Quatro dicas para vender mais na Páscoa

Posted on Updated on

Mesmo que a atividade-fim do estabelecimento não seja o comércio de chocolates, isso não quer dizer que não seja possível aproveitar a data mais doce do ano para capitalizar as vendas. E é certo: não só quem vende chocolate pode lucrar mais na Páscoa.

Pensando nisso, a diretora da Top People, empresa especializada em trade marketing e recrutamento e seleção, Ádila Ribeiro Berretella, dá algumas dicas para aproveitar uma das melhores datas para o comércio, independentemente do segmento de atuação: “É preciso ter em mente que passou o tempo em que as pessoas só compravam ovos de chocolate nesta data. Hoje em dia, esta é mais uma ocasião para presentear. E muitas vezes, por motivos de saúde, estética e até preferência, os presenteados não querem ganhar chocolate, eis que surgem, então, as oportunidades”.

Boa equipe para começar
É o que garante sempre boas vendas o ano todo. Mas em datas comemorativas fica ainda mais evidente em função do aumento de movimento e do quanto o estabelecimento está preparado para tal. Reunir a equipe, trocar ideias e fazer um pequeno treinamento interno, além de ajudar nos argumentos de venda para aproveitar a data, dará motivação extra para buscar melhores resultados.

Clima de Páscoa
Coelhinhos, cenouras, cestas com chocolates espalhados pelos ambientes é algo bastante atrativo, mas uma vitrine decorada para a data chama demais a atenção. Isso atrai as pessoas para dentro da loja. Segundo uma cartilha publicada pelo Sebrae-SP, o tempo para captar um cliente pela vitrine é de 30 segundos. Portanto, abuse do apelo visual. E mesmo que não seja a venda de chocolates o foco, ofertá-lo como brinde ou um mimo na compra de qualquer produto é bastante simpático. Bons exemplos são itens de papelaria como cartões de páscoa ou marcadores de livros para entregar junto com o presente escolhido.

Oportunidade e facilidade
Comprar todos os presentes que precisa em um único lugar. Certamente, esse é o sonho da maior parte dos consumidores. Porém, pode ser que, ao entrar na loja, não perceba que é possível encontrar ali todos os presentes de Páscoa que necessita. É função do promotor de vendas ou do vendedor mostrar essa possibilidade. Com uma boa abordagem é possível auxiliar o cliente a escolher presentes para senão todos, quase todos os presenteados.

Ofertas em destaque
A melhor forma de trabalhar as ofertas especiais para a data é fazer com que estejam aparentes: catálogos, folhetos, banners, cartazes, sinais luminosos, todos os recursos são válidos para que os clientes saibam quais são os itens em promoção, e até as novidades! Itens próprios da época, como chocolates, vinhos, peixes, azeites, dentre outros, devem ganhar destaque.

Perfil Top People
Com 20 anos de mercado na prestação de serviços para os segmentos da indústria e do varejo, a Top People conta com estrutura que engloba as unidades de negócio de Trade Marketing e de Recrutamento e Seleção. A partir dessas frentes, presta atendimento diferenciado, oferecendo aos clientes de todo o Brasil projetos e operações customizadas, de acordo com necessidades e interesses pontuais, com qualidade assegurada.

Entre promotores, repositores exclusivos, coordenadores e pessoal de apoio, conta com equipe de 700 colaboradores para atender diversificada carteira de clientes, que abrange segmentos como eletroportáteis, utilidades domésticas, alimentação, telefonia, entre outros. Está presente em 100% do território nacional.

Data Center da Angola Cables amplia oportunidades para negócios digitais no Ceará

Posted on Updated on

O Ceará assumiu seu papel de protagonista mundial no setor das telecomunicações ao receber o Data Center Angonap, da multinacional Angola Cables, inaugurado na manhã desta terça-feira (16), em Fortaleza. O momento consolidou o hub tecnológico planejado pelo Governo do Ceará, que, ao lado do centro de conexões aéreo da Air France/KLM/GOL e portuário CIPP/Porto de Roterdã, formam a trinca de hubs para alavancar o desenvolvimento no Estado. O governador Camilo Santana participou da solenidade ao lado do CEO global da empresa, António Nunes, do ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, e do prefeito Roberto Cláudio.

“Há uma palavra hoje que é conectividade. Esse é o mundo atual e do futuro. O que a Angola Cables está fazendo aqui no Ceará é saindo na frente no Nordeste, tirando a concentração do eixo Sudeste e trazendo para o cá esse mundo da conectividade e da telecomunicação. O Ceará tem uma característica diferente. Aqui não há muita concentração em poucos provedores, talvez sejamos no Brasil a maior concentração de provedores, com quase 400, e isso dinamiza o mercado, a economia, gerando grandes oportunidades. Não tenho dúvida que a instalação da Angola Cables vai possibilitar que Fortaleza e o Ceará se destaquem nesse mundo de telecomunicação global. Isso significa atrair novos provedores de conteúdo e internet, mais investimentos em tecnologia e pesquisa, e temos o compromisso de estimular cada vez mais nossas escolas e universidades a investirem e possibilitarem a formação de pessoas nessa área”, enfatizou o governador Camilo Santana, que, após a solenidade, pode conhecer as instalações do centro de dados.

A empresa Angola Cables investiu cerca de US$ 300 milhões na construção do Data Center, edificado em uma área de 3.000 m² na Praia do Futuro, e na instalação dos cabos submarinos Sacs e Monet, que ligam via fibra óptica duas regiões com grande potencial econômico – Américas e África, gerando uma rota alternativa de conectividade com os Estados Unidos e o continente asiático. O Sacs sai da cidade de Luanda, na Angola, e chega a Fortaleza, percorrendo 6.200 quilômetros sob o oceano Atlântico, e o Monet, com 10 mil km de extensão, interliga as cidades de Santos e Fortaleza, no Brasil, e Miami, nos EUA. A velocidade da transmissão de dados pelos cabos é de 63 milissegundos, movimento mais rápido que um piscar de olhos. Por meio dos cabos, as empresas instaladas no Ceará, desde gigantes do ramo, até os pequenos provedores, terão conexão de melhor qualidade e estimulando a economia e a criação de empregos qualificados.

Posição privilegiada

A localização geográfica do Ceará tem sido fator preponderante na consolidação da trinca de hub’s. Sua posição vem sendo considerada estratégia para a conexão de outras partes do mundo com a America Latina. Uma prova disso é que Fortaleza é a segunda cidade no mundo com mais cabos submarinos – ao todo 12 – ficando atrás somente de Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos, que possui 13. De acordo com levantamento feito pelo IBGE, a região do Nordeste apresenta a terceira maior contribuição de segmentos das tecnologias da informação e comunicação no Brasil.

António Nunes, CEO da Angola Cables, afirmou que a escolha da capital cearense teve influência de sua posição no mapa, mas o trabalho feito pelo poder público no sentido de fomentar o desenvolvimento do setor de telecomunicações também pesou. “Fortaleza é um hub natural de cabos submarinos. Quando nós fizemos nosso planejamento de local no Brasil onde deveríamos aportar nossos cabos, Fortaleza foi o local mais adequado, pelo fato de podermos, posteriormente, através de um Data Center como esse, nos interligarmos com outros cabos submarinos que já estejam aqui. Paralelamente a isso temos tido uma surpresa muito agradável porque o Estado e Fortaleza têm promovido muito o desenvolvimento do ecossistema digital e por isso Fortaleza passa a ser no Nordeste um ponto muito importante dessa economia digital”, confidenciou o CEO.

Esse potencial reflete nos números latino-americanos no mercado de Data Centers, que movimentou US$ 2,87 bilhões em 2016. A estimativa é que os centros de dados da América Latina cheguem a faturar US$ 4,37 bilhões em 2021. O Brasil concentra 45% de todos os centros de armazenamento de dados existentes América Latina e foi responsável por 47,6% do faturamento da região em 2016.

Economia

A era digital tem transformado costumes da sociedade e aberto novas maneiras de se fazer negócios. Esse prisma de transformação e a chegada de um equipamento desse porte credencia a capital cearense a um crescimento de oportunidades em um futuro próximo, acredita Roberto Cláudio. “Essa onda nova do comércio eletrônico, de todas as comunicações embarcadas no celular para você lidar com o dia a dia do seu padrão de consumo, uma nova perspectiva inclusive de telecomunicações e do uso da tecnologia da informação para gerar emprego e renda, isso abre um novo cenário, novas oportunidades. O princípio básico disso é a conectividade. Aqui a gente não está recebendo só mais cabos de fibra óptica. A gente tá fazendo mais do que isso ao ganharmos esse investimento. Estamos ganhando um Data Center de ponta, com padrão de segurança e velocidade únicos”, ressaltou o prefeito de Fortaleza.

Vereadores de Fortaleza (CE) aprovam mais investimentos para a Saúde e Educação

Posted on Updated on

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou nesta terça-feira (16.4), em primeira discussão, mensagem da Prefeitura criando 142 cargos comissionados, sendo 126 para a Secretaria Municipal de Saúde e 16 para a Secretaria Municipal da Saúde. Na justificativa da proposta, a Prefeitura alega que diante da criação de novos equipamentos públicos na área da Educação e a reorganização do sistema de saúde mental, bem como a alteração dos limites entre Fortaleza e Maracanaú, estabelecida em lei nº 16.821 de 9 de janeiro de 2019, naturalmente, surge a necessidade de ajustar o quadro de gestores da Prefeitura visando assegurar o bom funcionamento dos equipamentos. Foram 25 votos favoráveis e dois vereadores votaram contrários; Sargento Reginauro e Márcio Martins, ambos do Pros.

Pela proposta, a rede escolar está senso ampliada em 53 novos equipamentos com a implantação de 46 novas escolas e sete transferidas de Maracanaú para Fortaleza, em função dos novos limites aprovados pela Assembleia Legislativa. A expansão da rede municipal é constituída de 18 escolas de tempo integral, 8 escolas de ensino fundamental e 27 centros de educação infantil. O impacto da criação dos novos cargos para os cofres públicos será de R$ 401.420,88 mensais.

Para atender os novos equipamentos da rede escolar serão criados 126 cargos, sendo 26 para Diretor escolar, 26 cargos de Secretário Escolar, 29 para Coordenador Pedagógico, 18 para Coordenador Administrativo-Financeiro de Escola de Tempo Integral e 27 cargos de Coordenador Pedagógico de Educação Infantil. Conforme a Prefeitura, 53 dos novos equipamentos escolares serão implantados até 2020, de forma que os cargos somente serão preenchidos à medida em que os equipamentos forem sendo inaugurados.

Na área de saúde, a Prefeitura vem investindo fortemente na modernização da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) por meio de melhorias em infraestrutura, revisão e automação dos processos de trabalho, capacitação dos servidores e a realização recente de um concurso público para a contratação de 133 novos profissionais, dentre eles, médicos com especialidade em clínica geral, neurologia, psiquiatria e psicologia; terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e enfermeiros. Com isso, surge, também a necessidade de aperfeiçoar o processo de gestão, para além desse serviço onde se insere a implantação de um quadro de gestores dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e as Unidades de Acolhimento (UA).

O líder do governo, vereador Ésio Feitosa (PPL), justificou a iniciativa afirmando que a ampliação dos cargos de direção vem na esteira do fortalecimento dos setores de Educação e Saúde, que a Prefeitura vem realizando. Destacou que no início do ano a Prefeitura de Fortaleza recebeu do município de Maracanaú sete escolas que estavam no limite entre os dois municípios. “Pela nova delimitação, Fortaleza ampliou seu território e acabou herdando os equipamentos de Maracanaú, que agora precisam de funcionários para seus funcionamentos”, disse.

Na Saúde, observou que Fortaleza tem ampliado sua estrutura na rede de saúde pública, com novos postos, UPAS, Policlínicas e na Saúde Mental, por isso a razão da criação de novos cargos de direção no segmento

Energia elétrica terá aumento médio de 8,2% no Ceará

Posted on Updated on

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (terça-feira, 16.4) mais um aumento de tarifa para a Enel Distribuição Ceará, empresa que opera a energia elétrica. O reajuste será, em média, de 8,2%. Para consumidores de baixa tensão, o percentual será de 8,35% e para os clientes de média e alta tensão, em geral indústrias e grandes comércios, o índice aprovado foi de 7,87%. Para os clientes residenciais, o reajuste será de 7,39%. As novas tarifas passam a vigorar a partir da próxima segunda (22).

Realizada a cada quatro anos, como estabelecido em seu contrato de concessão, a revisão tarifária visa estabelecer o equilíbrio econômico-financeiro da empresa. O fatorprincipal que influenciou a revisão deste ano foi o custo com a compra de energia. Neste percentual de reajuste já consta a redução decorrente do pagamento do empréstimo da Conta ACR, que representou 3,15%. A Conta-ACR foi um mecanismo criado pela Aneel para repassar às distribuidoras os valores decorrentes de custos de compra de energianão previstos e pagos pelas concessionárias entre fevereiro e dezembro de 2014.

Numa conta no valor de R$ 100, cerca de R$ 23,50 são destinados à distribuidora, para operação, expansão e manutenção da rede de energia elétrica. O restante do valor se deve a fatores não gerenciáveis pela distribuidora e é destinada a cobrir os custos de transmissão, compra de energia, encargos setoriais e impostos. Veja abaixo como fica a composição da conta de energia da Enel Distribuição Ceará após a aprovação da revisão tarifária divulgada hoje (16).

Presidente do Senado propõe ampliação da Frente Parlamentar do Nordeste para o Norte

Posted on Updated on

Em reunião com a comissão de parlamentares nordestinos nesta terça-feira (16/4), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), propôs a ampliação da Frente para Norte e Nordeste, tendo em vista que há pautas comuns às duas regiões, pois há preocupação em relação ao destino do Banco da Amazônia (Basa) e da Superintendência para o Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

Ele recebeu a bancada do Ceará, composta pelos deputados estaduais Acrísio Sena (PT), Walter Cavalcante (MDB) e Daniel Oliveira (MDB), além dos deputados federais Moses Rodrigues (MDB) e Roberto Pessoa (MDB). Eles entregaram a Pauta de Reivindicações também ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

A reunião integrou ação conjunta dos parlamentos do Nordeste contra o atual modelo de reforma da Previdência. “No nosso entendimento, há três pontos pacificados: a não desconstitucionalização, a preservação do BPC e a revisão do tratamento dado aostrabalhadores rurais”, adiantou Acrísio. Além disso, discutiu-se a articulação do Pacto Federativo e a defesa da manutenção dos órgãos regionais, tais como BNB, DNOCS e SUDENE.

Cadeia Fria: o grande desafio da logística na área farmacêutica

Posted on Updated on

Cadeia fria é um sistema de conservação, manuseio e transporte de produtos com temperatura controlada em todas as etapas do processo, ou seja, a mercadoria em questão não sofrerá possíveis consequências com variações de temperatura. Dentro do universo da logística de medicamentos, esse modelo é fundamental para garantir a qualidade do remédio que o paciente irá receber.

É justamente a qualidade dos fármacos que preocupa a Organização das Nações Unidas (ONU), que, por meio da Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que até 50% das vacinas produzidas em todo o mundo são entregues já deterioradas devido ao modelo de armazenamento. “A quebra da cadeia do frio é um ponto importantíssimo que deve ser tratado na logística hospitalar com muita atenção. Sem uma cadeia fria bem estruturada e moderna, não é possível ter eficiência na gestão de medicamentos de um hospital”, afirma Roberto Vilela, presidente da RV Ímola, empresa de logística hospitalar.

Precauções

O objetivo da cadeia fria é evitar que haja comprometimento no efeito do remédio causando a perda de suas propriedades físico-químicas, zelando pela saúde do paciente. Pensando nisso que, desde 1979, o Ministério da Saúde publica manuais da rede do frio para auxiliar empresas da saúde e organizações governamentais no melhor entendimento da cadeia do frio.

Preocupação obvia e recorrente na hora de terceirizar o armazenamento e distribuição de medicamentos dos hospitais, é importante pensar em parceiros logísticos  que tenham expertise no segmento de armazenagem hospitalar e cadeia fria. Todas as regulamentações precisam ser atendidas para garantir total eficiência do medicamento e benefício total ao paciente.

Tecnologia

O transporte adequado de vacinas, biomedicamentos, hemoderivados e outros produtos necessitam de controle de temperatura para não perderem suas propriedades. “Contar com uma completa e moderna infraestrutura logística adequada ao controle de temperatura é essencial. Buscamos o que há de mais moderno no mercado e oferecemos um serviço que, dependendo do medicamento, chega a ser 100% feito em cadeia fria”, afirma Vilela.

Os dados da OMS deixam explicita a necessidade crescente de se aprimorar os procedimentos ligados à cadeia fria devido ao alto nível de descarte de substâncias por carência no cuidado com a temperatura.

Empresa institui estratégia 3D para reposição de peças usadas em operações de logística

Posted on Updated on

A empresa ID Logistics do Brasil, multinacional de logística, acaba de adquirir uma impressora 3D para a reposição de peças usadas na rotina das operações. O investimento, que traz um saving, ou seja, uma economia, com redução de custos de até 125% e de tempo na restituição de componentes de dispositivos usados diariamente, nasceu nas duas edições do Comitê de Inovação, Tecnologia e Tendências realizado em 2017 e 2018 pela empresa. Inovação é um dos pilares da estratégia de atuação do Grupo ID Logistics que está presente em 18 países em todo o mundo.

O Comitê de Inovação reúne em um workshop os principais executivos de desenvolvimento, Operações e Tecnologia da Informação, da ID Logistics Brasil. O objetivo do evento é buscar, conhecer e discutir soluções inovadoras em atividades ligadas à cadeia de suprimentos. Integrantes do comitê e fornecedores nas áreas de supply chain, robótica, paletização, transporte, armazenagem e controladoria de supply chain, em toda a cadeia logística, apresentam suas ideias e propostas. O passo seguinte é a análise e o desenvolvimento das possíveis soluções aderentes às necessidades da ID Logistics e principalmente de seus clientes.

De acordo com Rodrigo Bacelar, Diretor de Desenvolvimento de Negócios e Inovação, a inclusão da impressora 3D à rotina logística da empresa acelera a cultura disruptiva e amplia os horizontes e a quebra de paradigmas de nosso colaboradores, pois são eles que trazem as soluções e ideias que trarão ganhos quantitativos e qualitativos.

Inicialmente, o projeto foi pensado e desenvolvido para a reposição de componentes de dois importantes dispositivos que são muito utilizados na rotina das operações, o que resultou em um payback de 10 meses. A impressão de um desses componentes tem um custo aproximado de R$ 75 ante a compra do mesmo no valor de R$ 280, sendo que a impressão demora em torno de 2 horas, comparado ao prazo de entrega de 45 dias após a compra.

A ID Logistics prevê a utilização da impressora também para objetos presentes na rotina administrativa, além de peças de reposição usadas nas atividades dos clientes, agregando valor ao negócio e diminuindo o tempo de retorno do investimento.

De acordo com Patrícia Guelfi, Gerente de Produto da Alcateia, distribuidora no Brasil da americana MakerBot Industries, que produz impressoras 3D e já vendeu 800 unidades no Brasil desde 2015, as impressoras da marca possuem software próprio. A partir de um arquivo de modelagem CAD, a impressora será capaz de reproduzir o modelo. O desenho 3D pode ser originário de um software de desenho auxiliado por computador, CAD, como também de ferramentas de transformação de arquivos 2D para 3D, como o 3D Builder, nativo no Windows 10, ou Paint3D, também nativo no Windows10. Pode-se ainda obter o desenho 3D à partir de um scanner 3D.

As dificuldades no IR causadas pelo desconhecimento podem ser superadas

Posted on Updated on

Termina em 30 de abril, às 23h59, o prazo para a entrega da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF, e como acontece a cada ano, muita gente tem dificuldades para saber se precisa entregar e como deve fazê-la. Pensando nisso, a Boa Vista traz um passo a passo que ajuda o contribuinte nessa tarefa, para que fique em dia com a Receita Federal. 

Quem deve declarar 
São obrigados a fazer a declaração de Imposto de Renda pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. Ou, então, contribuintes que receberam rendimentos isentos acima de R$ 40 mil.  Quem obteve em qualquer mês do ano passado ganho de capital na venda de bens ou realizou operações na Bolsa de Valores.

Quem escolheu a isenção de Imposto de Renda ao vender um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias. Quem obteve receita bruta acima de R$ 142.798,50 em atividades rurais. Aqueles que até 31 de dezembro de 2018 tinham posses somando mais de R$ 300 mil. Todos que passaram a ser residentes no Brasil em qualquer mês. Quem teve retido Imposto de Renda na Fonte, mensalmente, se empregado com carteira registrada.

Os primeiros passos
Baixe o programa Gerador da Declaração de Imposto de Renda no site da Receita Federal. Toda a declaração é preenchida e enviada de forma online. É possível baixar o programa em tablets ou celulares, por meio do aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível no Google Play e na App Store. Quem possui certificado digital deve acessar o serviço “Meu Imposto de Renda”, no centro virtual de atendimento (e-CAC) da Receita. O infográfico abaixo ilustra essas etapas:


Para preencher o formulário da declaração é necessário ter em mãos: o número do CPF (do declarante, do cônjuge e dos dependentes); o número do RG; o número do título de eleitor; e os comprovantes de rendimentos e de despesas. 

Além destes documentos, o declarante precisa ter: 

– Informe de rendimento do empregador: 
Neste caso o empregador deve entregar o informe de rendimento referente ao ano de 2018, no qual estarão relacionados quanto foi pago de salário, de 13º salário, quanto foi recolhido de INSS e de Imposto de Renda na fonte. 

O prazo para a entrega do informe de rendimento pelo empregador foi até 28 de fevereiro. É permitida a disponibilização do informe de rendimento por meio eletrônico, como e-mail. Mas se você preferir pode solicitar gratuitamente a forma impressa.

Quem recebe aposentadoria ou pensão do INSS precisa pegar o informe de rendimento diretamente no site do INSS.

– Informe de rendimento do banco: 
Quem mantém conta corrente em instituição financeira também deve receber o informe de rendimento. A maioria dos bancos disponibiliza de forma virtual no internet bank.
– Informe de rendimento de sua corretora:
Se você fez algum investimento (ou mantém investimento) em 2018, a corretora também deve disponibilizar o informe de rendimento.

– Despesas
Recolher (ou juntar) todos os comprovantes de despesas referentes a 2018, que poderão ser utilizados para dedução no cálculo do IR, como pagamento de educação, consultas médicas, planos de saúde e odontológico, doações, etc.
É preciso verificar se nestes documentos constam o nome, o CPF ou CNPJ e o endereço de quem recebeu o pagamento e todas as informações de quem fez o pagamento ou beneficiário/dependente, como comprovante de escola, pois são itens obrigatórios.
Normalmente, eles são enviados ou são disponibilizados nos sites das empresas.

– Bens
É preciso, ainda, reunir os comprovantes de bens, como carros e imóveis, para que a Receita Federal faça a conferência se as compras são compatíveis com a renda declarada.
Saiba que toda esta documentação não será entregue à Receita Federal. Ela deve ficar guardada pelo prazo de cinco anos.

Deduções
Gastos com saúde, escola, empregados domésticos e quem tem dependentes, pode informar na declaração e reduzir o Imposto de Renda.
Ou seja, se você teve gastos como esses em 2018, pode pedir para abater da base de cálculo da sua declaração.
Mas, atenção: não é o valor total pago para a escola, por exemplo, que será deduzido. Há limites de valores para as deduções. 
Mas é obrigatório informar o valor total pago.

Limites: 
Empregado doméstico: R$ 1.200,32;
Dedução por dependente: R$ 2.275,08;
Despesas com educação por dependente ou com educação própria: R$ 3.561,50 
Despesas com saúde: não há limite.

Preenchimento da Declaração de IR
Após instalar o programa em seu computador, tablet ou celular, selecione a opção “Criar nova declaração”. 
A primeira informação solicitada é o número do recibo da declaração do ano anterior (se foi entregue). Esse número pode ser obtido no relatório gerado em 2018 ou no seu arquivo. 
Caso não consiga localizar este recibo, pode recuperá-lo na pasta “Gravadas” na pasta do sistema IRPF que foi salva em seu computador ou então em uma unidade da Receita Federal.
O segundo passo no preenchimento é completar os dados pessoais em seus respectivos campos.
Para preencher os demais campos olhe os informes de rendimentos para saber quais são e quais não são os rendimentos tributáveis.
Não esqueça de colocar os saldos do ano anterior e deste ano na seção de Bens e Direitos.
São rendimentos tributáveis o salário, CDB, LC, ações, fundos.
Já poupança, LCI, LCA são considerados como não tributáveis. Mesmo assim, devem ser informados como bens, com os respectivos códigos da própria Receita Federal.
E não deixe de lançar as despesas dedutíveis.

Escolha o modelo: completo ou simplificado
Na hora de escolher em qual modelo será feita a declaração de Imposto de Renda, tenha em vista que, na versão Simplificada, é aplicado um desconto de 20% sobre a base de cálculo do Imposto de Renda, em substituição às despesas dedutíveis até o teto estabelecido pela Receita Federal, com limite de desconto de R$ 16.754,34.
Já a versão Completa obriga o lançamento separadamente de todos os gastos dedutíveis. Devem optar por esta versão o cidadão que tem o total de despesas superior ao limite proposto pela Receita Federal.
Mas se não souber qual modelo aplicar, fique tranquilo. A plataforma da declaração de Imposto de Renda indica qual é a melhor opção.

Como enviar a declaração
Após preencher e conferir todos os campos, é o momento de enviar a declaração e, para tanto, deve ser utilizada a plataforma Receitanet, que já é baixada no momento em que se faz o download do programa da declaração. 
Se houver valor a ser restituído, é necessário preencher os dados bancários para depósito na conta corrente ou conta de poupança de titularidade do contribuinte.
A confirmação de que a declaração de Imposto de Renda foi entregue é feita com a geração de um documento com o número do recibo – que deve ser guardado para ser informado no próximo ano logo no início do preenchimento da declaração.

Restituição e pagamento de IR
A restituição do Imposto de Renda é feita antes para idosos e quem tem doenças crônicas ou mentais.
Aos contribuintes de um modo geral, recomenda-se não deixar para entregar muito próximo da data final, para não correrem o risco de perder o prazo.
Para quem ficar devendo à Receita Federal, o programa da declaração apresentará o valor devido e emitirá o DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), que deverá ser pago em parcela única ou em várias, acrescidas de juros. 

Erros na declaração
Quem verificou alguma informação incorreta e já enviou a declaração tem de fazer as correções por meio da declaração retificadora.

Ceará investirá R$ 150 milhões para recuperação das estradas

Posted on Updated on

Obras contemplarão 1.754 km de rodovias, com início das intervenções previsto para depois do fim do período chuvoso. Governador Camilo Santana anunciou a medida em bate-papo semanal nas redes sociais. Foto: Carlos Gibaja.

O Governo do Ceará vai destinar R$ 150 milhões para recuperar rodovias estaduais danificadas no período chuvoso de 2019. O Programa Emergencial de Recuperação executará obras em 64 trechos de estrada, que correspondem a 1.754 km de extensão. O anúncio da ação foi feito pelo governador Camilo Santana nesta terça-feira (16), durante bate-papo com a população através de seus perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram).

O chefe do Executivo afirmou que o planejamento foi feito junto ao Departamento Estadual de Rodovias (DER) para avaliar as condições atuais das estradas que sofreram com as fortes chuvas em território cearense, como também a melhor forma de realização dos reparos necessários para cada uma das vias. O governador informou que as intervenções terão início após o período de chuvas.

“Muita chuva traz fartura, produção no campo e sorriso para nossas famílias cearenses. Mas também acaba trazendo alguns prejuízos, e um deles são os danos às estradas. Rompimentos, buracos, desgaste. Por isso solicitei que o DER fizesse um relatório das estradas que precisariam de uma intervenção imediata do Estado. Recebi o relatório ontem (segunda-feira), e quero anunciar que estou destinando 150 milhões de reais para, assim que terminarem as chuvas, fazermos uma maratona geral para recuperar as estradas que foram danificadas no Ceará”, explicou.

Dentro do cronograma de estradas a serem recuperadas estão trechos como os da CE-040 e CE-453 (Aquiraz), que compreende 9,21 km, a CE-060 entre Aracoiaba e Baturité, que compreende 8,2km, e Camocim-Chaval, que tem a extensão de 47km. “Todas as rodovias estão especificadas e cada uma terá o seu valor de investimento”, garante o governador.

O documento apresentado por Camilo pontua que alguns dos 64 trechos já possuem contratos em curso para a recuperação funcional de estradas, dentro do Ceará de Ponta a Ponta, Programa de Logística e Estradas do Governo do Ceará, enquanto outros ainda precisarão abrir o processo licitatório.

Regulamentação de promoções para Polícia Civil

Durante o bate-papo nas redes sociais, Camilo Santana também destacou o decreto que regulamenta promoções dos policiais civis por merecimento, publicado no Diário Oficial do Estado do Ceará da última segunda-feira (15). O regime de promoções levará em conta a quantidade de pontos acumulados pelo policial judiciário em qualificação profissional e desempenho das suas funções.

O governador reafirmou o Governo do Ceará tem tido nos últimos anos em ampliar os investimentos na Segurança Pública, com realização de concursos, compra de equipamentos novos e valorização dos profissionais da área.

“No meu primeiro mandato, fizemos todo um planejamento de cargos, demos aumento acima da média para escrivães e inspetores, num momento de crise do Brasil. Fiz concurso público para a Polícia Civil, assim como já anunciei o novo para este ano. Autorizei a carreira jurídica para o delegado da Polícia Civil, que também era uma reivindicação antiga”, recordou.

Serasa Antifraude lança novo serviço de monitoramento

Posted on Updated on

 “Você pode não saber, mas já devem saber muito sobre você”. É com essa informação alarmante que o site do Serasa Antifraude informa se seus dados podem ter sido vazados e/ou comercializados na Dark Web.   
Para entender o que o termo Dark Web significa, é preciso imaginar que a internet “tradicional” tem a forma de um iceberg. Na ponta visível deste iceberg está a surface, nome dado à internet usada diariamente. Já na parte submersa deste mesmo iceberg – muito maior que sua ponta e invisível aos olhos – está a Deep Web, repleta de conteúdos secretos, censurados e criptografados, isto é, com forte controle de segurança para que não estejam disponíveis em sites de busca.     

É nessa camada mais obscura, popular entre hacktivistas e criminosos virtuais, com sites e fóruns usados para distribuição e troca de informações sobre assuntos ilícitos, que está a Dark Web. O anonimato é um dos maiores atrativos para quem faz uso dessa parte da internet, já que permite traficar bens roubados, drogas, armas, materiais ilegais, conteúdos censurados ou até mesmo participar de grupos de ódio, extermínio (como noticiado recentemente na cidade de Suzano) e crimes que envolvem compra e venda de informações das pessoas para práticas de estelionatos, pedidos de crédito e golpes em geral.    

Apesar da procura sobre o tema ter subido nos últimos dias, segundo pesquisa exclusiva do Serasa Consumidor para mapear qual a intimidade dos usuários da internet com o assunto, foi apurado que 38% dos consumidores entrevistados nunca ouviram falar no termo Deep Web, e apenas 2% souberam explicar o que é Dark Web. Ainda de acordo com o levantamento, 91% dos consumidores dizem não conhecer nenhuma forma de checar se seus dados estão sendo exibidos de maneira indesejável.            

Com esses importantes indicativos em mãos e sabendo que as pessoas estão cada vez mais conectadas e expostas à golpes online, o Serasa Antifraude, que além de ofertar soluções para os consumidores que desejam manter seus documentos protegidos, agora passa a oferecer monitoramento de informações na Dark Web. O primeiro serviço, que está disponível no site do Serasa Antifraude de forma gratuita, aponta se seu e-mail foi vazado na Dark Web, e mais importante: faz esse monitoramento e alerta, avisando o consumidor sobre qualquer exposição e dando orientações de procedimentos de segurança.  

Já a versão paga do produto, indica em qual site seu e-mail foi vazado e/ou comercializado. Outra importante informação que causa uma preocupação imediata, se deve ao fato do site mostrar em tempo real o número aproximado de dados vazados desde que o usuário acessou a página do Serasa Antifraude. A velocidade com que o número aumenta é assustadora.     

Para William Oliveira, gerente do Serasa Antifraude, a missão do produto é ajudar o consumidor brasileiro a se proteger de todo tipo de fraude, garantindo conhecimento e controle sobre dados pessoais: “Ao estudar a evolução dos golpes, identificamos o risco crescente representado pela Dark Web para a proteção dos brasileiros. É crescente o número de vazamentos de dados e com frequência, os mesmos vão parar em fóruns sendo comercializados ilegalmente. A partir deste conhecimento, passamos a trabalhar para criar soluções que permitam a visibilidade e, principalmente, ação protetiva, na mãos dos brasileiros. O email é apenas o primeiro passo e nos próximos meses teremos mais dados adicionados a este serviço” afirma Oliveira.         

Segundo o Serasa Consumidor, o Brasil tem mais de 25 milhões de dados violados, sendo o 5º país com mais vazamentos de informações. Ladrões de identidade podem utilizar dados pessoais para abrir novas contas e realizar compras, apresentar declarações falsas de impostos, alugar ou comprar propriedades, roubar patrimônios e ainda fazer muitas outras ações criminosas. Na pesquisa feita pelo Serasa Consumidor, foi questionado como os usuários estão se protegendo atualmente: 63% dos ouvidos informaram que tomam cuidados frequentes. Os mais citados foram:            

– 41% dizem usar e atualizar antivírus com frequência;         
– 20% só navegam em sites confiáveis;             
– 5% procuram ao máximo não expor nenhum dado na internet;    
– 4% não salvam nenhuma senha, dados pessoais ou financeiros.          

Serasa Antifraude pode ajudar a monitorar dados em todo o mundo, alertando se informações pessoais on-line foram comprometidas. No momento em que o vazamento é descoberto, o usuário poderá reagir rapidamente, tomando algumas medidas de segurança para se proteger:          

– Acompanhar seu extrato bancário, ficando atento a transações desconhecidas;
– Evitar compartilhar dados pessoais por e-mail: nome, CPF e conta bancária;
– Substituir as senhas atuais por outras mais eficientes, exclusivas e seguras;  
– Cancelar rapidamente cartões bancários, fazer um boletim de ocorrencia e ativar o alerta de documentos no Serasa;    
–  Atenção à e-mails de origem desconhecida; 
– Evitar compartilhamento de dados pessoais por e-mail e/ou rede sociais;
– Desconfiar de ligações que solicitem a confirmação de dados pessoais.