BNDES Garagem entra na fase final

Posted on Updated on

A Wayra, hub de inovação aberta da Vivo no Brasil e Telefônica no mundo, e a Liga Ventures, primeira aceleradora focada em conectar startups e grandes corporações do Brasil, comunicam a última semana para as inscrições do Programa BNDES Garagem, iniciativa de apoio às startups brasileiras, que tem como objetivo estimular o empreendedorismo e desenvolver empresas inovadoras desde o estágio inicial até empresas mais desenvolvidas, para a geração de novos negócios. Empreendedores(as) têm até amanhã (27 de janeiro, domingo) para se inscrever e fazer parte do primeiro ciclo do programa.

O programa será dividido em duas vertentes: um projeto focado em ideias e desenvolvimento de produto e uma outra que abordará negócios já em fase de tração, respectivamente chamados de BNDES Garagem Criação e Aceleração. Compostos por workshops presenciais, conteúdo especializado nas dores das empresas, acompanhamento no dia a dia, acesso à rede de mentores, parceiros, grandes corporações e investidores, os programas contribuirão para a geração de negócios e o crescimento das empresas. Além desses benefícios, as startups selecionadas terão direito a um escritório completo na WeWork, sem custo para a empresa.

Startups de todos os segmentos da economia podem se inscrever para ambas as vertentes do Programa BNDES Garagem, com especial atenção para as áreas de saúde e bem-estar, sustentabilidade social e ambiental, economia criativa, segurança, soluções financeiras (Fintechs), educação, IoT (Internet das Coisas) e Blockchain.

O programa BNDES Garagem Criação terá duração de quatro meses no Rio de Janeiro, e tem como objetivo transformar boas ideias em empresas (CNPJ), com o desenvolvimento de ao menos um Produto Mínimo Viável (MVP), e/ou ajudar startups que já tenham produto com sua validação no mercado, primeiras vendas e a possibilidade de iniciarem um ciclo de aceleração. O BNDES Garagem Criação terá todo o conteúdo e prática necessários por meio das principais metodologias ágeis, que inclui: Definição do Problema, Validação, Mercado, Solução/MVP, Modelo de Negócios a Go to Market, Vendas, Investimento e Pitch, em um programa intenso para a transformação de sua ideia em empresa ou para o desenvolvimento de sua solução e possível tração.

Para o BNDES Garagem Criação são esperados(as) empreendedores(as) com grandes ideias, mas que ainda não tiveram a oportunidade, conhecimento e ajuda para tirar seus negócios do papel (ou que estão começando a tirar agora). Serão consideradas a viabilidade do projeto, capacidade do time em executá-la e o quanto o programa poderá ajudar a empresa nessa jornada.

O programa BNDES Garagem Aceleração terá duração de seis meses, também no Rio de Janeiro, e acontecerá simultaneamente ao de Criação. O foco do BNDES Garagem Aceleração, no entanto, está em atrair startups operacionais que possuam um produto desenvolvido e ofertado no mercado e que faturem até R$ 16 milhões por ano. Com objetivo de atrair startups com diferentes graus de maturidade, o programa oferecerá conteúdo personalizado, altamente dinâmico, focado em gerar negócios com potenciais clientes e crescimento acelerado da empresa.

Para o BNDES Garagem Aceleração serão consideradas desde startups com produto ou MVP funcional e primeiros clientes até empresas que já estejam caminhando para a fase de tração, ou em processo de internacionalização e que tenham como foco escalar a operação.

As inscrições são feitas pelo link: https://bndesgaragem.com.br/.

Passeios turísticos em Caucaia (CE) terão mais segurança

Posted on Updated on

Bugueiros e passageiros: mais segurança

Caucaia deu um importante passo para a oferta de passeios turísticos mais seguros. A subsecretária de Transportes Socorro Queiroz reuniu-se com representantes das cooperativas de bugueiros para tratar da regulamentação da atividade no município.

A categoria foi convidada a colaborar com a elaboração de um projeto de lei que será enviado pelo prefeito Naumi Amorim à Câmara Municipal de Caucaia tratando da abertura de uma licitação para definir quais profissionais terão permissão para atuar no setor. “Acordamos que as cooperativas vão ter um mês pra apresentar minutas com propostas de como deve ser essa licitação. Vamos nos reunir novamente dia 14 de janeiro”, revelou Socorro Queiroz.

O serviço hoje é regido por um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado em 2013 entre a gestão municipal, os motoristas e o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). Além disso, uma lei de 2015 dispõe sobre a criação de área destinada aos serviços de transporte com fins lucrativos.

Com a elaboração de uma nova lei, a Prefeitura pretende legalizar a atuação de bugueiros que rodam sem autorização e intensificar a fiscalização. Atualmente, 133 pessoas têm licença para oferecer esse tipo de serviço em Caucaia. “A gente quer se regularizar. Ninguém quer ficar irregular. E tem espaço pra todo mundo trabalhar”, pontuou a presidente da Cooperativa do Cauípe, Rosineide Souza.

Essa foi a primeira vez que os bugueiros de Caucaia foram convidados por uma gestão municipal a participarem ativamente de um processo do tipo. A expectativa é de que a matéria seja encaminhada ao Legislativo na primeira quinzena de fevereiro, quando o Parlamento retorna do período de recesso.

Sine de Fortaleza disponibiliza 982 vagas

Posted on Updated on

As unidades de atendimento do Sine Municipal, equipamentos da Prefeitura de Fortaleza, geridos pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE) em parceria com o Ministério do Trabalho, estão disponibilizando 982 vagas de trabalho em Fortaleza, incluindo Pessoas com Deficiência (PcD).

Estão abertas 226 vagas para teleoperador/telemarketing, 200 vagas para entrevistador de campo/pesquisador, 50 vagas para marceneiro, 50 vagas para pintor de obras, 50 vagas para soldador, 50 vagas para montador de estruturas metálicas, 35 para ajudante de obras,, 34 para pedreiro, 30 para gesseiro, 30 para encanador, além de vagas para açougueiro (20), consultor de vendas (15), auxiliar de linha de produção (11), entre outras ocupações.

Os interessados devem comparecer em uma das unidades do Sine Municipal, localizadas nas sedes das Secretarias Regionais I, III, V e VI, com RG, CPF, carteira de trabalho, comprovante de endereço, de escolaridade e de cursos realizados.

Os currículos recebidos farão parte de um banco de dados para futuras vagas

No Sine Municipal a população pode realizar serviços de intermediação de mão de obra, habilitação para o seguro desemprego*, inscrição e encaminhamento para cursos de qualificação. Empresas interessadas também podem divulgar suas vagas, gratuitamente. O atendimento nas unidades é realizado de segunda à sexta-feira, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Sine Municipal I: avenida Bezerra de Menezes, 459 – Farias Brito.

Sine Municipal III: avenida Jovita Feitosa, 1264 – Parquelândia.

Sine Municipal V: avenida Augusto dos Anjos, 2466 – Siqueira.

Sine Municipal VI: rua Padre Pedro Alencar, 789 – Messejana. (*Por se tratar de uma unidade itinerante, o Sine VI não realiza habilitação para o seguro desemprego. O atendimento é realizado de segunda a quinta-feira).

Mais informações: (85) 3105-3712.

Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto se junta a Carlos Malta e Marimbanda para DVD ao vivo no TJA

Posted on Updated on

O projeto Epifania Kariri, do flautista Heriberto Porto (foto), com produção de Rosina Torres, promove a união de artistas, sugerindo a interação de linguagens e o diálogo entre diversas vertentes da música brasileira. O trabalho apresenta 12 composições inéditas e será gravado em show no Theatro José de Alencar, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. A ação foi selecionado pelo Rumos Itaú Cultural. 

Hoje, às 19h30min, a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, patrimônio vivo do estado do Ceará, sobe ao palco com os conterrâneos do quarteto instrumental Marimbanda e o carioca Carlos Malta para gravação do DVD Epifania Kariri, projeto contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2017-2018. Idealizado por Heriberto Porto, flautista da Marimbanda, com produção de Rosina Torres,. A apresentação já passou por Crato e Nova Olinda, ambos também no Ceará, e Rio de Janeiro (RJ).

Promovendo a descentralização da produção cultural, Epifania Kariri sugere a interação de linguagens – dança e música –, dialoga entre o rural e o urbano, entre a tradição e a contemporaneidade. “Queremos envolver o nosso público neste diálogo, valorizando a cultura tradicional, olhando para novos rumos”, explica Rosina.

A união entre esses artistas sinaliza um diálogo entre diversas vertentes da música brasileira. A tradição cabaçal centenária dos Irmãos Aniceto se permite olhar para o futuro, sem renegar o passado, misturar-se com outros músicos de renome e buscar uma nova sonoridade, tendo suas composições apoiadas por arranjos elaborados e instigantes, feitos pelos artistas envolvidos. Epifania Kariri brinca com a palavra pife e fala de sonhos de difícil realização, do encontro de um significado, da essência, de anunciação, de manifestação de algo mágico.

Os músicos se conhecem há longa data, mas é a primeira vez que participam de um trabalho como esse, todos juntos. O encontro ente os Irmãos e Malta se deu nas filmagens do documentário Xingu Kariri Caruaru Carioca (2015), de Beth Formaggini, no qual a Banda Cabaçal fez participação. O filme registrou o músico carioca percorrendo os quatro cantos do Brasil através do Pífano e desvelando ritmos e instrumentos típicos da cultura brasileira. O flautista Heriberto Porto da Marimbanda, por sua vez, conheceu os Irmãos em 1998, quando pesquisou sobre o grupo para um trabalho para a Universidade Estadual do Ceará (UECE), onde ensina música.

Passados 10 anos, tocou com os mestres da tradição carirense na gravação do DVD dos Irmãos Aniceto com a Orquestra Eleazar de Carvalho, em uma comunhão do erudito e do tradicional. A Marimbanda encontrou Carlos Malta em 2010 durante o Festival Jazz e Blues de

Guaramiranga. Em 2017, o quarteto cearense convidou Malta para um show no histórico Theatro José de Alencar, de Fortaleza (CE).

Depois do Crato e Nova Olinda, o show segue para Fortaleza e Rio de Janeiro (RJ). A escolha das cidades de circulação foi feita levando-se em conta o vínculo dos músicos com suas origens.

Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto

Já se apresentou em todo Brasil, na França e no Portugal. Tocou com músicos consagrados como Hermeto Paschoal, Carlos Malta, Banda de Pífanos de Caruaru e Marília Pêra. Além de encantar com seus Benditos, os Irmãos Aniceto arremedam no palco o amplo linguajar vocal e corporal do roceiro. Criam sonidos, relatam causos e envolvem a todos numa atmosfera surreal com pifes, caixa, zabumba, pratos. Aureolados pela mística dos Pajés Kariri, eles recriam por manifestação natural os saberes dos seus ancestrais e energizam os terreiros por onde passam com a alegria e o vigor da espontaneidade visceral.

 Marimbanda

É formada por Luizinho Duarte, na bateria, Heriberto Porto, nas flautas, Miqueias dos Santos, no contrabaixo, e Thiago Almeida, no piano. É o mais aclamado grupo de música instrumental em atividade no Ceará. Em 18 anos de atuação conquistou repercussão nacional no 4° Prêmio Visa – MPB Instrumental (SP), Circuito SESC Instrumental Paulista, Sala FUNARTE Sidney Miller (RJ), Circuito Cultural Banco do Brasil entre outros. Atuou em importantes Festivais, como o Festival Choro e Jazz, Festival Jazz e Blues em Guaramiranga (CE) e a Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas do Ceara, da Petrobrás. O repertório é composto por ritmos brasileiros, como baião, frevo, samba, choro e bossa nova, além de um jazz autoral e de releituras jazzísticas.

Carlos Malta

Multi-instrumentista, compositor, orquestrador, educador, produtor e dono de um estilo original e criativo. Acompanhou Hermeto Pascoal de 1981 a 1993. Tocou também com Egberto Gismonti, Pat Metheny, Bob Mc Ferrin. Participou na gravação de discos de Guinga, Lenine, Sérgio Ricardo, Leila Pinheiro, Marcus Suzano, Paralamas do Sucesso, Caetano Veloso, Gilberto Gil e apresentou-se com seus grupos em dezenas de países. Em 1993 aliou-se ao violoncelista suíço Daniel Pezzotti para a gravação do disco Rainbow, concorrendo ao Prêmio Sharp de 1995. Em 1997 apresentou-se no Free Jazz Festival com o Coreto Urbano e o Pife Muderno, em um show eleito pelo jornal O Globo como o melhor show do ano. Recebeu o troféu Guarnicê de melhor trilha sonora no 26º Festival de Cinema, realizado em 2003, no Maranhão.

Sobre o Rumos Itaú Cultural

Um dos maiores editais privados de financiamento de projetos culturais do país, o Programa Rumos, é realizado pelo Itaú Cultural desde 1997, fomentando a produção artística e cultural brasileira. A iniciativa recebeu mais de 64,6 mil inscrições desde a sua primeira edição, vindos de todos os estados do país e do exterior. Destes, foram contempladas mais de 1,4 mil propostas nas cinco regiões brasileiras, que receberam o apoio do instituto para o desenvolvimento dos projetos selecionados nas mais diversas áreas de expressão ou de pesquisa.

Os trabalhos resultantes da seleção de todas as edições foram vistos por mais de 6 milhões de pessoas em todo o país. Além disso, mais de mil emissoras de rádio e televisão parceiras divulgaram os trabalhos selecionados. Nesta edição de 2017-2018, os 12.616 projetos inscritos foram examinados, em uma primeira fase seletiva, por uma comissão composta por 40 avaliadores contratados pelo instituto entre as mais diversas áreas de atuação e regiões do país.

Em seguida, passaram por um profundo processo de avaliação e análise por uma Comissão de Seleção multidisciplinar, formada por 21 profissionais que se inter-relacionam com a cultura brasileira, incluindo gestores da própria instituição. Foram selecionados 109 projetos, contemplando todos os estados brasileiros.

Ensino superior: financiamento sob ameaça

Posted on Updated on

Relatório do Centro de Estudos da Câmara analisa a queda do financiamento do ensino superior
O financiamento do Ensino Superior no Brasil está em xeque. Após um salto de 21 bilhões de investimentos em dez anos, no decorrer do governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, o dinheiro destinado às universidades vem caindo.

A TV Câmara, emissora da Câmara dos Deputados, teve acesso com exclusividade a um relatório do Centro de Estudos e Debates Estratégicos (Cedes) sobre o Financiamento da Educação Superior no Brasil.

Conheça qual é a situação em números, na primeira de uma série de três reportagens sobre o tema.

Desperdício de alimentos é tema de estudo

Posted on Updated on

O Centro de Estudos e Debates Estratégicos da Câmara dos Deputados (Cedes) lançou a publicação “Perdas e Desperdício de Alimentos: estratégias para redução”. O estudo propõe a criação, por meio de projeto, de uma Política Nacional de Educação Alimentar e Nutricional do Consumidor, visando a desenvolver uma consciência para o consumo adequado e responsável de gêneros alimentícios. Outra proposta é a elaboração, pela União, de um Plano Nacional de Armazenagem de Grãos, de modo que se possa dar especial atenção à armazenagem dentro das próprias fazendas.

O trabalho, relatado pelo deputado federal Evair Vieira de Melo (PP/ES), foi coordenado pelos consultores legislativos Rodrigo Dolabella, da Câmara, e Marcus Peixoto, do Senado, e contou com a colaboração de especialistas do Sesc, da Conab, da Embrapa, da USP, da Unicamp, do Ministério do Desenvolvimento Social, da Organização Save Food Brasil e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Este é o terceiro livro da série Caderno de Trabalhos e Debates do Cedes, que será publicado pelo Centro de Documentação e Informação (Cedi).

Segundo a FAO, a estimativa é de que todos os anos são perdidos ou desperdiçados no mundo cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos, um prejuízo de aproximadamente R$ 1 trilhão de dólares. Com apenas parte disso, daria para matar a fome de 815 milhões de pessoas que, em 2016, se encontravam em estado de insegurança alimentar.

No Brasil, estima-se que aproximadamente 10% dos alimentos produzidos são perdidos ou desperdiçados. As perdas e desperdício são maiores nas cadeias de frutas e hortaliças, entre 30% e 50%, em razão de serem alimentos perecíveis, que exigem mais cuidados com manuseio e transporte. O desperdício também é elevado no setor de bares e restaurantes, nos hotéis, nas cantinas escolares, nos hospitais e nas residências.

As causas para o desperdício são as mais diversas e vão desde as deficiências de infraestrutura e logística, à falta de tecnologia e de profissionais capacitados ao comportamento dos varejistas e consumidores. Para que a meta estabelecida pela ONU de erradicar a fome no mundo até 2030 seja alcançada será necessário reduzir pela metade o desperdício de alimentos per capita mundial.

O projeto Mesa Brasil Sesc (MBS) atua na coleta e distribuição de alimentos excedentes ou fora dos padrões de comercialização, mas ainda próprios ao consumo humano, e em ações educativas. O MBS constituiu uma rede de 92 bancos de alimentos que atendem 500 municípios. Há ainda mais 84 bancos de alimentos públicos, apoiados pelo Ministério do Desenvolvimento social, e outros 24 em fase de construção. Outra iniciativa, a Save Food Brasil, lançada em 2016, prevê a formação de uma rede nacional de especialistas dos setores público e privado para trabalhar em colaboração e executar projetos, ao mesmo tempo em que conscientiza a sociedade civil.

No Congresso Nacional, existem quase 30 projetos de lei sobre o assunto em tramitação, a maioria trata o problema apenas nas etapas de distribuição e consumo. Também há propostas para tornar a doação obrigatória, mas a logística não é simples e tem custos que podem torná-la inviável. Outro obstáculo, não esclarecido na legislação brasileira, diz respeito à responsabilização civil e penal do doador por danos causados à saúde do beneficiário pelo consumo do alimento doado, que faz com que o doador em geral prefira descartar os alimentos para não pagar indenização.

O Centro de Estudos e Debates Estratégicos é um órgão técnico-consultivo da Câmara dos Deputados dedicado à análise, discussão e prospecção de temas de caráter inovador ou com potencial de transformar as realidades econômica, política e social do nosso país. O colegiado é composto por 23 parlamentares, os quais têm a atribuição de propor uma agenda de atividades e conduzir estudos estratégicos para o Brasil, desenvolvidos com o apoio da Consultoria Legislativa. Como resultado do trabalho, são produzidos e publicados documentos de alta densidade crítica e especialização técnica ou científica, que trazem apensados projetos de lei e/ou indicações para o Poder Executivo.

Ceará projeta triplicar venda internacional de pás eólicas pelo Porto do Pecém

Posted on Updated on

Puxado pela expansão do potencial de geração eólica nos Estados Unidos, o Ceará deverá triplicar as exportação de pás eólicas neste ano. Em 2018, o Estado enviou pelo Porto do Pecém cerca de 700 pás e, para este ano, a expectativa é de que esse número chegue a 2 mil.

Na última quarta-feira (23), foi realizado o primeiro embarque de pás neste ano, com o envio de 63 unidades para o mercado norte-americano pelo Pecém, quantidade suficiente para equipar 21 torres de geração. “A gente espera, pelo menos, triplicar a movimentação de pá eólica realizada em 2018”, diz Raul Neres Viana, coordenador comercial do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp). “Ao longo de 2018 e, para este ano, grande parte desse volume vai para os Estados Unidos, onde o Governo está concedendo um benefício fiscal para as empresas ampliarem a capacidade instalada dos parques existentes. E, então, estão trocando pás antigas por novas”.

Embora o Pecém também envie pás para outros estados brasileiros e receba o produto de outros países, Viana diz que quase todo o volume movimentado é referente às exportações. No ano passado, as exportações de produtos eólicos em contêineres (o que exclui pás eólicas) somaram 52,5 mil toneladas, uma alta de 42% em relação a 2017. Por outro lado, o porto recebeu 524,3 mil toneladas, alta de 12% ante o ano anterior. “As empresas do segmento estão muito animadas para este ano”, disse Viana (…)

A íntegra está aqui.

Detran de Alagoas dá dicas sobre compra de veículos usados

Posted on Updated on

Comprar veículo usado pede calma e atenção. Com o intuito de alertar a população alagoana sobre como evitar possíveis problemas ao realizar este procedimento, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) reforça a importância de analisar algumas situações que irão contribuir para a aquisição de um transporte com segurança antes de realizar a transação comercial.

De acordo com o chefe de controle de veículos do Detran/AL, Sérgio Adriano, entre as principais medidas à serem adotadas antes de realizar o negócio estão: o procedimento de consulta para saber como está a situação cadastral do veículo junto ao órgão e também a realização de uma vistoria que irá garantir a autenticidade do veículo.

“É muito importante saber da situação que o transporte se encontra junto ao Detran/AL. O procedimento de vistoria como prática de segurança garante a verificação da autenticidade do veículo, ou seja, que não existem adulterações, não se trata de um veículo clonado ou mesmo que não foi realizado nenhuma modificação não permitida pela legislação de trânsito vigente”, enfatiza Sérgio.

Para constatar se o veículo possui débitos o usuário poderá acessar o site www.detran.al.gov.br e fazer a consulta de forma gratuita, clicando na aba “consulta de veículo”. Para realizar o procedimento basta ter em mãos os caracteres da placa e o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

Desconfiar de preços muito abaixo do mercado também é uma dica importante para quem deseja comprar um veículo. Além de um mau negócio, existe a possibilidade da ocorrência de golpes que podem gerar grandes prejuízos. Há casos em que o veículo é fruto de roubo, a placa é clonada, a documentação é falsificada e é feito o anúncio do produto, geralmente na internet, por um valor atrativo.

O Detran/AL ressalta ainda, que não envia notificações para quitação de financiamentos e os atos que envolvem esse aspecto são exclusivos dos agentes financeiros. Para obter informações sobre a quitação ou não do financiamento do veículo, os interessados também poderão acessar o site institucional e realizar a consulta de gravame ou a consulta de Renajud para saber se o veículo possui restrições judiciais.

TJCE instala Secretaria Judiciária no Cariri

Posted on Updated on

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) inaugura hoje (sexta-feira, 25/01), às 15h, a Secretaria Judiciária Regional do Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha (Crajubar). O evento contará com a presença do chefe do Judiciário cearense, desembargador Gladyson Pontes, que também instala na manhã desta sexta mais duas Varas em Juazeiro.


A Secretaria permite concentrar os expedientes das varas, deixando os gabinetes dos magistrados exclusivamente com a produção jurídica, como audiências e julgamentos. Além disso, gera padronização, especialização dos servidores, aumento da produtividade, redução da taxa de congestionamento e celeridade com a intimação eletrônica. A Unidade fica localizada em imóvel cedido pela Prefeitura Municipal do Crato até a realização da reforma no Fórum da Comarca, onde funcionará em definitivo.


Já às 10 horas desta sexta, será instalada a 2ª Vara de Família e Sucessões de Juazeiro do Norte, no Fórum da Comarca. Em seguida, acontece a inauguração da Vara Única da Infância e Juventude, também em Juazeiro, no Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão).
O aumento de unidades é resultado da nova Organização Judiciária do Ceará, de iniciativa do Tribunal. A legislação permitiu criar 18 Varas e um Juizado em 16 comarcas com grande volume processual.


Já ocorreram inaugurações em Ocara (Vara Única), Itaitinga (2ª Vara), Horizonte (2ª Vara), Canindé (3ª Vara), Caucaia (2ª Unidade do JECC), Sobral (Vara da Infância e Juventude e 2ª de Família e Sucessões), Acaraú (2ª Vara), Beberibe (2ª Vara), Iguatu (4ª Vara) e Russas (3ª Vara). A ampliação contemplará ainda São Gonçalo do Amarante (2ª Vara), Maracanaú (duas novas Varas), Icó (2ª Vara), Trairi (2ª Vara) e Viçosa do Ceará (2ª Vara).

Servidores de Caucaia (CE) terão reajuste de 3,75%

Posted on Updated on

A Mesa Municipal de Negociação Permanente (MNNP) de Caucaia (Ceará) definiu que será de 3,75% o reajuste do funcionalismo público local. Formado pela alta cúpula fiscal da Prefeitura e por representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsep), o grupo se reuniu no gabinete do prefeito Naumi Amorim.

O índice será encaminhado pelo Poder Executivo em forma de mensagem à Câmara Municipal de Caucaia. Caberá aos vereadores a aprovação do reajuste, que deve tramitar em caráter extraordinário e em regime de urgência para ser publicado no Diário Oficial do Município e, assim, entrar em vigor.

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Orçamento (Sefin), Marcus Mota, é fundamental que o tempo de tramitação da matéria seja o menor possível para a gestão ter condições logísticas junto aos operadores financeiros de conceder o reajuste ainda na folha referente ao mês de janeiro.

“Não tenham dúvidas”, disse ele aos sindicalistas, “de que a gente queria dar mais do que esses 3,75%. A posição do prefeito sempre foi a mesma e muito clara: o que puder dar para o servidor, é para dar. Então, se não estamos concedendo desta vez é por impossibilidade financeira.”

Marcus lembrou que inúmeros municípios cearenses estão com dificuldades de honrar compromissos financeiros. E que são recorrentes os episódios de atraso e até de não pagamento de salários, situações nunca registradas na atual gestão de Caucaia.

“Nesses dois anos da administração do prefeito Naumi, o salário foi pago dentro do mês corrente em 22 meses. Apenas em dois meses o dinheiro saiu no começo do mês seguinte, mas ainda dentro da margem do quinto dia útil. Ou seja: nós não atrasamos pagamentos. Temos feito tudo com muita responsabilidade até aqui e vamos continuar desta forma”, pontuou o secretário de finanças.

O reajuste de 3,75% não se aplicará aos professores. A categoria tem direito a índice diferenciado, que será discutido em outro momento, após a conclusão do estudo de impacto no erário.