Banco de Sergipe registra crescimento

Posted on Updated on

O Banco do Estado de Sergipe conquistou lucro líquido de R$ 36,3 milhões no primeiro semestre de 2017, resultado 61,7% superior ao registrado no mesmo período de 2016, de acordo com o Relatório da Administração e as Demonstrações Contábeis da instituição publicados pela instituição.

O Banese é uma das poucas instituições financeiras estaduais que escapou da política de privatizações do governo de Fernando Henrique Cardoso.

De acordo com o Relatório do Banese, no fim do primeiro semestre de 2017 os ativos totais tiveram saldo de R$ 4,6 bilhões, 16,6% a mais que o registrado no primeiro semestre de 2016.

Palavra do presidente da empresa, Fernando Mota: “Os números são consistentes. Eles mostram a importância que o Banese tem para a economia de Sergipe e que o banco se fortaleceu e está cada vez mais num caminho de consolidação de sua atuação no Estado”, disse o presidente durante a coletiva de imprensa.

Ainda segundo Mota, as receitas no primeiro semestre de 2017 cresceram e o Patrimônio Líquido do banco chegou a R$ 334 milhões, num incremento de 11,5% em relação ao primeiro semestre do ano anterior. “Os números alcançados no primeiro semestre de 2017 demonstram que apesar das incertezas pelas quais o Brasil vem passando, as nossas estratégias estão gerando os retornos esperados e o Banese se mantém sólido e sustentável”.

Fernando Mota observou que no primeiro semestre de 2017 houve muitos investimentos em tecnologia e o Banese solidificou-se como um banco mais digital e mais competitivo. “Hoje mais de 80% das transações realizadas no Banese são feitas através dos canais de autoatendimento, sendo que 61% delas são realizadas através do Internet Banking e no aplicativo do banco para celular e tablet”, explicou.

Segundo o presidente, os números do cartão de crédito Banese Card, que encerrou o primeiro semestre de 2017 com um volume financeiro transacionado total de R$ 666,5 milhões, também registram crescimento. Foram 6% em relação ao primeiro semestre de 2016. O cartão conta atualmente com 510 mil clientes aptos a comprar, além de 38 mil lojistas credenciados, por meio dos quais se apuraram 5,3 milhões de transações.

(…)

“É também através do Instituto Banese que o banco apóia 14 instituições filantrópicas de Sergipe, todas muito conhecidas no Estado, pelos relevantes serviços que prestam, tendo beneficiado nesse primeiro semestre mais de 23 mil pessoas por elas assistidas”, disse ainda o presidente.

Para mais informações, clique aqui.

Licitação na Cagece: imóveis à venda

Posted on Updated on

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) fará amanhã concorrência pública para vender 14 imóveis de propriedade da empresa. Além de Fortaleza, os imóveis estão localizados em outras nove cidades do estado do Ceará, são elas: Iracema, Palhano, Uruburetama, Pacajus, Lavras da Mangabeira, Milagres, Nova Olinda, Chaval e Ubajara. Os lances iniciam a partir de R$ 4.400,00.

As atividades estão agendadas para começar às 10h30min.

Abaixo, informações da assessoria de Imprensa da Cagece:

A licitação tem por objetivo a venda de imóveis que não são mais utilizados pela Cagece, que antes abrigavam estruturas operacionais ativas da companhia, e atualmente encontram-se desativadas, em virtude da modernização dos processos e tecnologias de tratamento de água e esgoto.

Poderão concorrer, pessoas físicas ou jurídicas devidamente habilitadas conforme as exigências descritas no edital. A habilitação será julgada com base na documentação apresentada, observadas as exigências relacionadas a: habilitação jurídica, regularidade fiscal e trabalhista, qualificação econômica-financeira e qualificação trabalhista.

Os envelopes contendo a documentação necessária e as propostas de preço deverão ser entregues, pessoalmente ou por via postal, na Central de Licitações do Governo do Estado do Ceará, na Av. Dr. José Martins Rodrigues, nº 150, bairro Edson Queiroz.

*** *** ***

O edital completo está no site da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado do Ceará.

Pecém: nova rota para a Europa

Posted on Updated on

Situado no Município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortalza (CE), o Porto do Pecém inaugurou nova rota de exportação para a Europa.

A linha será operada pela empresa Mediterranean ShippingCompany S.A – MSC, da Suíça, e atenderá os portos de Antuérpia (Bélgica); Roterdã (Holanda); Hamburgo e Bremerhaven (Alemanha) e Le Havre (França).

Abaixo, informações do Governo do Ceará:

“Inicialmente a nova rota será realizada de forma sazonal, às sextas-feiras, tendo em vista o início da safra de frutas. Hoje, nós comemoramos a chegada do primeiro navio e acreditamos no incremento também financeiro que essa nova operação trará para a Companhia. Com o início da operação da linha da MSC e o serviço que já temos, passaremos a ter, semanalmente, dois navios levando frutas do Nordeste brasileiro para a Europa”, comemorou o diretor–presidente interino da Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos), Roberto Loureiro. Atualmente, o Norte da Europa, que será contemplado com o novo serviço, já é atendido com uma linha da Maersk, enquanto a Hamburg Sud atende ao mercado americano.

O gerente da MSC em Fortaleza, Daniel Soares, justifica o investimento da nova linha no Porto por sua localização privilegiada e infraestrutura operacional. “O Porto do Pecém foi escolhido por ser um porto estratégico e estar localizado mais próximo dos principais destinos europeus para fruta. A MSC fez o investimento necessário para trazer o serviço e, a partir do Pecém, poder atender os principais portos europeus por ter ciência da visibilidade do produto brasileiro fora do país”, disse. Ainda segundo Soares, a nova linha se estenderá até fevereiro de 2018.
Para o trajeto do Porto do Pecém a Europa, as frutas seguem em contêineres refrigerados. Na nova linha da MSC, o primeiro porto contemplado será o de Antuérpia, com expectativa de chegada da carga em 10 dias; seguido do porto de Roterdã, 12 dias; Hamburgo, 14 dias; Bremerhaven, 16 dias e Le Havre, 18 dias.

Maior escoador de frutas frescas do país, o Porto do Pecém movimentou, de janeiro a julho de 2017, 38.222 toneladas de frutas, superando a marca registrada no mesmo período do ano passado, de 32.682 t. O melão foi a fruta mais exportada no acumulado deste ano, alcançando 22.966 toneladas; seguida da melancia, com 5.360 t e da castanha de caju, com 5.059 t.
“Com o início da operação dessa linha da MSC a gente prevê um crescimento médio de 20% em carga de contêineres, este ano. Para cargas em geral, a expectativa é de até 35% de acréscimo no total de carga movimentada no Porto do Pecém. Pela primeira vez em três anos, nós vislumbramos que a movimentação de containeres volte a crescer e que a gente bata um novo recorde”, comemorou a Diretora de Desenvolvimento Comercial da Cearáportos, Rebeca Oliveira.

Maranhão se destaca em geração de empregos

Posted on Updated on

Da Agência de Notícias do Governo do Maranhão:

A Nota Mensal de Mercado de Trabalho no Maranhão referente ao mês de julho deste ano, elaborada pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) (…) demonstra que o Maranhão obteve o segundo melhor saldo de empregos formais do Nordeste e o sétimo do país com a geração de 1,6 mil postos de trabalho. A versão completa da nota pode ser acessada no link http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/21/175.

Segundo os dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o emprego formal maranhense registrou uma abertura de 1.567 postos de trabalho em julho de 2017, configurando o terceiro mês consecutivo de resultado positivo, levando o acumulado do ano a 2,2 mil demissões líquidas, contra 12,6 mil no mesmo no mesmo intervalo de 2016.

O destaque no mercado formal em julho de 2017 foi para o setor da Construção Civil, que registrou 1.020 admissões líquidas, com contribuição expressiva da atividade Construção de Edifícios, a qual registrou 846 novas vagas em São Luís. Destaque também para a Indústria de Alimentos e Bebidas, que registrou 1,1 mil aberturas de vagas na atividade Fabricação de açúcar em Coelho Neto.

Sardenberg participa de evento na Fiec

Posted on Updated on

O jornalista Carlos Alberto Sardenberg, comentarista de Economia da rede de rádio da CBN, e de Rede Globo – também colunista do jornal O Globo -, participa amanhã em Fortaleza do Fórum Ideias em Debate, da Federação das Indústrias do Estado do Ceará.

O evento é gratuito e acontecerá no auditório Waldyr Diogo de Siqueira, no térreo da Casa da Indústria (Av. Barão de Studart, 1980 – Aldeota). Às 18h30min.

Professores com prioridade no IR

Posted on Updated on

A Câmara federal aprovou na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, já em caráter conclusivo, projeto do Senado que garante aos professores prioridade no recebimento da restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

As informações a seguir são da Agência Câmara:

A proposta acrescenta dispositivo à Lei 9.250/95, que regulamenta o IRPF, para determinar que terão prioridade no recebimento da restituição do IR, logo após os idosos, os contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Atualmente, conforme o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03), pessoas com idade igual ou superior a 60 anos já têm prioridade no recebimento da restituição do IR.

O parecer do relator, deputado Patrus Ananias (PT-MG), foi pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa do projeto, com emenda de redação, e pela injuridicidade do PL 3000/11, apensado. O projeto rejeitado concede prioridade aos contribuintes maiores de 65 anos que tenham rendimentos tributáveis em valor igual ou inferior a R$ 30 mil.

Escolas de Fortaleza vão ter brigadas contra o aedes aegypti

Posted on Updated on

A Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Câmara Municipal de Fortaleza aprovou projeto de lei do vereador Dr. Porto (PRTB), que institui na cidade brigadas de combate ao mosquito aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya, com o engajamento de alunos das escolas públicas e particulares.

As informações abaixo são da assessoria de Imprensa da Câmara:

O Presidente da Comissão, vereador Gardel Rolim (PPL), explicou que apesar da Prefeitura de Fortaleza já está fazendo isso nas repartições públicas, o projeto do vereador Dr. Porto institui tal ação de forma obrigatória, garantindo assim uma maior proteção em relação a saúde dos fortalezenses.

“Para este e os próximos governos será obrigatório que instituições tenham a sua brigada de combate ao mosquito. É uma grande contribuição que estamos dando para a cidade de Fortaleza na área da saúde pública”, explicou.

 

Camilo inaugura ciclovia no Cariri

Posted on Updated on

O governador Camilo Santana (PT), do Ceará, vai amanhã à Região do Cariri. E tem na agenda a inauguração, às 7h30min, da Ciclovia do Cariri.

A via liga as cidades de Brato, Juazeiro do Norte e Barbalha – o chamado “Crajubar”.

cicclo

Implantada no canteiro central das estradas CE 060 e CE 292, a ciclovia se estende por 17 quilômetros, com pavimento asfáltico e sinalizações vertical e horizontal.

O valor da obra, segundo o Estado, foi de R$ 2.925.429,43. A faixa para bicicletas era uma reivindicação antiga das comunidades dos três municípios, não apenas pela mobilidade, mas também pela segurança.

Na ocasião haverá passeio ciclístico por toda a extensão da ciclovia, com a participação de Camilo.

Centro de Fortaleza: requalificação nas pautas política, social e econômica

Posted on Updated on

A Câmara Municipal de Fortaleza está acompanhando a execução de projetos da Prefeitura para requalificar o Centro da cidade. Entre as ações, a renovação de 24 termos de permissão de uso aos comerciantes do Mercado Central, assegurado por lei autoria do presidente do Legislativo, Salmito Filho (PDT, foto).

salmito

A seguir, informações da Câmara de Fortaleza:

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, agradeceu o apoio político aos projetos de requalificação do Centro, que passam pela valorização do Mercado Central, pela revitalização da avenida Alberto Neponuceno e da rua José Avelino. Roberto Cláudio falou da parceria com o Governo do Estado em diversos projetos que envolvem a cidade e o resgate do Centro histórico.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Salmito Filho (PDT), destacou o empenho do Executivo na valorização do Mercado Central e do Centro da cidade. “Quero parabenizar o prefeito Roberto Cláudio, o governador Camilo Santana e o secretário de Turismo, Alexandre Pereira, por esse momento. O Mercado Central é um equipamento importante para o turismo de Fortaleza, tendo um grande significado para a economia da cidade”, salientou.

O vereador Michel Lins (PPS), presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda, reforçou o compromisso da gestão municipal com o resgate do espaço para a cidade e a requalificação do Mercado Central.

O governador Camilo Santana (PT) reafirmou o trabalho em parceria com o prefeito Roberto Cláudio, envolvendo uma série de intervenções na valorização dos espaços públicos do Centro de Fortaleza. “O Mercado Central representa a nossa cidade, a nossa cultura e culinária. Nós temos discutido sobre uma série de intervenções na cidade”. Dentre os projetos destacados pelo governador Camilo Santana estão a requalificação da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel, a Escola de Gastronomia e Hotelaria e a revitalização da Praça da Estação.

Inclusão debatida em Maceió

Posted on

Da Agência Câmara, da Câmara dos Deputados:

Os avanços da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (13.146/15) e da Lei de Cotas (12.711/12) serão avaliados em seminário em Maceió (AL) nesta sexta-feira (18).

(…)

A conquista da acessibilidade e a inclusão para o trabalho serão alguns dos temas que serão discutidos pelos convidados, entre eles representantes da Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência do Ministério dos Direitos Humanos; da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão e da Justiça do Trabalho.

“O novo paradigma da deficiência baseado nos direitos humanos é o da visão ou modelo social, no qual o ambiente tem influência direta na liberdade da pessoa com limitação funcional, sendo fundamentais estratégias políticas, jurídicas e sociais que excluam esses obstáculos e discriminações”, afira a deputada Rosinha da Adefal (PTdoB-AL), que pediu a realização do evento.

Hoje a LBI já garante, entre outros direitos, a oferta gratuita no SUS de órteses e próteses, assegura sistema educacional inclusivo em todos os níveis e a prioridade processual no acesso à Justiça.