Governo do Ceará vai comprar 200 mil botijões de gás para doar a carentes

Posted on Updated on

O governador Camilo Santana (PT) anunciou que o Governo do Ceará vai comprar 200 mil botijões de gás para famílias mais vulneráveis do Estado. Além da ação social, o governador comentou sobre duas reuniões virtuais importantes; com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, formado por 25 órgãos e instituições do Ceará, e com o Conselho de Governança Fiscal do Ceará. Os compromissos tiveram um objetivo em comum; buscar alternativas e medidas que ajudem não apenas a minimizar os impactos da pandemia, como ações para combater a disseminação da covid-19 no Ceará.

200 mil botijões de gás

Camilo relembrou que no período de pandemia o Governo do Ceará já está pagando contas de água e esgoto de 338 mil consumidores de baixa renda pelos próximos três meses, assim como a energia de cerca de 534 mil famílias que possuem a conta social, e fez mais um anúncio de mais uma importante ação social.

“O Governo do Estado vai comprar 200 mil botijões de gás, item que é fundamental para as famílias cearenses, principalmente aquelas de baixa renda, pelo valor que hoje está sendo vendido o botijão, e vamos entregar um vale para que as famílias mais vulneráveis do Ceará possam retirar esse benefício durante esse período tão difícil. Essa ação é uma parceria com a empresa cearense Nacional Gás Butano, que vai fornecer o produto a preço de custo ao Estado. Ou seja, sem nenhum lucro para a empresa. Quero aqui fazer um agradecimento ao Abelardo Queiroz, presidente do conselho da empresa, pois esse é um momento de parceria, de formar uma corrente de solidariedade, de todos darmos as mãos para ajudar aos que mais precisam no Ceará”, agradeceu Camilo.

O governador falou ainda que nessa semana irá apresentar os critérios para recebimento desse benefício, garantindo prioridade para as famílias mais vulneráveis do Estado.

Reuniões virtuais

Camilo participou de duas importantes reuniões via videoconferência, com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, formado por 25 órgãos e instituições do Ceará. “Estamos cada vez mais firmes e unidos para conduzir esse processo da forma mais eficaz para minimizar os impactos da pandemia em nosso Estado. Já investimos na compra de equipamentos, EPIs e entregamos novos leitos no Ceará, mas vamos continuar trabalhando para combater o coronavírus. Nesse momento é importante ter união, praticar o diálogo, ter o envolvimento com cada instituição, pública e privada, para que possamos estar alinhados no processo. Precisamos superar as diferenças ideológicas, partidárias e políticas, para todos estarmos unidos para combater esse inimigo invisível e proteger a população cearense”.

O outro momento foi com os órgãos que compõem o Conselho de Governança Fiscal do Ceará, para discutir formas de redução das despesas de todos os órgãos públicos diante da grave crise econômica decorrente da pandemia do coronavírus. “O objetivo é que haja economia, mas garantindo que os serviços essenciais à população não sejam comprometidos, e que o Estado continue cumprindo todas as suas obrigações, inclusive pagando os salários em dia, mesmo diante da grande queda de arrecadação”, explicou Camilo.

Participaram da reunião os presidentes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas do Estado, além do Ministério Público do Estado, Defensoria Pública e secretarias estaduais da área econômica e de controle.

Aglomeração nos bancos

“Tenho recebido muitas reclamações sobre a forma como o estão funcionando os bancos, notadamente com muita aglomeração e filas. Os bancos alegam que só podem organizar as filas e o distanciamento social da porta para dentro, ocasionando filas enormes do lado de fora dos bancos. Já coloquei bombeiros e polícia para organizar as filas externas, e até enviei um ofício à Febraban (Federação Brasileira de Bancos), que funciona como um apelo, para que se apliquem medidas para organizar as filas nas instituições financeiras. Há denúncias de todos os municípios, principalmente em dias de pagamento de aposentados e pensionistas. Precisamos respeitar a distancia, conforme constam nas recomendações feitas pela sociedade médica”, disse o governador.

Auxílio Emergencial

Camilo citou que o Governo Federal já disponibilizou o aplicativo nas plataformas online para que cerca de 2,8 milhões famílias cearenses recebam o Auxílio Emergencial. “Esse importante benefício para os autônomos, ambulantes e micro empreendedores individuais está prometido para se iniciar o pagamento na próxima quinta-feira (8), e as famílias poderão receber de R$ 600 até R$ 1.200 nos próximos três meses”.

Edital de máscaras caseiras

A Prefeitura de Fortaleza lançou edital, com apoio do Governo do Ceará, para que se possam produzir máscaras caseiras. O objetivo é distribuir para a população mais vulnerável da Capital. “Eu já autorizei que o Governo do Estado fala o mesmo e estenda a iniciativa para todos os municípios cearenses, como uma forma de gerar renda e incentivar pequenos e micro empreendedores, além de ser uma forma mais barata de conseguir proteger aqueles que precisam,” apontou o governador.

Reunião com prefeitos

Camilo declarou que terá na manhã desta quarta-feira (8) uma reunião com todos os prefeitos cearenses para discutir estratégias, soluções e encaminhamentos. “Tudo que possa ser colocado em prática para combater o coronavírus será feito. Já temos casos confirmados em 39 cidades cearenses, e a ideia da reunião é de fortalecer as ações de cada município. A partir do decreto estadual cada prefeito vai ficar responsável por seu município, pois esse vírus tem uma velocidade muito grande de propagação, por isso precisamos agir”, apontou Camilo.

Isolamento social

Precisamos falar não apenas do isolamento social, mas sobre o distanciamento social. Porque a gente pede que as pessoas fiquem em casa? Exatamente para que elas possam ter o mínimo possível de contato com o menor número de pessoas, se possível apenas com seus familiares. Quando a pessoa precisa sair, que evite o contato. Os cientistas mostram que praticamente 80% da população que pega o vírus, ela é assintomática, ou seja, não apresenta os sintomas e nem sabe que está com o vírus. Mas ela pode transmitir tendo contato com outra pessoa, para um idoso, para uma criança. Por isso é importante usar a máscara ao sair de casa, e essa tem sido uma nova orientação, mas não esqueça, se precisar sair, evite o contato social ou garanta um certo distanciamento. A gente sabe que temos aquelas pessoas que trabalham nas atividades essenciais – alimentação e abastecimento, água, energia, transporte, saúde e segurança – e essas atividades essenciais estão previstas no decreto, mas sempre evitando aglomerações para diminuirmos a curva de contaminação“, explicou o governador.

Solução de inteligência artificial criada por startup ajuda e-commerce e clientes durante pandemia

Posted on Updated on

O que é inteligência artificial e suas possíveis aplicações

Assim como a Inteligência Artificial tem ajudado a saúde durante o combate no Covid-19, a tecnologia também tem funcionando para os e-commerces e consumidores durante compras online. Com o distanciamento social, shoppings e lojas encerram temporariamente suas vendas físicas, mas permanecem com vendas em plataformas digitais. Segundo um levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), alguns varejistas registraram aumento de 180% nas vendas de produtos das categorias alimentos, bebidas, saúde e higiene pessoal desde 12 de março. 

A GoBots – startup que automatiza os processos de vendas online – adaptou o seu “Robô Vendedor” que possibilita que os e-commerces e marketplaces atendam clientes de forma rápida e totalmente automática, para responder perguntas e tirar dúvidas de consumidores sobre vendas de produtos e formas de entrega, durante a pandemia do coronavírus. Atendendo mais de 150 clientes como Livraria Saraiva, Fast Shop, Acer, Electrolux, L’Oréal, o robô de inteligência artificial consegue tranquilizar clientes sobre prazos e entregas, e principalmente como são feitos os envios pelos lojistas. 

Além disso, a tecnologia possibilita a recomendação de produtos. O robô pode prever a demanda por estoque conforme seu treinamento. Para proporcionar esse serviço, a GoBots personalizou a ferramenta para oferecer aos compradores um tratamento mais humanizado. Segundo Victor Hochgreb de Freitas, CEO da GoBots, o enfrentamento atual possibilitou um treinamento diferente ao robô. “É possível aplicar uma método de aprendizagem para que os robôs respondam perguntas específicas da situação em que estamos vivendo, pensando nisso treinamos a tecnologia para tirar dúvida sobre produtos essenciais, validade, prazos de entrega atualizados, entre outros”, afirma.

Para Victor o robô de inteligência artificial além de contribuir com o consumidor, pode ajudar a aumentar as vendas da loja virtual. “O empreendedor precisa estar atento às mudanças do comportamento do consumidor. Nesse caso, as respostas dadas pela tecnologia  conseguem otimizar os processos de atendimento ao cliente colaborando na venda de produtos”. 

Marketplace de doações: empresas criam solução digital para combater #covid-19 em comunidades

Posted on Updated on

Bora Doar - Edmar Junior

Está no ar campanha de doações intitulada #BoraDoar, que pretende aliviar os impactos do COVID-19 nas comunidades através de uma vitrine de projetos sociais. Trata-se de plataforma que funciona como marketplace de iniciativas sociais e de saúde. Ações que antes eram feitas de forma avulsa, agora ganham uma rede colaborativa com um movimento de doações rápido, prático e seguro. 

Funciona da seguinte forma: o doador escolhe o projeto que quer ajudar e realiza a contribuição direto do smartphone ou computador. O valor doado vai direto para a organização social, sem intermediações financeiras. Além disso, foi realizada uma seleção apurada para garantir que todas as instituições cadastradas são idôneas e, efetivamente, realizam o trabalho social descrito.

O projeto foi feito em menos de 5 dias úteis desde a criação da plataforma, contato com as instituições e parceria com empresas apoiadoras. Trata-se de uma iniciativa da Loja Integrada (www.lojaintegrada.com.br) – plataforma para criação de lojas virtuais gratuitas mais popular do Brasil, com 1 milhão de lojas criadas. A plataforma, que faz parte do núcleo de pequenas e médias empresas da VTEX –  líder em digital commerce na América Latina -, além de oferecer tecnologia para lojistas, realiza ações educacionais que incentivam o empreendedorismo digital e que ajudam os lojistas a crescerem cada vez mais seus negócios. 

Em meio ao isolamento social, o objetivo é conectar as necessidades de pessoas que estão em situação de risco durante o período. Grupos que prestam assistência social distribuindo kits de higiene em comunidades, hospitais filantrópicos e organizações da saúde são alguns dos projetos cadastrados na rede colaborativa. “Sabemos que as comunidades não têm acesso a alguns produtos de higiene, como álcool gel e sabonete líquido para prevenir a disseminação do coronavírus e enxergamos a doação como uma das formas de ajudar em tempo recorde. Além disso, reunimos na plataforma ONGs que apoiam hospitais públicos e assistentes sociais que ajudam a população mais vulnerável”, explicou o CEO da Loja Integrada, Pedro Henrique.

Para contribuir basta entrar no site www.boradoar.com.br, selecionar um projeto de combate ao coronavírus e realizar a doação. O site vai continuar aceitando sugestões de projetos e criando uma grande rede de colaboração. “A nossa meta é que esse projeto se espalhe e cresça em todos os setores da sociedade. Respeitamos a importância do isolamento social para evitar o contágio do coronavírus e sabemos que muitas empresas podem ajudar essas pessoas em situação de risco durante a quarentena”, finalizou Vanessa Donnianni, gerente de marketing e eventos da VTEX. 

Cinco passos para organizar a vida financeira na quarentena e não cair na tentação de compras supérfluas

Posted on Updated on

Artigo de Dora Ramos, consultora contábil com mais de 30 anos de experiência. Empreendedora desde os 21 anos, é CEO da Fharos Contabilidade e Gestão Empresarial.

85% dos brasileiros já desistiram das compras por causa de filas e ...

O desafio de combater a COVID-19, causada pelo novo coronavírus, é hoje a principal preocupação dos brasileiros e do resto do mundo. O momento é de alerta e, cada vez mais, as pessoas se perguntam até quando passaremos por tudo isso. Diante dessa incerteza é importante manter o controle e ter clareza da situação para que não haja problemas no futuro. Logo, isso não precisa ser motivo para pânico.

Devido às medidas restritivas necessárias para o combate do vírus, a Receita Federal anunciou este mês a prorrogação do prazo para a entrega das declarações de imposto de renda das pessoas físicas para o dia 30 de junho. Nesta época do ano, devemos ter um olhar mais atento para nossas finanças e refletir sobre os gastos do ano passado. Talvez esse seja o momento ideal para organizar ou ajustar o planejamento financeiro para 2020.

Com o novo cenário, a forma como as empresas e grandes companhias dos mais diversos setores instituíram políticas de trabalho remoto para evitar aglomerações e que as pessoas saiam às ruas. Para quem está de quarentena ou em trabalho remoto, esse pode ser o momento ideal para aprender a poupar dinheiro e energia para os próximos dias. Confira 5 dicas para manter o orçamento organizado

1 – Faça uma programação de pagamentos 

No dia a dia são muitas preocupações e tarefas para administrar ao mesmo tempo. Por isso, organizar o orçamento é uma atitude fundamental para não ficar no vermelho. Você pode utilizar ferramentas tecnológicas como aplicativos de celular, planilhas ou até mesmo um caderno de anotações. Isso permite que os processos sejam mais automatizados de forma segura, rápida e eficaz. A ideia é ter o controle das suas contas e realizar uma programação semanal de pagamentos para que não haja cobranças indevidas e evitar atrasos que geram juros e taxas. Assim, você saberá exatamente para onde seu dinheiro está indo. 

2 – Compre somente o essencial

Nesse período, vamos ser bombardeados por inúmeros convites que incentivam o consumo, anúncios que vão te sensibilizar e te convencer que você realmente precisa de determinado produto para passar essa crise com tranquilidade e segurança, fazendo uso de nossas emoções sem nos darmos conta. Fique atento pois, caindo nestas tentações você só percebe o conflito das finanças e as emoções quando as consequências são desastrosas, depois de comprometer o cartão de crédito, o atraso de contas de consumo, aluguel e culminando no acúmulo de dívidas.

3 – Faça um esforço e compre à vista

Quando for efetuar uma compra, tenha certeza de que ela está dentro do seu orçamento. Perceba que, no momento da compra, sempre é oferecida a forma de pagamento com o cartão de crédito, mas fuja dele. Prefira quitar suas despesas à vista, pois, além de estar criando uma dívida a prazo, utilizando o crédito você corre o risco de se enrolar e cair nos juros e taxas que estão cada vez mais abusivos.

4 – Priorize as despesas

Tenha clareza da sua situação. Reveja, todos os dias, o objetivo que deseja alcançar e estabeleça limites de gastos diários. Se possui dificuldades em não gastar, evite o uso de cartões de crédito. Alimente-se de forma mais barata, se preciso. Não podemos esquecer que todo mês temos despesas fixas, como contas de consumos, água, luz, em alguns casos aluguel e condomínio e impostos. Portanto, coloque todas as despesas na ponta do lápis e se organize para garantir o pagamento desse tipo de conta em primeiro lugar. 

5 – Se está devendo, negocie as dívidas e organize as demais

Para quem está endividado ou terá a renda diretamente comprometida por conta do isolamento, antes de mais nada, é preciso fazer um levantamento de todas as contas que precisa pagar. Fazer esse levantamento não é uma tarefa muito agradável, mas para sair do vermelho e realizar um planejamento financeiro adequado, é necessário entender e definir uma estratégia apropriada para agir corretamente. Depois disso, elabore propostas de pagamento que estejam dentro do seu orçamento e procure seus credores. Não adianta aceitar uma renegociação de dívida que você não conseguirá cumprir. Entre em contato com bancos e instituições financeiras para renegociar financiamentos e parcelamentos. Para quem mora de aluguel, tentar solicitar uma redução temporária no valor é uma boa alternativa para este momento.

Agora que já tem uma visão ampla da sua situação financeira, é hora de cortar os excessos e organizar contas de serviços, assinaturas e boletos ativos, reavaliar o que realmente é útil para você nesse momento: streaming de música, de séries e filmes, TV a cabo, internet entre outros serviços. Não há nenhum problema em consumir estes produtos se o valor que você gasta está dentro do seu orçamento. O problema é quando, por falta de planejamento ou disciplina, você corre o risco de cair na estatística que assombra os brasileiros a cada ano, a inadimplência. Então, entre em contato com as operadoras e analise se há outras opções ou pacotes que atendem às suas necessidades.

Controlar os gastos e a impulsividade é essencial para organizar a vida financeira e pode ajudar a superar esse momento de dúvidas e incertezas, tudo que é bem planejado tem muito mais chances de dar certo. Temos que nos manter positivos e tirar lições valiosas com tudo isso que está acontecendo no mundo.

Empresário oferece gratuitamente criação de e-commerce e lojas virtuais

Posted on Updated on

O que é plataforma de e-commerce - Comércio Eletrônico

Em todo o mundo as restrições impostas pela quarentena, como medida de contenção ao avanço do novo coronavírus está causando desempregos em massa, devido ao encerramento da atividade comercial e da restrição da movimentação e deslocamento das pessoas, contemplando apenas serviços essenciais como mercados e farmácias.

Em virtude disto, o Banco Central já projeta crescimento zero para o PIB deste ano no Brasil, derrubando a projeção que havia de 2,2% para 2020 e as bolsas enfrentam sucessivas quedas, além do aumento vertiginoso da cotação da moeda norte-americana. Nos Estados Unidos já são mais de 10 milhões de desempregados devido ao fechamento do comércio e no Brasil já começam as primeiras demissões. Em meio a tudo isto, como empresas e empreendedores podem sobreviver e continuar gerando empregos?

O empreendedor e especialista em marketing digital, Lucas Leite, aponta que a solução para este momento de crise, inevitavelmente está no online: “se as empresas não conseguirem se adequar a este momento difícil que estamos vivendo promovendo uma presença no digital maior e expandindo suas fronteiras para fazer negócios online então certamente a crise será ainda mais difícil do que era suposto ser. As pessoas estão em casa e continuam precisando dos mesmos produtos e serviços, contudo não podem ir até o estabelecimento. Logo, o digital é a forma de trazer o seu negócio para os clientes.” 

Lojas virtuais gratuitas para empresas em dificuldade

Lucas Leite é CEO da Vende Muito Brasil, empresa especializada em e-commerce e marketing de influência. Em uma atitude altruísta, o empresário propôs um desafio solidário àqueles que querem encontrar um caminho para sobreviver em meio à crise: “desafiei a minha equipe a abraçar comigo a ideia de criarmos lojas virtuais para empresas que querem se inserir no mundo digital de maneira totalmente gratuita, sem cobrar os nossos custos de programação e criação da loja. Nós, como forma de estender uma mão amiga às empresas, iremos abdicar do valor da nossa mão de obra. Assim o usuário irá apenas cobrir os custos mensais da plataforma e do hosting.” 

Os critérios para ganhar a loja online são simples: “todos que entrarem em contato conosco e seguirem os nossos perfis oficiais no Instagram serão atendidos e ganharão um e-commerce feito por nós. Penso que mais do que palavras, agora é o momento de mostrarmos empatia e ajudarmos uns aos outros para que todos nós possamos vencer a crise do covid-19.”

Prefeitura de Juazeiro do Norte (CE) recebe doações de equipamentos de proteção

Posted on Updated on

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte recebeu da empresa Grendene doação de mais de 6 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais que estão atuando no combate ao Coronavírus.

Segundo a Secretaria da Saúde foram entregues pela empresa 2.460 gorros, 2.880 jalecos e 1.350 protetores faciais, material indispensável nesse momento para os profissionais de saúde, na prevenção e combate à doença no Município.

O Secretário de Saúde, Lucimilton Macedo, ressalta a importância das doações por parte das instituições, inclusive lembrando da Universidade Federal do Cariri (UFCA), que fez uma doação considerável esta semana de 4 mil luvas, 2 mil máscaras, 100 aventais e 200 gorros. 

“Manifeste sua personalidade” é tema da nova campanha

Posted on Updated on

Criare, marca do segmento de móveis planejados há 17 anos, lançou campanha para fortalecer seu posicionamento no mercado: “Manifeste sua personalidade”, criada pela Agência Batuca. A empresa faz parte do Grupo Todeschini e possui 54 lojas exclusivas em todo o Brasil.

A campanha tem como base o olhar para o comportamento do consumidor e como ele se relaciona com a sua casa e os ambientes, destacando que o futuro é urbano e as casas são as novas cavernas, os novos refúgios, que assumem a função de porto seguro.

Para isso, a nova campanha aposta no “pertencimento”, destacando a importância de criar ambientes em que o cliente se sinta representado. A casa assume um papel de identidade: quem somos, as nossas vivências, o nosso estilo.

  A marca surge como agente de transformação na casa e na vida das pessoas, oferecendo muito mais do que produtos e sim experiências de bem-estar, personalidade e realização. Este é o conceito que serviu de base para a construção do novo posicionamento da Criare.

Com o slogan “Manifeste a sua personalidade” a Criare possibilita que as pessoas deem vida às suas ideias, aos seus estilos, às suas histórias, às suas singularidades. A ideia é ajudar as pessoas a manifestarem sua personalidade e se orgulharem de terem em suas casas um ambiente único.

A campanha evidencia a personalidade de uma marca que respira design e contemporaneidade, representada pelos padrões monocromáticos e a mescla entre a preponderância das formas retilíneas com o orgânico representando o indivíduo e a origem do produto.

Os veios em formato de digital representam, além do consumidor, único por natureza, a matéria-prima para todas as criações. Assim como nós, ela possui uma impressão digital que a torna única. E essa singularidade que existe nos humanos e nas árvores também será sutilmente representada nas peças.

Prefeito Roberto Cláudio apresenta ocorrência de casos de #covid-19 nas Regionais de Fortaleza

Posted on Updated on

O prefeito Roberto Cláudio apresentou, nesta terça-feira (07/04), em transmissão ao vivo nas redes sociais, um mapa da distribuição espacial de Fortaleza mostrando a localização dos 919 casos confirmados de Covid-19 em 95 dos 122 bairros da Cidade, aproximadamente 80% do território. Ressaltando a importância do isolamento social, o Gestor enfatizou que a doença não se restringe a uma área ou faixa de renda específica.

“A doença começou na Regional II e no Centro, onde hoje podemos ver que há uma maior concentração de casos, mas se espalhou por todas as Regionais. Temos a circulação viral em todo o território e essa informação é fundamental para o cumprimento do isolamento social ao qual estamos submetidos”, disse.

De acordo com o Prefeito, a missão do isolamento é fazer com que a transmissão ocorra de forma mais lenta, com menos ocorrência de casos ao mesmo tempo, considerando que 10 a 20% dos infectados precisam de internamento e 5% necessitam de leitos de terapia intensiva. “Até o dia 20, temos um decreto de isolamento social, que é a medida mais eficiente, baseado em experiências internacionais, recomendações científicas e médicos especialistas”, ressaltou.
Para auxiliar o cumprimento da medida e evitar a formação de aglomerações, Roberto Cláudio anunciou que a partir desta quarta-feira (08/04), equipes da Guarda Municipal, Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Defesa Civil e agentes de endemia irão passar a fiscalizar os bairros, de modo a desacelerar a transmissão do coronavírus.

Aquisição de máscaras

Outro ponto abordado pelo prefeito Roberto Cláudio foi a aquisição de cerca de 3 milhões de máscaras de tecido pela Prefeitura e pelo Governo do Estado para uso comunitário, fomentando a distribuição de renda para profissionais autônomos de costura, microempreendedores individuais e microempresas.

As inscrições seguem até o final desta terça (07/04) exclusivamente na plataforma do Todos com Máscara, onde os interessados devem preencher o formulário disponível.

Clique e confira o edital

Conforme o Prefeito, a iniciativa também segue a orientação de agências de saúde internacionais de que o uso das máscaras reduz a transmissibilidade do coronavírus e já conta com mais de 4 mil inscritos. A previsão é começar a distribuir o estoque a partir do final da próxima semana em locais como lotéricas, bancos, supermercados, farmácias e terminais.

Novos leitos

Roberto Cláudio falou, ainda, sobre a abertura de novos leitos e o aumento da estrutura assistencial em Fortaleza. O Gestor citou que no último domingo (05/04), foram abertos 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva no Instituto Dr. José Frota 2 (IJF2), que continuarão sendo ampliados, progressivamente, e que até o próximo dia 20, serão 50 leitos à disposição de pacientes graves da Covid-19.

O Prefeito também destacou a abertura de 20 novos leitos exclusivos para pacientes de baixa ou média complexidade na UPA do Edson Queiroz, com mais 20 na UPA do Bom Jardim até 13 de abril, e outras 20 na UPA da Vila Velha até o próximo dia 23, além de mais 80 novos leitos nas UPAs do Jangurussu e do Itaperi, somando um total de 140 em 5 das 6 Unidades municipais.

Além disso, Roberto Cláudio comprometeu-se em antecipar a abertura do primeiro galpão com 51 leitos do primeiro bloco do hospital do Estádio Presidente Vargas. Para ele, essas são medidas essenciais para preparar a Cidade para o pico do coronavírus, de forma a garantir estrutura e assistência aos pacientes.

Camilo: “É preciso falar de distanciamento social”

Posted on

O governador Camilo Santa (PT0, do Ceará, fala sobre as ações do Estado no combate ao coronavírus. Ele destaca o equilíbrio das contas públicas e anuncia para amanhã reunião com os prefeitos cearenses.

“Contem conosco”

Posted on Updated on

Artigo de João Carlos Marchesan, administrador de empresas, empresário e presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ):

Estamos vivendo um momento particularmente difícil no País como um todo e na indústria em particular. Com essa consciência, temos envidado todos os esforços no sentido de minimizar os efeitos deletérios que a pandemia coronavírus está trazendo a todos os brasileiros.

Se até o presente momento, a ABIMAQ considerava importante uma interlocução com os governos federal e estaduais, agora, com o momento que estamos vivendo, essa importância foi multiplicada. Diariamente temos divulgado as medidas que julgamos os governos deveriam adotar e aquelas que tem sido adotadas e quais os impactos que o nosso setor vai sofrer, bem como quais as nossas ações para impedir prejuízos ainda maiores.

Temos um canal aberto com o governo federal e sabemos que muitas das medidas anunciadas pelo tiveram origem em nossos estudos e trabalhos. Temos tido muitas interlocuções com o governo, reuniões, correspondências, telefonemas e etc. Disponibilizamos nossos materiais com análises e possíveis consequências de um período prolongado de dificuldades econômicas, causadas pela pandemia do Covid-19.

O SINDIMAQ e a ABIMAQ estão atuando junto às autoridades fornecendo dados e sugestões para o efetivo combate aos efeitos deletérios da crise, atuando especificamente na manutenção das nossas atividades; manutenção do emprego e medidas para estimular a demanda.

Solicitamos desde dilatação do prazo para pagamentos dos impostos federais por um período de 120 a 180 dias, até autorização para parcelamento de salários por um período determinado, incluindo o adiamento do pagamento dos encargos sobre a folha de pagamento. Entendemos que medidas como Lay Off e redução de jornada com redução proporcional de salários são medidas fundamentais para a manutenção dos empregos.

A necessidade de crédito também fez parte das nossas sugestões. Capital de Giro para folha de pagamentos, fornecedores e impostos são vitais. Entendemos que o BNDES, que possui R$ 140 bilhões em caixa, pode e deve fazer muito mais do que anunciou até aqui.

Outra medida que sugerimos ao governo federal e aos governos estaduais é o adiamente de recolhimento de impostos por 90 dias.

Entendemos que dada a importância da crise e a falta de previsibilidade que os empresários estão trabalhando, os governos deveriam fazer bem mais do que fizeram até agora sob pena de haver muitos problemas com a sobrevivência das empresas e um colapso da economia.

Na esfera sindical, representantes do SINDIMAQ – Sindicato Nacional da Indústria de Máquinas estão se reunindo constantemente com representantes da Força Sindical e da CUT, negociando questões relacionadas a manutenção de empregos, Lay Off, Redução de Jornada, antecipação de férias, banco de horas e etc.

Sugerimos ainda ao governo retomar em caráter emergencial os investimentos públicos nas obras de infraestrutura que estão paradas desde o início da crise da operação “Lava Jato”, priorizando aquelas com alto poder multiplicador do emprego e renda, já que acreditamos que isto poderia ser gerenciado por um gabinete de crise, com poderes para destravar o rápido início destas obras, que não dependem de projetos ou de licenciamentos sempre morosos e complexos.

Diariamente nos dedicamos à tarefa de interpretar e passar a todos os associados todas as medidas econômicas emergenciais voltadas às empresas e acreditamos sinceramente que se essas medidas forem implementadas rapidamente e de forma eficiente os efeitos do coronavirus sobre a economia brasileira poderão ser atenuados.