camilo Santana”, destaca Onélia Santana.

No estande cearense, o visitante tem acesso ao trabalho ao vivo do xilógrafo José Lourenço, além de produtos em diversas tipologias como areia colorida, argila, fibras vegetais, madeira, papel, metais, fios e tecidos (renda de bilro, labirinto, filé, tecelagem, crochê e bordado), entre outras que serão comercializadas durante os dias de evento. Cerca de 1.800 artesãos e entidades artesanais de todas as regiões do Estado serão beneficiados com as vendas das peças.

Para melhorar a qualidade do legítimo artesanato cearense, os produtos passaram pela Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses (Selo Ceart), que foi implantado em 2015. Entre os benefícios do Selo Ceart estão a garantia da autenticidade da produção artesanal e o reconhecimento das obras de arte popular; a consolidação dos canais de comercialização; o aumento da competitividade da produção artesanal; diferenciação dos produtos artesanais das peças elaboradas industrialmente, reconhecendo seu valor de tradição e cultura; proteção do artesanato cearense da falsificação e da concorrência desigual de produtos similares, além da promoção da confiança do consumidor facilitando a identificação do artesanato cearense. Foram certificados com o Selo Ceart 5.259 produtos artesanais, beneficiando diretamente 9.860 artesãos.

A Central de Artesanato do Ceará (Ceart) é vinculada à Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), órgão do Governo do Ceará, e responsável pelo Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA), que é a política pública do Governo do Ceará destinada ao setor e tem o objetivo de valorizar o artesanato cearense preservando a cultura, o talento, a tradição e a arte popular de cada região do Estado. Dessa forma, desenvolve ações e projetos para qualificação de artesãos, apoia a comercialização, realiza a gestão da Central e do Fundo Especial de Desenvolvimento e Comercialização do Artesanato (Fundart).

Tem o objetivo de promover o artesanato cearense com foco na geração de ocupação e renda e a inclusão social e produtiva do artesão. O setor artesanal promove ainda a inserção da mulher e do jovem na cadeia produtiva e comercial, fixa o artesão em seu lugar de origem e consolida a identidade cultural cearense. O programa hoje atende artesãos, grupos de produção e entidades artesanais em 90% dos municípios do Ceará, totalizando cerca de 42 mil cadastrados na Ceart.

O artesanato cearense é destaque no Brasil e tem o reconhecimento do governo de Camilo Santana (PT). Em 2015, o governador assegurou ao artesão cearense a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Foram beneficiados com a isenção fiscal mais de 40 mil artesãos no Estado. Em dezembro de 2017, o Ceará ganhou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz, mais um ponto comercialização do artesanato cearense, que também está em três lojas de Fortaleza: na Matriz, na Praça Luíza Távora; no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Shopping Rio Mar, além da loja localizada em Guaramiranga.

O Estado também garantiu a participação de artesãos em feiras locais, estaduais e nacionais e ainda internacional, quando o Ceará esteve na Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde, em Portugal, em 2017. A Ceart esteve em cerca de 240 eventos de promoção e comercialização do artesanato cearense deste 2015. Os artesãos cearenses passam por processo de capacitação constante. Foram capacitados e assessorados 14.919 artesãos com o intuito de aperfeiçoar o design dos produtos.

O investimento em capacitação e em ações e projetos que apoiam a comercialização estimulam as vendas dos produtos artesanais. No triênio 2015/2017 e até agosto de 2018 foram comercializados 257.066 peças artesanais, beneficiando diretamente 26.600 artesãos.

Grafitaria se torna elemento de inclusão social em Fortaleza (CE)

Posted on Updated on

Alunos da Escola Estadual de Educação Profissional Paulo VI, no bairro Jardim América, em Fortaleza (CE), participaram da oficina de grafitaria “Jovens Unidos pelo Fim da Violência contra a Mulher”, realizada sob orientação da psicopedagoga Raieliza Lobo e da psicóloga Inês Reis, ambas do Juizado da Mulher de Fortaleza. A iniciativa faz parte da 12ª edição da Semana da Justiça pela Paz em Casa.

A juíza titular do Juizado da Mulher, Rosa Mendonça, destaca a importância da juventude em atividades sobre o tema. “É extraordinário como os jovens retratam a violência contra a mulher por meio da arte da grafitaria. É importante se aproximar da linguagem da juventude”, enfatiza.

Para a diretora da escola, Corina Bastos, “toda conscientização a respeito da violência doméstica é sempre bem-vinda. Apesar de o tema ser difícil de ser debatido entre os jovens, a iniciativa deve ser parabenizada”, comemora.

A oficina integra programação idealizada pelo Juizado da Mulher. Várias atividades voltadas para a população, como cadastro para vagas de emprego e cortes de cabelos, foram realizadas no decorrer da 12ª edição da Semana pela Paz em Casa, que se encerra nesta sexta-feira (30/11).

A Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa é uma promoção do Supremo Tribunal Federal (STF) em parceria com o Judiciário de todos os estados do País. A proposta é coibir a violência contra a mulher e promover a paz social.

A ação ocorre desde 2015, três vezes ao ano (em março, mês da mulher; agosto, aniversário da Lei Maria da Penha; e novembro, ativismo mundial em prol da causa).

Congresso deve definir orçamento de 2019 em duas semanas, informa Eunício

Posted on Updated on

O presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (MDB-CE), informou hoje (6.12) que o Congresso Nacional terá sessões nas duas próximas semanas para votação de créditos adicionais, vetos presidenciais e para conclusão do Orçamento para 2019.

“Na semana que vem devemos fazer uma sessão do Congresso para votar os PLNs que ainda estão pendentes e para fazer a derrubada de alguns vetos que eu acho que foram apostos de uma forma técnica, mas, do meu ponto de vista político, inconveniente para ajudar a destravar alguns setores da economia brasileira”, afirmou Eunício.

Ele acrescentou que a votação do projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019 deve ocorrer em sessão do Congresso a ser realizada na semana de 17 a 21 de dezembro, última antes do recesso parlamentar de fim de ano.

Esperando votação do Plenário do Congresso estão 11 vetos presidenciais e 17 projetos de lei do Congresso Nacional (PLNs) que abrem créditos especiais ou suplementares no Orçamento de 2018.

Eunício disse ainda que cedeu um grupo de servidores da Consultoria de Orçamento do Senado para trabalhar junto com a equipe de transição do governo federal, para que o próximo presidente da República e seus ministros analisem possíveis adaptações que ainda podem ser feitas na peça orçamentária de 2019.