Franquia de sapatos femininos fatura 18 milhões no Brasil e abre unidades nos EUA e em Portugal

Posted on Updated on

A franquia Sapatizi está se posicionando para entrar na lista das mais promissoras do país. A proposta inusitada de oferecer sapatilhas anatômicas, em máquinas de vending machine, para as mulheres descansarem os pés detonados pelo salto alto em festas como casamento, 15 anos e até mesmo no carnaval da Sapucaí, fez a franquia se expandir pelo Brasil e inaugurar sua primeira filial nos EUA, depois de ter registrado faturamento de R$ 18 milhões.

Máquina de Vending Machine é a aposta de noivas e debutantes para encantar os convidados Foto: Divulgação
 

A empresa existe desde 2013 e já com com mais de 7 mil eventos realizados. Em franca expansão com o modelo de franquias, a Sapatizi está presente em 9 localidades brasileiras – Ceará, Maringá- PR, Pernambuco, Alagoas, Belo Horizonte, Rio Grande do Sul, filiais no Rio de Janeiro São Paulo e recentemente no município de Dourados, Mato Grosso do Sul. Em abril de 2019 deu início ao seu processo de internacionalização com a inauguração das primeiras filiais internacionais nos EUA  e Portugal.

Foto: Divulgação

“Sou empreendedor há mais de uma década e posso afirmar com toda certeza que quanto mais rara e única for a proposta, mais sucesso terá. O fato das sapatilhas serem distribuídas, através de uma moderna e exclusiva vending machine, e as convidadas receberem o kit em uma caixinha, com um prendedor de cabelo, as sapatilhas, sacola para guardar o salto alto com logomarca ou nome do cliente, permite que a Sapatizi seja rara neste segmento”, conta.

Dia dos Namorados: quatro de cinco empresários acreditam que as vendas serão iguais ou maiores este ano

Posted on Updated on

Pesquisa da Boa Vista com mais de 800 empresários, em todo o país, constatou que quatro em cada cinco acreditam que as vendas neste Dia dos Namorados serão iguais ou superiores às de 2018. Destes, 39% ainda se dizem confiantes no aumento de vendas.

Facilitar o pagamento e conceder descontos serão as estratégias mais utilizadas neste Dia dos Namorados para alavancar as vendas por 41% dos empresários entrevistados, respectivamente. Outros 18% pretendem fazer promoções.

Também de acordo com a pesquisa, a perspectiva de gasto dos consumidores evolui segundo o otimismo do empresário para a data. Os mais otimistas acreditam que os consumidores gastarão mais, cerca de 65% contra 4% dos empreendedores menos otimistas (“vendas irão diminuir”), que estão mais propensos a conceder descontos (50%).

Metodologia
A Pesquisa Perspectiva Empresarial – Dia dos Namorados, desenvolvida pela Boa Vista, foi feita entre os meses de abril e maio, de forma quantitativa, com mais de 800 respondentes, representantes de empresas clientes e do mercado em geral, dos principais setores (comércio, indústria e serviços) e dos segmentos micro, pequenas, médias e grandes empresas. Para a leitura dos resultados é preciso considerar 3% de margem de erro e 95% de grau de confiança.

Empresas brasileira e canadense fazem parceria na área de energia solar

Posted on Updated on

A Canadian Solar, fabricante internacional de módulos fotovoltaicos, acaba de estabelecer uma parceria com a consultoria brasileira Cela (Clean Energy Latin America) para ampliar a competitividade dos produtos e serviços comercializados no País. Uma das estratégias é automatizar o modelo de análise de viabilidade financeira de projetos de geração solar distribuída (GD) e de precificação a partir da plataforma Re.value, software de avaliação de viabilidade financeira e de decisão de investimento em projetos de geração distribuída desenvolvido pela Cela.

A intenção da Canadian Solar, que conta com uma unidade fabril na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, é utilizar o software de inteligência para precificação dos produtos e serviços, com foco na regulação, modelos de negócios e especificidades do mercado brasileiro de energia solar fotovoltaica.

Para o gerente geral da Canadian Solar na América Latina, Hugo Albuquerque, a utilização do software é parte da estratégia de reforçar ainda mais a tropicalização dos modelos de atuação e precificação no Brasil. “Também apostamos numa maior assertividade e agilidade com a plataforma, já que teremos um sistema constantemente atualizado para monitorar e orientar com relação às mudanças no setor elétrico brasileiro”, aponta o executivo. 

A ferramenta traz análises detalhadas e atualizadas a partir do cruzamento de informações sobre projetos de geração solar distribuída, tarifas de energia em todo o território brasileiro, normas regulatórias, índices macroeconômicos, impostos e até linhas de financiamento. Tais funções se refletem em um índice muito maior de acerto na análise da viabilidade de projetos e todas suas nuances, segundo estimativa da Cela.

“Para o caso dos fabricantes de equipamentos e desenvolvedores de projetos, que necessitam de precisão de dados para ajustar a precificação de seus produtos, nossa plataforma orienta sobre a competividade dos equipamentos nacionais e importados, além de serviços, e como podem ser combinados com linhas de financiamento específicas”, comenta Camila Ramos, Diretora Geral da Cela.

Desenvolvido com tecnologia 100% nacional, a ferramenta de viabilidade financeira atende companhias que atuam com energia fotovoltaica, novos entrantes no setor, investidores, geradores, bancos e fabricantes de equipamentos, entre outros. “A ideia é atender o crescimento e as mudanças constantes do segmento de geração solar distribuída no País, hoje com 71 mil instalações e mais de 735 megawatts (MW) de capacidade instalada, num total de R$ 4 bilhões de investimentos acumulados de 2012 para cá”, ressalta Camila.

Mês das noivas: aplicativo ajuda a realizar o sonho do casamento perfeito

Posted on Updated on

Para muitas pessoas, o casamento é uma das ocasiões mais especiais da vida e por isso, tudo precisa sair perfeito – da decoração ao vestido. Porém, encontrar os itens do sonho pode ser algo trabalhoso e caro.

Uma solução que tem ajudado muitos brasileiros a terem acesso a produtos importados por meio da tecnologia é o Grabr (http://grabr.io/pt/) – um aplicativo de compartilhamento de bagagem que possibilita o acesso e compra de produtos por meio de viajantes para outros países – é possível encomendar desde artigos para decoração, vestidos das madrinhas até o tão sonhado vestido de noiva. Thays Rodrigues casou no final de 2017 e conseguiu economizar 500% ao utilizar o aplicativo para encomendar os vestidos das suas seis madrinhas.

“Nós pedimos todos as roupas das madrinhas pelo Grabr e pagamos 250R$ em cada vestido – já com o valor da recompensa do viajante e taxa do app. Aqui no Brasil peças parecidas estava saindo por 1.500R$ cada”, conta Thays.

De acordo com a gerente de marketing da Grabr, Michele Chahin, comprar com a ajuda do aplicativo pode gerar economia de, em média, 70%  dependendo do item. “Nos EUA, por exemplo, é possível encontrar acessórios para o penteado da noiva, como as tiaras, por $17 dólares. Já no Brasil, os adereços podem custar três vezes mais”, explica.

Como funciona para o comprador

Para gerar um pedido na plataforma é necessário inserir alguns dados do produto como a descrição do item e link de onde ele pode ser comprado no país do exterior. Com isso,viajantes indo ou voltando para estas localidades podem trazer o produto, com uma taxa de recompensa, calculada pelo app, com base no preço do produto. O valor da comissão só é liberado para o viajante após a entrega ser efetuada, garantindo a segurança do acordo. Em caso de problemas com o pedido e entrega da compra, a startup reembolsa os valores pagos, garantindo a segurança das transações.

O comprador além de economizar, não precisa pagar altas taxas de frete nem esperar meses para receber o produto. A economia para os brasileiros costuma ser de 30% a 40%, em média, podendo chegar a 70% em épocas de campanhas promocionais, como a black friday.

Operação com segundo maior avião de carga do mundo é realizada no Brasil

Posted on Updated on

A DC Logistics Brasil trouxe para o País a aeronave Antonov 124, o segundo maior avião de carga do mundo. O AN-124, como é chamado, é destinado para o transporte de cargas extradimensionadas e pesadas. “É uma aeronave que possui um custo operacional muito alto, por isso, é usado apenas em situações de extrema urgência onde a carga não cabe em nenhum outro avião de cargas que tenha fluxo regular naquela determinada rota”, destaca Dimitri Mattos, Trade Lane Developer – Project Specialist, da DC Logistics Brasil.

A operação com o avião foi apenas uma parte da logística que começou com diversas reuniões e conferências com toda equipe envolvida, cerca de 20 pessoas ao todo. “O projeto durou cerca de 90 dias de planejamento, e a execução durou ao todo seis dias do início do manuseio na planta do cliente ao destino final”, comenta Mattos.

O embarque partiu do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), fazendo parada para abastecimento em Cabo Verde e com destino final o Reino Unido.

O especialista em projetos explica que a carga transportada tinha cerca de quatro metros de altura e aproximadamente 40 toneladas. Devido principalmente à altura, a carga só coube no ANTONOV 124.

A DC Logistics Brasil foi responsável pela coordenação de todos os serviços no Brasil, desde a retirada da carga na planta do exportador, até a colocação dentro da aeronave. “Nós contratamos a transportadora, o material especial para amarração da carga, surveyor e guindaste. Cada movimento da carga foi monitorado pela nossa equipe, sempre usando material inspecionado e certificado, tendo em vista que a carga é sigilosa, de alto valor e sensível”, ressalta Dimitri.

Com base nisso, foi desenvolvido o método de embarque, onde consta o planejamento do transporte, com datas e horas de ocorrência, incluindo as possíveis eventualidades e soluções para cada uma delas. “Todo este plano é feito para o sucesso da operação”, finaliza Mattos.

Brasil chega a 10 mil empresas de energia solar e cerca de 20 mil empregos

Posted on Updated on

O Brasil acaba de atingir cerca de 10 mil empresas que atuam com energia solar, em especial nas áreas de equipamentos e serviços para a geração distribuída, conforme mapeamento recente do Portal Solar, maior marketplace do segmento no País.

Estimativas do setor dão conta de que as companhias empregam atualmente 20 mil profissionais, com investimentos acumulados que ultrapassam R$ 24 bilhões entre os empreendimentos de grandes usinas e sistemas de autogeração em residências, comércios e indústrias.

No caso específico das empresas de engenharia e instalação (geração distribuída), o levantamento do Portal Solar mostra que foram criados aproximadamente 6 mil empregos somente nos últimos 12 meses. Somente o setor de geração solar distribuída já recebeu cerca de R$ 3,4 bilhões em investimentos desde 2012, espalhados por todo o território nacional.

O Portal Solar possui uma média mensal de acesso de 200 mil pessoas, que movimentam cerca de R$ 25 milhões em compra e venda dos mais de 6 mil itens disponíveis, incluindo milhares de opções de geradores fotovoltaicos, equipamentos de instalação, inversores e sistemas de bombeamento, entre outros.

Dos quase 75 mil sistemas fotovoltaicos instalados até hoje nos telhados brasileiros, cerca de 25 mil projetos já foram submetidos para certificação no Portal Solar. Com isso já são mais de 1,4 mil empresas instaladoras que possuem o Selo Portal Solar de qualidade.

“O que construímos aqui no Portal Solar é a maior e mais qualificada base de instaladores de energia solar no Brasil”, comenta Rodolfo Meyer, CEO do Portal Solar. “Os clientes finais também são incentivados a deixar sua avaliação sobre os instaladores certificados e assim fornecemos um mecanismo de classificação para que o mercado busque sempre melhorar, além de facilitar a vida do consumidor para encontrar instaladores qualificados e com avaliações reais”, acrescenta.

Prova de que esse mecanismo funciona é o índice de inadimplência no financiamento oferecido no próprio Portal Solar, que foi reduzido de forma drástica quando o serviço é prestado por um instalador certificado no marketplace.

Trata-se do nascimento de um segmento que, em questão de dois anos, será o maior dentro do setor elétrico, aponta Meyer. “Na nossa última pesquisa, concluída no final de abril com mais de 1,5 mil empresas participantes, verificamos que 41,2% delas trabalham com energia solar fotovoltaica a menos de um ano, 27,1% de um a dois anos, 19,5% de dois a três anos, e apenas 12,3% atuam mais de quatro anos. Outro dado é que 6% ultrapassaram a marca de 50 sistemas instados, 57,9% instalaram de 10 a 50 sistemas e 36,4% ainda não completaram três instalações”, conclui.

Comissão Especial de Desenvolvimento da Assembleia recebe coordenadores do Ceará 2050

Posted on Updated on

A Comissão de Desenvolvimento das Regiões de Planejamento do Ceará da Assembleia Legislativa, que tem na presidência o deputado Salmito Filho (PDT, foto), terá reunião na próxima quinta-feira (6/6), às 8 h, no Complexo das Comissões, auditório 2. Na ocasião, serão apresentados os coordenadores do projeto Ceará 2050, José de Paula Barros Neto, Airton Ibiapina Montenegro Jr., e Antônio Nunes de Miranda.

No último encontro da Comissão Especial houve a apresentação de um técnico do IPECE que exibiu dados para nortear os parlamentares na construção de um plano e de um marco regulatório.“Essas fundamentações serão importantes como alicerce técnico para a Comissão poder preparar o seu roteiro de trabalho e de como poderemos contribuir. Contribuição essa que pode ser com um marco legal, ou por meio de sugestões apresentadas ao Poder Executivo, ou a própria Assembleia, visando o planejamento e o desenvolvimento do estado do Ceará na perspectiva regional”, destacou Salmito.

A Comissão tem como objetivo debater e construir agenda propositiva em relação ao planejamento estratégico das regiões cearenses. É composta por sete parlamentares: Salmito (PDT), presidente; Leonardo Pinheiro (PP), vice; Guilherme Landim (PDT); Romeu Aldigueri (PDT); Fernando Santana (PT); Sérgio Aguiar (PDT); Audic Mota(PSB) e Carlos Felipe (PcdoB).

Para o próximo dia 12/06, às 14h30, está agendada visita oficial dos integrantes da Comissão à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

Redes sociais nas relações de governo e sociedade são tema de palestra em encontro de prefeitos no CE

Posted on Updated on

O secretário da Casa Civil do Governo do Ceará participa hoje (4.6, terça) do VII Seminário de Gestores Públicos – Prefeitos Ceará 2019. Élcio Batista falará sobre a importância e as oportunidades das redes sociais nas relações entre governo e sociedade.

Cientista Social e mestre em Sociologia, Élcio tem experiência nos setores público e privado. Com expertise nas áreas de Sociologia, Antropologia, Ciência Política, Comunicação e Marketing Político, atua principalmente em temas como inovação, tecnologia, desenvolvimento econômico, estado, segurança, política, conflito, poder, opinião pública, publicidade, marketing e cultura.

O evento visa ao fortalecimento do desenvolvimento cooperado, inovação e sustentabilidade no âmbito das estruturas dos poderes públicos municipais. É, ainda, oportunidade para debates sobre a melhoria de serviços públicos como saúde, educação, assistência social, meio ambiente, segurança e infraestrutura, prestados ao cidadão, em sintonia com uso das modernas ferramentas decorrentes do uso de tecnologia, estarão no rol de temas, discussões e apresentações, plenamente disseminados com todos os participantes.

Neurogestão: como aplicar a neurociência em suas tomadas de decisão

Posted on Updated on

Os estudos sobre a Neurociência cada vez ganham mais espaço no universo corporativo. As discussões sobre o funcionamento do cérebro humano são frequentes no dia a dia das empresas, visando o entendimento aprofundado dos estímulos que possibilitam um melhor desempenho.

A Neurogestão é a junção da Neurociência com outros assuntos tradicionais da gestão para objetivar novos resultados e, assim, maximizar as respostas empresariais. O desenvolvimento desta competência contribui para a qualificação do indivíduo nos negócios, comunicação, prospecção de clientes. Busca, também, gerar melhor entendimento do funcionamento do cérebro e da mente humana nos âmbitos profissionais e pessoais, que podem ser aplicados de diversas maneiras e em inúmeras áreas.

Pensando em todos esses diferenciais, o ISAE Escola de Negócios, uma das principais instituições de ensino do Brasil, vai promover um novo programa de Neurogestão de média duração (128 horas), na cidade de Curitiba (PR). O curso é destinado aos profissionais e estudantes de várias áreas interessados em ampliar a visão empresarial frente a gestão de negócios.

O objetivo do curso é entender de maneira simples e prática como os novos estudos do comportamento humano podem ser usados pelas várias áreas de abrangência da administração e compreender os princípios da Neurociência.

A proposta do ISAE Escola de Negócios é pautada pela educação transformadora a qual promove a oportunidade do desenvolvimento pessoal e profissional dos alunos. Na grade curricular estão temas como: Flipped Classroom, Team Based Learning, Think / Pair / Share, Word Café, Design Thinking, Canvas, Gamification e Consolidação das Experiências do Programa (CEP).

As aulas terão início no dia 08 de junho e acontecem na sede do ISAE na cidade de Curitiba (Av. Visconde de Guarapuava, 2943 – Centro). Para conhecer um pouco mais sobre o curso, acesse o sitewww.isaebrasil.com.br.

TJCE define critérios para primeira fase de atuação contra sonegação fiscal

Posted on Updated on

O Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) do Estado aprovou os critérios para a primeira etapa de atuação da equipe, cujo objetivo é combater a sonegação fiscal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A aprovação ocorreu na primeira reunião do Grupo Diretivo (com poderes deliberativos), conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Washington Araújo, com a presença dos representantes das demais instituições participantes.

O procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Rios, destacou que o Cira tem a finalidade de “resgatar recursos da sociedade para que retornem e garantam a prestação de serviços”.

O procurador-geral do Estado, Juvêncio Vasconcelos, eleito presidente do Comitê para o período de um ano, disse que a ação garantirá “mais justiça, cidadania e vai melhorar a qualidade de vida da população”.

A secretária da Fazenda (Sefaz), Fernanda Pacobahyba, defendeu que, além da cobrança, “deverá haver atuação também para combater a informalidade, que não paga imposto e prejudica o setor formal”.

Os critérios definidos serão executados pelo Grupo Operacional, formado por integrantes das instituições.

DEMAIS PRESENÇAS
Também presentes o promotor de Justiça Ricardo Rabelo; o cel. PM Paulo Sérgio, secretário executivo da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); Débora Diógenes de Melo Ximenes, Paulo Roberto Mourão, Camily Cruz e João Régis Nogueira Matias, da PGE; Raimundo Glison Pinheiro de Oliveira, da Sefaz; e Paulo Cid Torres Filho, da Polícia Civil.

O CIRA
Comitê de Recuperação de Ativos foi criado no dia 11 de março deste, por meio de ato normativo assinado pelo governador Camilo Santana; pelo presidente do TJCE; pelo procurador-geral de Justiça, Plácido Rios; e pelo procurador-geral do Estado, Juvêncio Vasconcelos. O objetivo do Cira é propor medidas judiciais e administrativas para combater fraudes fiscais e crimes correlatos. A experiência já funciona em estados como BA, MG, MA, SP, RS, RN, SP, GO e SC.