Topless

Eunício Oliveira fortalece municipalismo

Posted on Updated on

Do blog do jornalista Roberto Maciel:

O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (PMDB-CE, na foto), recebeu o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará, Gadyel Gonçalves, um grupo de prefeitos cearenses e o presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Roberto Ziulkoski. Na pauta do encontro, projetos de interesse municipais, como o veto 30/2017, que suspende pontos da lei 13.485/2017, que parcela e concede descontos às dívidas previdenciárias dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Os prefeitos ainda pediram apoio do senador para que, junto ao governo, ele possa reforçar a luta por um crédito extra emergencial para os municípios. Os gestores solicitam aporte de R$ 4 bilhões para que as prefeituras consigam organizar suas finanças até o final do ano. Segundo o prefeito de São Benedito e presidente da Aprece, Gadyel Gonçalves, muitas prefeituras estão com dificuldade de fechar as folhas de pagamento e de pagar o 13º salário dos funcionários. Para ele, o esforço de Eunício para a derrubada do veto ao dispositivo que permitiu a redistribuição do ISS para o local do consumo, direcionando mais recursos para os municípios, sinaliza a dedicação do parlamentar em defender a pauta municipalista.

O prefeito de Mombaça (CE), Ecildo Filho, também reconheceu a atuação de Eunício a favor da pauta municipalista. Para ele, as articulações e liderança do senador cearense tem viabilizado projetos importantes para as pequenas e médias cidades.

A íntegra está aqui.

PPA de Fortaleza prevê R$ 34,4 bilhões

Posted on Updated on

O Legislativo Municipal de Fortaleza aprovou em primeira discussão, por unanimidade, o projeto de lei do Executivo Municipal que trata do Plano Plurianual de Fortaleza 2018–2021. O PPA é um instrumento destinado a organizar e viabilizar a ação pública durante quadriênios. Por intermédio desse texto, declaram-se políticas públicas e estratégias de ação em nível de poder local.

O Plano divide-se em sete eixos de atuação: equidade territorial e social; cidade integrada, acessível e justa; vida comunitária, acolhimento e bem-estar; desenvolvimento da cultura e do conhecimento; qualidade do meio ambiente e dos recursos naturais; dinamização econômica e inclusão produtiva e governança municipal e participação. O montante previsto é de R$ 34,04 bilhões.

A proposta é aplicar cerca de R$ 34 bilhões e 40 milhões em 4 anos, em que as prioridades estão colocadas para a saúde com quase 30% (R$ 9.974.812.254) dos recursos; educação com 21% (R$ 7.472009.858); mobilidade e urbanismo com cerca de 10%; a previdência com quase 10% e a segurança, fechando o bloco dos principais setores atingidos, com cerca de 4% (R$ 1.123.922.086).

No momento, também foi aprovado por unanimidade, sete emendas modificativas (25, 26, 27, 28, 28, 29, 30), que é resultado de uma construção em consenso dos vereadores da Comissão Conjunta de Constituição, Justiça e Legislação Participativa e Comissão de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública.

Dono de restaurantes fala para alunos de faculdade de varejo em Fortaleza

Posted on Updated on

O projeto Diálogos Empresariais segue sua programação de palestras com grandes nomes do empreendedorismo cearense. Desta vez, o palestrante é Afrânio Barreira Filho, dono dos restaurantes Coco Bambu e da rede Dom Pastel. Os alunos da Faculdade CDL e associados da CDL de Fortaleza vão ter a oportunidade de ouvir a história do empresário nesta terça-feira (31), às 18h30min.

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade de Fortaleza (Unifor), Afrânio Barreira está no mercado cearense desde cedo. Começou a empreender no ramo de lavagem de carros, passou para o de pastelaria e depois para o de restaurantes de frutos do mar. E foi com a marca Coco Bambu que ganhou notoriedade nacional.

Afrânio comanda 29 restaurantes em todo o Brasil. Recentemente, o empreendedor foi além e deu os primeiros passos para começar a atuar no mercado internacional também. Neste ano, foi inaugurado o primeiro Coco Bambu em Miami, nos Estados Unidos, que já é o maior da região.

Além disso, já palestrou sobre empreendedorismo nas três principais universidades dos Estados Unidos: Harvard, MIT e na Columbia University NY.

O “Diálogos Empresariais” é um projeto educacional e de formação de lideranças que reúne, pelo segundo ano consecutivo, grandes nomes do empresariado e suas histórias de sucesso e empreendedorismo no Ceará. Os encontros, promovidos pela Faculdade CDL e CDL Jovem, com o apoio da CDL de Fortaleza, serão compilados e editados para publicação da 2ª edição do livro, e ainda veiculados no site da Faculdade CDL com acesso gratuito.

Onélia Santana participa de entrega da 23ª brinquedopraça do Estado, em Ibiapina

Posted on

O Governo do Ceará, por meio do Programa Mais Infância Ceará, realiza nesta quinta-feira (26) a entrega da 23ª brinquedopraça, no município de Ibiapina, na Serra da Ibiapaba. A idealizadora do Programa Mais Infância Ceará e primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, participará da entrega do equipamento instalado na cidade, que recebeu ainda rampas e piso tátil para auxiliar o trajeto de pessoas com deficiência.

A brinquedopraça, espaço voltado para crianças de dois a doze anos, integra o pilar Tempo de Brincar do Programa Mais Infância Ceará, que assegura o direito das crianças ao desenvolvimento de suas capacidades físicas, cognitivas e psicológicas através do ato de brincar. O espaço é cercado e com área de 200m² com brinquedos como: playground, gira-gira, escalada, balanço duplo, casinha de boneca, cavalinho e duas gangorras.

A contrapartida das prefeituras é garantir a praça em bom estado de conservação, arborização do local e manutenção dos brinquedos. Até o momento, o Governo do Ceará já realizou a entrega de vinte e dois equipamentos nos municípios de Araripe, Banabuiú, Baturité, Caririaçu, Coreaú, Crato, Granjeiro, Ibicuitinga, Ipueiras, Irauçuba, Itaitinga, Itatira, Jardim, Juazeiro do Norte, Jucás, Missão Velha, Nova Russas, Quixadá, Tamboril, Tarrafas e duas em Redenção. Ao todo, 40 brinquedopraças serão entregues neste ano pelo Estado.

Serviço:

Entrega de brinquedopraça de Ibiapina
Dia:quinta-feira (26)
Hora: 17h
Local: Praça do Ginásio Pedro Sabino Gomes
Endereço: Rua Prefeito Pedro Aragão, s/n

Fonte: Gabinete da Primeira-Dama

País abre 34.392 novas vagas em setembro, 6º aumento consecutivo do ano

Posted on

O Brasil fechou o mês de setembro com nova alta no saldo de empregos formais – a sexta consecutiva e a sétima no ano. O crescimento foi de 34.392 postos de trabalho, aumento de 0,1% em relação ao estoque do mês anterior, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (19) pelo Ministério do Trabalho (MTb). “Os números de setembro confirmam, mais uma vez, o processo de recuperação gradual do mercado de trabalho, como reflexo da retomada do crescimento da economia do País”, avaliou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

O resultado de setembro foi proporcionado pela diferença entre 1.148.307 admissões e 1.113.915 desligamentos. No acumulado do ano, o saldo positivo chega a 208.874 empregos, com aumento de 0,5% em relação ao estoque de dezembro de 2016.

Os números de setembro também contribuíram para melhorar o saldo acumulado de 12 meses, que ainda ficou em -466.654 postos de trabalho (-1,2% sobre setembro de 2016), mas representou uma melhora em relação ao acumulado de 12 meses até agosto, que foi de -544.658 postos de trabalho.

Setores – O Caged também mostrou que metade dos oito setores de atividade econômica apresentaram crescimento no nível de emprego. Os aumentos, pela ordem, foram verificados em Indústria de Transformação (+25.684 postos), Comércio (+15.040 empregos), Serviços (+3.743) e Construção Civil (+380 postos). “O otimismo da indústria já se traduz em números na produção e na geração de empregos do setor, e esse resultado também está chegando a outras áreas da economia”, explica o ministro.

Na Indústria de Transformação, houve crescimento em 10 dos 12 subsetores, com destaque para a Indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico (+16.982 empregos). Os outros subsetores com saldo positivo foram Indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários, perfumaria (+3.914); Indústria têxtil do vestuário e artefatos de tecidos (+2.345); Indústria da Madeira e Mobiliário (+2.325); Indústria metalúrgica (+1.666); e Indústria do material de transporte (+1.070). Apenas a Indústria da borracha e do fumo (-4.042 postos de trabalho) e a Indústria de calçados (-466) tiveram retração.

Do setor de Serviços, quatro dos seis subsetores tiveram saldo positivo: Ensino (+4.779 empregos); Comércio e administração de imóveis, valores mobiliários, serviço técnico (+2.050); Serviços médicos, odontológicos e veterinários (+2.019); e Transportes e comunicações (+485). As quedas foram registradas em Serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção, redação (-4.017 postos); e Instituições de crédito, seguros e capitalização (-1.573 empregos).

Já no Comércio, houve saldo positivo tanto no subsetor Varejista (+13.174 postos) quanto no Atacadista (+1.866). A Construção Civil registrou saldo positivo em Obras para Geração e Distribuição de Energia Elétrica e para Telecomunicações (+2.293 postos) e em Instalações Elétricas (+1.050 postos).

As retrações em setembro foram verificadas nos setores de Agropecuária (-8.372 empregos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (-1.246 postos), Administração Pública (-704 postos) e Extrativa Mineral (-133 postos).

Regiões e estados – O saldo de setembro foi impulsionado pela alta em três regiões, com destaque para a Região Nordeste, que fechou o mês com abertura de +29.644 postos. As regiões Sul (+10.534 postos) e Norte (+5.349 postos) também tiveram números positivos. Já nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste houve redução, respectivamente, de -8.987 postos e -2.148 empregos.

O Caged foi positivo em 20 das 27 unidades da Federação. O melhor resultado do mês foi de Pernambuco, que abriu 13.992 novos empregos, motivado principalmente pela expansão da Indústria de Transformação (+10.073 postos), Agropecuária (+3.728 postos), Comércio (+824 postos) e Construção Civil (+201 postos). Também se destacaram os estados de Santa Catarina (+8.011 empregos), Alagoas (+7.411), Pará (+3.283), Paraná (+2.801), Bahia (+2.297), e Ceará (+2.161).

Por outro lado, o Rio de Janeiro (-4.769 empregos), Minas Gerais (-4.291) e Goiás (-3.493) tiveram as maiores reduções no estoque de empregos em setembro.

Salário – Segundo o Caged, o salário médio de admissão em setembro de 2017 foi de R$ 1.478,52 e o salário médio de demissão foi de R$ 1.685,37. Em termos reais (deflacionado pelo INPC), no acumulado de 12 meses, os ganhos reais foram de R$ 78,27 (admissão) e R$ 59,50 (demissão).

Senado aprova Refis; texto segue para sanção presidencial

Posted on Updated on

O Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (5) a Medida Provisória (MP) que permite o parcelamento de dívidas de pessoas físicas e jurídicas com a União. Chamado de novo Refis, a proposta segue para sanção presidencial.

Na votação, os senadores excluíram do texto os artigos que permitiam o perdão de dívidas igrejas e instituições de ensino vocacional e o item que previa a reabertura, por 90 dias, do prazo de adesão para o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (Proies), destinado ao parcelamento de dívidas das faculdades.

O novo Refis permite o pagamento de dívidas por meio de um parcelamento em até 180 meses, com reduções que podem chegar a 90% dos juros e 50% das multas. A medida, porém, só vale para empresas não optantes do Simples. No caso das empresas cadastradas no sistema, a quitação das dívidas só pode ser à vista ou por meio de um programa de parcelamento ordinário, em até 60 vezes, mas sem redução no valor da multa ou dos juros.

Fonte: Agência Senado

Guararapes amplia negócios nas regiões Norte e Nordeste

Posted on

A Guararapes, fabricante de painéis de MDF e uma das maiores exportadoras do Brasil, vai ampliar sua atuação nas regiões Norte e Nordeste. Para apoiar esse crescimento, a empresa fechou contrato com a Wilson Sons Logística e passa a usar o Centro de Distribuição de Suape, em Pernambuco, para armazenamento e distribuição da carga.

A parceria vai otimizar a distribuição dos produtos da Guararapes na região, diminuindo em até 80% o tempo de entrega ao cliente final. A carga é embarcada no Porto de Itajaí, em Santa Catarina, e chega ao Porto de Suape por cabotagem. Os contêineres ocupam uma área dedicada de 2 mil metros cúbicos no Centro de Distribuição.

A expectativa é que inicialmente sejam movimentados, em média, 80 TEUs por mês, o equivalente a 40 contêineres. A intenção no médio prazo é dobrar esse volume. A Wilson Sons Logística é responsável pelo recebimento da carga no centro de distribuição, gestão da armazenagem, inventário, indicadores, além dos serviços acessórios (etiquetagem, cintagem e paletização).

“A parceria com a Guararapes mostra a capacidade da Wilson Sons Logística em oferecer soluções integradas e alinhadas às estratégias do cliente. Hoje somos referência nas regiões Norte e Nordeste. Operamos como um hub na região e atuamos como facilitadores das operações dos clientes”, afirma Patrícia Iglesias, diretora comercial da Wilson Sons Logística e do Tecon Salvador.

A Guararapes tem três unidades fabris localizadas em Caçador (SC), Palmas (PR) e Santa Cecília (SC). Atualmente, exporta seus painéis para mais de 50 países, com garantia de qualidade e certificados com o selo FSC® – Forest Stewardship Council® (Conselho de Manejo Florestal). “A parceria foi fundamental para iniciarmos o projeto de expansão nas regiões Norte e Nordeste. Precisávamos de um centro de distribuição referência e encontramos na Wilson Sons Logística todas as características necessárias para consolidar o negócio”, afirma Milton Santos, gerente comercial regional.

Localizada a um quilômetro do Porto de Suape, no município de Ipojuca, a Plataforma Nordeste da Wilson Sons Logística é formada por centro de distribuição e terminal alfandegado, que juntos ocupam uma área total de 57 mil metros quadrados. O centro logístico conta com a melhor estrutura para operações retroportuárias e de distribuição, oferecendo soluções para indústrias, embarcadores e armadores.

Sobre o Grupo Wilson Sons

O Grupo Wilson Sons é um dos maiores operadores integrados de logística portuária e marítima e soluções de cadeia de suprimento no mercado brasileiro, com 180 anos de experiência. A companhia conta com uma rede de atuação nacional e presta uma gama completa de serviços para as empresas que atuam na indústria de óleo e gás, no comércio internacional e na economia doméstica. As principais atividades do Grupo são divididas em dois sistemas – Portuário e logístico e Marítimo.

Sobre a Wilson Sons Logística

Empresa do Grupo Wilson Sons, a Wilson Sons Logística desenvolve soluções integradas e customizadas, abrangendo as cadeias de logística doméstica e de comércio exterior em todo o território nacional. A empresa opera por meio de plataformas regionais que oferecem soluções completas, com terminais alfandegados, centros de distribuição e operações de transporte.

Belchior é homenageado com biografia, bate-papo e show no Dragão do Mar

Posted on Updated on

No próximo dia 5 de outubro, o Teatro Dragão do Mar será palco para o lançamento da biografia “Belchior – Apenas um Rapaz Latino-Americano” em Fortaleza, do jornalista e crítico musical Jotabê Medeiros. A partir das 19h, o urbanista, letrista e cantor Fausto Nilo, que foi amigo e parceiro de Belchior, media um bate-papo com o autor, seguido de dramatização/leitura poética de Ricardo Guilherme e pocket show em homenagem ao artista sobralense. O acesso é gratuito, sujeito a lotação do teatro.
No show, a Orquestra Popular do Nordeste (OPN), que este ano participa do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, escola de artes gerida pelo Instituto Dragão do Mar, acompanha as interpretações de clássicos de Belchior pelos artistas cearenses Rodger Rogério, Lorena Nunes, Nayra Costa, Fausto Nilo e Lúcia Menezes. No repertório estão as cancões “Como Nossos Pais”, “Velha Roupa Colorida”, “Paralelas” e “Palo Seco”. O show contará com a direção artística do instrumentista e compositor Pedro Madeira.
Após as apresentações musicais, o escritor Jotabê estará disponível para autografar os exemplares, disponíveis à venda no hall do Teatro, ao valor de R$ 49,90. Serão aceitos cartões de débito e crédito no local.

Serviço: Lançamento do livro ´Belchior – Apenas um Rapaz Latino-Americano´ e show de homenagem ao artista
Data: 05 de outubro
Horário: 19h
Local: Teatro do Dragão do Mar
Acesso gratuito e sujeito a lotação do espaço

IBGE lança Censo Agropecuário 2017 na próxima segunda-feira, 2 de outubro

Posted on

O IBGE vai iniciar, no dia 2 de outubro de 2017, o Censo Agropecuário 2017. Devido à importância dessa operação censitária, a unidade estadual do IBGE realizará a entrevista coletiva de lançamento do Censo Agro 2017.O evento acontecerá às 9h do dia 02 de outubro e terá como objetivo ser um momento de contato entre o IBGE e a imprensa local para a apresentação do Censo.

Estarão respondendo perguntas a respeito do Censo Agro 2017 Francisco Lopes, Superintendente da Unidade Estadual do IBGE no Ceará, Regina Dias, Coord. Técnica do Censo Agro 2017 no Ceará, e Tiné de Oliveira, Coord. Operacional do Censo Agro 2017 no Ceará. Por isso convidamos seu veículo de comunicação a se fazer presente na coletiva para dar visibilidade a esta importante operação censitária.

Saiba mais

Durante cinco meses, serão coletadas informações sobre a propriedade, a produção, a área, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação, o uso de agrotóxicos, entre outros temas. Os dados coletados são relevantes para o conhecimento da realidade agropecuária de cada região e a elaboração de políticas públicas.O Censo Agropecuário é a principal e mais completa investigação estatística e territorial sobre a produção agropecuária do país. A última edição aconteceu no ano de 2007 e forneceu importantes indicadores sobre a situação agropecuária do país. No Ceará, foram contratadas cerca de 1.300 para organizar as operações do Censo no estado.

Os dados reunidos pelo Censo Agro 2017 serão utilizados como base para a implantação do cadastro de estabelecimentos agropecuários e do Sistema Nacional de Pesquisas Agropecuárias. Eles permitirão a criação e a aplicação de outro formato de questionário: a Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, que irá a campo, anualmente, captar dados pormenorizados sobre os estabelecimentos agropecuários.

Popularidade do Governo Temer mantém queda, aponta pesquisa CNI-IBOPE

Posted on

A proporção de pessoas que consideram o governo do presidente Michel Temer bom ou ótimo passou de 5% para 3% da população entre julho e setembro, oscilando dentro da margem de erro. Já o percentual dos que avaliam a atual gestão como ruim ou péssima subiu de 70% para 77%, no período. Outros 16% avaliam o governo como regular e 3% não souberam ou não quiseram responder. Os dados são da pesquisa CNI Ibope, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quinta-feira (28).

O aumento da impopularidade também foi registrado pelo número de pessoas que dizem não aprovar a maneira do presidente governar ou que não confiam no presidente. A pesquisa aponta que 89% disseram não aprovar a maneira de Temer de governar e 92% não confiam no presidente. Para 72% dos entrevistados, o restante do governo será ruim ou péssimo. O levantamento foi realizado com 2.000 pessoas, em 126 municípios, entre os dias 15 e 20 de setembro.

A aprovação do atual governo caiu mais entre os entrevistados com renda familiar mais alta. Das pessoas com renda familiar acima de cinco salários mínimos – faixa mais alta de classificação da pesquisa – o percentual dos que o consideram ruim ou péssimo subiu de 75% para 86%. Ainda assim, na comparação com os diferentes estratos de renda familiar, esse é o grupo onde a popularidade do governo é mais elevada (12%).

A análise por região do país mostra que a desaprovação do atual governo subiu mais entre os residentes do Sul. O total dos que o consideram ruim ou péssimo subiu de 61% para 79%. Com esse resultado, praticamente não há diferenças na popularidade do governo entre as diversas regiões geográficas, que oscila entre 76% no Sudeste, Centro-Oeste e Norte e 79% no Sul. No Nordeste, o índice de desaprovação é de 77%.

AVALIAÇÃO POR ÁREA – A pesquisa revela que a pior avaliação do atual governo refere-se aos impostos e à taxa de juros. Os índices de desaprovação nestas áreas são, respectivamente, de 90% e 87%. Em seguida, aparecem a saúde (86%), o combate ao desemprego (85%) e a segurança pública (85%). Duas áreas registram significativa variação no percentual de desaprovação no período, acima da margem de erro. A área de Meio ambiente, que em julho era desaprovada por 70% da população, passou a ter uma desaprovação de 79%. Já a desaprovação da área de educação subiu de 75% para 81%.

Entre as notícias mais lembradas pela população estão as que tratam da corrupção no governo, da Operação Lava Jato e a liberação de área na Amazônia para exploração de minério. Para 68% dos entrevistados, o noticiário recente é desfavorável ao governo.