Ceará

SENAI/CE oferta 290 vagas em cursos profissionalizantes

Posted on

images O Senai/CE está ofertando mais quase 290 vagas em cursos profissionalizantes presenciais e a distância, distribuídas em 18 turmas, na terceira semana do mês de julho. As qualificações nesse período de férias são nas áreas de Alimentos e Bebidas, Automação Industrial, Construção Civil, Eletroeletrônica, Gestão, Metalmecânica, Polímeros, Segurança do Trabalho, Tecnologia da Informação, Têxtil e Vestuário, Transporte. Os cursos acontecem em oito unidades do Senai no Ceará, localizadas em Fortaleza, Horizonte, Maracanaú, Sobral e Juazeiro do Norte, nos turnos manhã, tarde e noite.

Os interessados (pessoas físicas e jurídicas) já podem reservar suas vagas nos cursos pelo telefone (85) 4009.6300 ou pelo endereço eletrônico http://www.senai-ce.org.br no link Cursos para Você.

Os valores de um curso no SENAI variam de acordo com a área escolhida e a carga horária. Os preços estão entre R$ 110,00 a R$ 1.155,00, e a carga horária entre 40h a 160h.

Sobre o SENAI

O SENAI é uma escola de Educação Profissional que existe há mais de 70 anos. Um aluno que conclui um curso em umas das escolas do SENAI CE tem o seu certificado de conclusão reconhecido nacionalmente.

Mídia e Democracia em seminário

Posted on

pmlO jornalista Paulo Moreira Leite (foto), diretor do jornal digital Brasil 247 (www.brasil247.com), é o convidado da série de debates Seminário Mídia e Democracia – Democratizar as Comunicações é Democratizar o Brasil. Promovido em Fortaleza pelo Movimento Democracia Participativa (MDP), o evento será  realizado quinta-feira, 9 de julho, das 19 às 22 horas, no auditório da Universidade do Parlamento Cearense (Unipace), no anexo da Assembleia Legislativa.

O seminário terá ainda a participação do jornalista Rafael Mesquita, coordenador do Comitê Regional do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) e secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas do Ceará, e do padre Ermanno Alegri, diretor da Agência de Informação Freio Tito para a América Latina (Adital). Paralelamente, haverá exposição das obras do artista plástico Edilson Rocha e apresentação do Grupo de Capoeira da Escola Salesiano.

Ao final do debate, Paulo Moreira Leite autografará os livros A mulher que era o general da casa – Histórias da resistência civil à ditadura e A Outra História do Mensalão, ambos de sua autoria.

Aos 63 anos, dos quais 46 dedicados ao jornalismo, Paulo Moreira Leite atuou nos principais periódicos brasileiros, como Jornal da Tarde, Folha de São Paulo, Diário de São Paulo, O Estado de São Paulo e revista Época. Foi correspondente em Washington da Gazeta Mercantil e em Paris da revista Veja. É ex-vice-presidente da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, tendo atuado no iG e dirigido a revista IstoÉ em Brasília até agosto de 2014. Atualmente apresenta o talk show Espaço Público na TV Brasil.

Fortaleza sedia encontro da cadeia nacional de abastecimento

Posted on

untitledA Convenção Anual do Atacadista Distribuidor é o maior encontro de negócios do segmento na América Latina, onde profissionais da cadeia de abastecimento encontram produtos, equipamentos e serviços que geram grandes oportunidades de negócios. A 35ª Convenção Anual do Atacadista Distribuidor – ABAD 2015 FORTALEZA é uma realização da ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores, em parceria com a ACAD – Associação Cearense dos Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados. O encontro será realizado de 3 a 6 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará.

Esse tradicional evento, com quatro dias de duração, é o local ideal para conhecer lançamentos e novas tendências. É também a melhor oportunidade para estreitar relacionamento e fechar parcerias com integrantes da cadeia de abastecimento nacional, incluindo agentes de distribuição, palestrantes, fornecedores do setor e indústria, com destaque para fabricantes de alimentos, bebidas, produtos de higiene pessoal, limpeza, candies, artigos de bazar, entre outros.

A Convenção se destaca também no aspecto da capacitação. Visitantes e expositores podem participar das palestras técnicas de alto nível oferecidas pela ABAD, aperfeiçoadas a cada ano. Essas palestras, ministradas por especialistas, visam promover o conhecimento e divulgar novas tecnologias que aumentem a competitividade do setor.

A Convenção Anual da ABAD reúne um público altamente qualificado, composto por profissionais com poder de decisão dentro das empresas e que comparecem ao evento predispostos a negociar e fechar contratos. Essa característica faz do evento uma grande vitrine para lançamento de produtos, com ótimo retorno para os expositores e de alto interesse para os visitantes.

Com mais de 20 mil visitações, a edição de 2014, realizada em Curitiba, recebeu agentes de distribuição de todo o país que buscavam conhecer lançamentos e realizar bons negócios com os quase 200 expositores presentes no evento.

Governo do Ceará, Prefeitura e Fiec se reúnem para discutir HUB

Posted on

150706_hub da tam_MG_4620O governador Camilo Santana se reuniu na manhã desta segunda-feira (6), no Palácio da Abolição, com o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e o presidente da Federação das Industrias do Ceará (FIEC), Beto Studart. Em discussão, principalmente ações e medidas em defesa do HUB da TAM na capital e o desenvolvimento industrial do Estado. “Criamos um grupo para continuar a mobilização em torno do HUB da TAM em Fortaleza. Estamos juntos com a Prefeitura e a Fiec para traçar estratégias e garantir o atendimento às demandas que a empresa tem nos colocados”, citou o governador.
Durante a reunião, os chefes do executivo do Estado e Município, secretários de Estado e representantes da Fiec debateram os principais pontos para o estabelecimento do HUB, incrementando ações para o desenvolvimento das indústrias do Estado. “Nós ficamos animados em participar dessa união de ações e estratégicas convergentes, tanto do Governo do Estado quanto da Prefeitura de Fortaleza, para o desenvolvimento econômico do Estado. Desta forma, estamos debruçados nesta mobilização encabeçada pelo Estado para trazer este investimento de bastante importância para o Ceará”, destacou Beto Studart.

Sobre o HUB da Tam No dia 22 de junho, o governador Camilo Santana reuniu no Palácio da Abolição mais de mil representantes da sociedade civil, lideranças empresariais e políticas para trazer o centro de conexões para o estado. Com a mobilização “Todos Unidos pelo HUB da TAM no Ceará”, Camilo procura sensibilizar sobre a importância do empreendimento para o Estado, não apenas com o objetivo de consolidar a vocação turística, mas fortalecer a economia cearense no longo prazo. “O Ceará tem feito muitos investimentos que têm potencializado o turismo nos últimos anos. Não tenho dúvida de que temos infraestrutura necessária para receber o equipamento”, ressaltou o governador, na ocasião.

O HUB representa investimento de R$ 4 bilhões e deve promover a geração de 10 mil empregos diretos e indiretos, além de um 150706_hub da tam_MG_4633_1incremento histórico para o turismo, comércio e setor de serviços como um todo. Com a instalação do empreendimento, o Ceará terá crescente oferta de voos diretos, começando com 14 voos para a Europa.
Segundo o governador, a TAM está fazendo um acompanhamento técnico das ações executadas pelo Governo e pela Prefeitura para viabilizar o empreendimento. “Atualmente, foi nos colocado como principal medida as condições aeroportuárias do Estado. Um dessas ações que nos foi estabelecido seria a adesão da concessão do nosso Aeroporto. E nós garantimos. Foi um dos pré-requisitos da empresa para aceitação da nossa proposta. Por isso, no que depender do Governo Federal, Estado e da Prefeitura de Fortaleza, nós vamos garantir todas as condições necessárias para a vinda do HUB para o nosso Estado”, ressaltou. Estiveram presentes na reunião os secretários Élcio Batista (Chefia de Gabinete), Alexandre Landim (Casa Civil), Arialdo Pinho (Turismo), André Facó (Infraestrutura), além do prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio e o presidente da Fiec, Beto Studart.

O que é um HUB
Hub é um aeroporto que se destaca no contexto de um país ou região pela sua dimensão e pela sua atração de um grande número de voos, abrindo maiores possibilidades de receber visitantes. Também se pode denominar hub ao aeroporto onde uma determinada companhia aérea possui a sua sede, hangares ou terminais dedicados. Desenvolvimento do Ceará
A instalação de um HUB no principal aeroporto do Ceará, o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, representa um avanço significativo para a economia do Estado. Isso porque cerca de 73% da economia cearense são baseados em serviços, alavancados principalmente pelo turismo.
Segundo a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), somente na última alta estação o Ceará recebeu 1.023.485 turistas. O período compreende os meses de dezembro de 2014 e janeiro e fevereiro deste ano. A demanda de visitantes teve um acréscimo de 5,3% em comparação com os números do mesmo período do ano anterior, quando o Estado recebeu 971.350 turistas. Foi gerada uma receita de R$ 2,1 bilhões durante a alta estação, número 23,8% maior que no ano passado.
Um centro de conexões aeroviárias facilita, do ponto de vista logístico e empresarial, a oferta e a procura por pacotes para um destino já consolidado como é o Ceará. Comprovado pelo segundo ano consecutivo como o melhor Estado destino do Brasil pelos agentes de viagem do Estado de São Paulo, o maior mercado emissor de turistas do País.

Prefeitura de Fortaleza promove I Feira de Economia Solidária de Fortaleza

Posted on

nely_rosa_34_4A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), promoveu a I Feira de Economia Solidária de Fortaleza, nesta sexta-feira (03/07), na Praça da Igreja de Fátima. A feira tem o objetivo de fomentar a organização de projetos coletivos, visando geração de trabalho e renda, inclusão social e a promoção do desenvolvimento justo, solidário e sustentável.

Segundo a gerente de Economia Solidária da SDE, Ana Paula Benício, a meta é realizar mais 47 feiras até o fim de 2016. “A principal importância da feira é divulgar os princípios da Economia Solidária, já que a maior parte da população desconhece esse conceito. Queremos despertar o interesse das pessoas, promover a integração entre os grupos produtivos”, disse.

A SDE mantém a Casa de Economia Solidária na Rua Monsenhor Otávio de Castro, 818, onde são realizados workshops e palestras para 56 grupos.

A I Feira de Economia Solidária contou com a participação de 16 grupos da economia solidária, beneficiando 40 pessoas. Eliane Barbosa, do Ateliêr Multiartes, grupo formado exclusivamente por mulheres desde 2005, acha muito importante esse momento para a auto estima das pessoas. “É uma maneira da gente se reconhecer dentro do mercado de trabalho e melhorar nossa geração de renda”, explicou.

A programação contou com palestra sobre Feminismo e Economia Solidária (Rede Estrela de Iracema), Oficina de Contação de Histórias (SESC), venda de comidas típicas e apresentação cultural do Grupo folclórico Cordapes.

 

Da Prefeitura de Fortaleza.

Artesãos cearenses estão cada vez mais profissionalizados

Posted on

untitledA Feira Cearense da Agricultura Familiar é uma iniciativa que visa conhecer uma diversidade de produtos ligados não apenas a agricultura familiar mas, também, a um outro universo que tem a marca da inspiração nordestina, o artesanato.

 

Dilauba Lima e Ana Lúcia do Nascimento são artesãs há mais de 20 anos e são exemplo do crescimento do setor no Ceará. Elas fazem parte da Associação dos Feirantes Artesãos de Fortaleza (AFAF) e atualmente participam de eventos e congressos em todo o estado e fora do Ceará.

 

“Começamos pela necessidade por conta do desemprego. Mas nos interessamos e começamos a nos profissionalizar e amamos o nosso trabalho”, conta Ana Lúcia, que vai participar de um congresso no Rio Grande do Sul representando o artesanato cearense.

 

As artesãs participam de eventos e feiras em shoppings, terminais de ônibus, congressos. Os preços dos produtos variam de R$15 a R$20.

Metrofor assina ordem de serviço para pacote de telecomunicações

Posted on

metroA Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) assinou esta semana a ordem de serviço para implantação do sistema de telecomunicações da Linha Sul do metrô de Fortaleza. O resultado da licitação – reconhecendo vitória do Consórcio Comunicação Metrofor – foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 8 de junho. O valor global do contrato é de R$ 28.773.657,58.

Esse investimento vai garantir agilidade e precisão na comunicação interna que envolve trens, estações e o Centro de Controle e Operações (CCO).

“Com isso, podemos ter uma operação cada vez mais segura e um atendimento ao usuário cada vez melhor”, afirmou o presidente do Metrofor, Eduardo Hotz.

O sistema de telecomunicações é importante na transmissão de informações para os passageiros, dentro dos vagões e estações. No contrato, está prevista a implantação do subsistema de sonorização, que funcionará através de caixas de som instaladas dentro das TUEs (trens unidade elétrico) e nas estações do metrô. Através de mensagens gravadas ou alertas ao vivo, será possível comunicar aos usuários a existência de eventual imprevisto, fornecer informações gerais, programação de trens e mensagens institucionais.

O sistema de telecomunicações inclui, ainda, o subsistema de circuito interno de TV. Atualmente, já existem câmeras que captam imagens dentro dos trens. Porém, com a implantação do sistema de telecomunicações, o registro dessas imagens integrará o monitoramento constante das atividades e ocorrências no metrô de Fortaleza. Dentro do CCO, haverá telões para acompanhamento das imagens em tempo real. É previsto ainda a implantação de painéis eletrônicos nas plataformas, fornecendo informação visual sobre horários dos trens e sentido do deslocamento.

Cronometria e radiocomunicação
O subsistema de cronometria – também previsto no pacote de telecomunicações – será responsável por acompanhar com exatidão o tempo de deslocamento de cada trem, fornecendo informações em tempo real para o relógio de cada estação da Linha Sul. “A cronometria é o que garante que todas as áreas do metrô funcionem exatamente no mesmo tempo, de forma sincronizada”, explica Eduardo Hotz.

Outro subsistema previsto é o de radiocomunicação, que será importante na troca de mensagens entre os funcionários do metrô – nas estações, no CCO, no Centro de Manutenção – bem como entre os agentes de segurança. Implantado o pacote de telecomunicações, todos os registros de som (que passam pelo CCO) e de imagens ficarão arquivados em um banco de dados.

O Consórcio Comunicação Metrofor é formado pelas empresas ACE Systems Soluções em Tecnologia da Informação LTDA, Hitech Tecnologia e Sistemas S.A e Tecbrás Engenharia S.A. Juntas, as empresas são responsáveis pelo projeto, instalação e montagem de todos os equipamentos relativos ao sistema de telecomunicações do metrô, no prazo contratual de dois anos e meio.

Rede de grãos torrados busca franqueados na região Nordeste

Posted on

nutbaA Nutty Bavarian – rede especializada em grãos torrados e glaceados – está procurando novos empreendedores na região Nordeste, em especial nas cidades de Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE) e Aracajú (SE). A rede, que atualmente conta com 117 unidades em operação em todo país, já possui quatro pontos na região marcando presença em Alagoas, Maranhão, Paraíba e Rio Grande do Norte. Cada loja ativa recebe em média 3000 consumidores por mês.

“Temos muito interesse em crescer no Nordeste, pois entendemos que é um local com grande potencial para a Nutty Bavarian. Além de possuir um público que aprecia a qualidade e o sabor diferenciado das nuts (amêndoas, nozes, pecan, amendoim, pistache, avelã e castanha de caju), somado a isso, a região aponta um ótimo desenvolvimento sócio econômico e com vários empresários promissores, o que nos motiva a prospectar fortemente o local”, comenta Adriana Auriemo diretora da Nutty Bavarian.

Sobre a NUTTY BAVARIAN:
A Nutty Bavarian é uma empresa especializada em amendoins, castanhas, nozes, amêndoas, avelãs e outros grãos glaceados e torrados. No Brasil desde 1996, a marca atua com franquias de quiosques de baixo investimento, divididas em três modelos de negócios: Standard (taxa de franquia a partir de R$ 80 mil reais) e Premium (taxa de franquia de R$ 85 mil reais). Atualmente, a rede conta com 117 quiosques distribuídos em 16 estados mais o Distrito Federal.

Projeto “Viva o Centro Fortaleza” realiza programação cultural

Posted on

foto-passeio-público-fortalezaO Centro de Fortaleza será palco de atrações culturais diversificadas no sábado, 4 de julho. Museus, teatros, equipamentos e lugares de fruição cultural participam da segunda edição do projeto “Viva o Centro Fortaleza”, que tem como objetivo principal a valorização do Centro sob o aspecto cultural, promovendo uma melhor qualificação do uso e preservação dos espaços públicos e privados. A programação inclui atividades pela manhã, à tarde e a noite.

O projeto realiza ações mensais, aos sábados, durante todo o dia, com programação articulada entre os espaços participantes. Cada um deles cria sua programação e se articula com as demais, de forma a estimular que o público visite o Centro e permaneça no local para participar de outras atividades. As atividades são voltadas a um público diversificado, como pessoas de menor acesso a cultura, usuários habituais do Centro, dentre outros.

A ação também faz um convite para um outro olhar sobre o Centro e seus equipamentos e instituições culturais com programação permanente. O objetivo é reforçar a variedade do bairro, acessível a todos, e convidar o público para se apropriar do direito à cidade, ocupação e integração dos espaços públicos e privados, valorização da produção artística cearense e pleno exercício dos direitos culturais.

A primeira edição, realizada dia 23 de maio, reuniu um público diverso que se espalhou pelos equipamentos e acompanhou as programações oferecidas. O grupo tem promovido reuniões regulares desde janeiro deste ano para formatar de modo coletivo a programação e logística do projeto. De acordo com o grupo, não é preciso grandes investimentos financeiros, mas apenas disposição do equipamento ou produtor para propor atividade de acordo com suas possibilidades.

A cada edição, a organização do projeto muda, reforçando o sentido de colaboração. Nesta segunda edição, o Museu da Indústria e a AGIR estão organizando. Outra novidade é a integração de instituições à programação do Viva o Centro: Cine-teatro São Luiz, Espaço Cultural Correios, Centro Cultural Crea e 10ª Região Militar.

Além desses, participam desta segunda edição o Centro Cultural do Banco do Nordeste do Brasil (CCBNB); Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Secult (Theatro José de Alencar, Teatro Carlos Câmara, Sobrado José Lourenço, Museu do Ceará, Casa de Juvenal Galeno e Biblioteca Pública do Estado – Espaço Estação); Associação dos Guias Turísticos (AGIR); Instituto Cultural Anima; Museu da Indústria/SESI/FIEC; Secretaria Regional do Centro de Fortaleza (Sercefor); Programa Fortaleza a Pé; Casa Fora do Eixo Nordeste; e Associação dos Produtores do Ceará (Prodisc).

Programação
A programação deste sábado, 04/07, inclui diversas atividades culturais, começando às 8h da manhã, com passeio ciclístico partindo da Praça dos Leões, promovido pela AGIR; e caminhada pelas praças e espaços culturais, partindo da Praça do Ferreira, em frente ao Cine Teatro São Luiz, promovida pelo Programa Fortaleza a Pé e Centro Cultural do CREA-CE; e seguindo até 22h, quando acontece a Festa Reggae, promovida pela Prodisc, na Praça dos Leões. Confira aqui a programação completa.

Serviço
“Viva o Centro Fortaleza”
Sábado, 04/07, dia de programação pelos equipamentos e espaços do Centro
Das 8h às 00h
Informações: Camila Gadelha – jornalista Sistema FIEC/Museu da Indústria -cfgadelha@sfiec.org.br / 85 99415 3535

Nova unidade do Sine/IDT em Fortaleza

Posted on

Rdestaque_idtO Governo do Ceará inaugurou hoje a nova Unidade Modelo de Atendimento do Sine/IDT, no Centro de Fortaleza, totalmente reformada e reequipada. “É mais um equipamento adequado que vai oferecer melhor atendimento a toda população. Além de um modelo diferenciado de acolhimento, encaminhamento e orientação que é implantado pelos profissionais deste equipamento”, observou a vice-governadora Izolda Cela, que descerrou a placa oficial, iniciando as atividades.

Foram investidos cerca de R$ 400 mil na Unidade Modelo, em um espaço de 1.223 m², em que foram distribuídas 14 cabines de atendimento integrado, permitindo o acesso de 217 mil pessoas por ano. Com isso, o local amplia em 20% o potencial de toda rede, beneficiando diretamente 14 bairros que juntos reúnem mais de 270 mil habitantes, contribuindo para a requalificação do Centro da Capital.

Segundo Josbertini Clementino, secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), o aumento no atendimento é reflexo da alta oferta de empregos.

“Para além de qualificar toda a atuação de atendimento integrado ao trabalhado, nós ampliaremos em 20% o número de atendimentos. Por isso este é um equipamento importante que estamos humanizando ainda mais. Principalmente, em um momento em que o nosso Estado passa por bom momento no emprego. Esta semana, por exemplo, estamos ofertando mais de 1.750 novas vagas com carteira assinada”, destacou Josbertini.

O prédio abriga ainda um núcleo de psicologia e um de atendimento especializado à pessoa com deficiência, além de dispor de um auditório e sistema de avaliação online, permitindo a análise em tempo real dos serviços oferecidos à população. Com o intuito de otimizar e dinamizar o tempo de espera no atendimento, o Sine/IDT oferece ainda a Estação Conhecimento, um espaço inovador projetado para atender o trabalhador, com biblioteca, sala de multimeios e laboratório de informática, permitindo a realização de palestras, oficinas e treinamentos. Entre os serviços oferecidos pela nova unidade do SINE/IDT estão avaliação psicológica para processos seletivos de empresas, recrutamento e seleção de profissionais, inscrição para emprego, orientação profissional, capacitação e qualificação profissional, oficinas de orientação para o mercado de trabalho e captação de vagas com as empresas, emissão de Carteira do Trabalho e Previdência Social (CTPS) e atendimento para habilitação no seguro-desemprego formal. “Muitos dos que procuram atendimento, muitas vezes, chegam despreparados e sem uma qualificação que torne possível uma inserção no mercado de trabalho de forma mais imediata. Por isso este equipamento que dá a estrutura e torna possível o ingresso do cidadão para qualificação e mercado de trabalho, torna-se, além de relevante, necessário para o desenvolvimento de emprego e renda no Estado”, comentou a vice-governadora.